quarta-feira, 26 de julho de 2017

Parques fotovoltaicos de São João produzirão mais energia que Boa Esperança

 Luis Coelho, secretário de mineração e energias renováveis
Os parques fotovoltaicos que serão inaugurados em São João do Piauí nos próximos 3 meses terão uma capacidade de produção de energia superior a Usina de Boa Esperança. Só uma das usinas, a Nova Olinda, tem capacidade de 292 megawatts, sendo a maior da América Latina. A empresa está investindo na região cerca de US$ 300 milhões. O empreendimento, ao lado dos parques eólicos, têm sido comemorados pelos governo.
“Daqui a 2 meses ou três serão colocados em funcionamento os dois parques fotovoltaicos em São João do Piauí. Um com 60 mega e outro com 210 mega. Só isso é maior que Boa Esperança. As energia renováveis seguraram a crise no Piauí, o que possibilitou continuar pagando a folha em dia”, comemora o secretário de mineração e energias renováveis, Luis Coelho, em entrevista ao Jornal do Piauí.
Segundo ele, o Piauí já produz energia limpa superior ao seu consumo. O estado é o quarto no país em produção de energia eólica.
“A produção de energia eólica no Brasil hoje é como se nós tirássemos 12 milhões de carros de circulação. É um impacto surpreendente. Em nível de Piauí é surpreendente nosso avanço. Somos o quarto produtor de energia eólica do país. O Piauí já produz mais energia do que o seu consumo. Produzimos quase 1.100 mega o nosso consumo é de 867. Isso só de energia eólica”, afirma.
Novos investimentos estão por vir, de acordo com o gestor. “Estamos apenas iniciando. Existe muita coisa para acontecer ainda. Temos a região da Ibiapaba com potencial de 4 gigas. o potencial do estado é muito grande”, destacou.

Fonte: CidadeVerde

terça-feira, 25 de julho de 2017

Ministério reconhece situação de emergência em 25 municípios do Piauí, Curimatá e Avelino Lopes na lista

Barragem de Cajazeiras, em Pio IX, secou devido a longa estiagem (Foto: Catarina Costa/G1 PI)

O governo federal reconheceu nesta terça-feira (25) a situação de emergência de 25 municípios no Piauí por causa da seca e da estiagem. Com a medida, as prefeituras podem solicitar o apoio da Defesa Civil Nacional para ações de assistência à população e restabelecimento de serviços essenciais. As portarias foram publicadas hoje no Diário Oficial da União e valem 180 dias.
De acordo com o Ministério da Integração Nacional a obtenção de apoio material e financeiro do para ações emergenciais dependem de um relatório com diagnóstico dos danos e o Plano Detalhado de Resposta (PDR), por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2ID) por parte das prefeituras municipais. Apenas após análise, o Ministério da Integração define o valor do recurso a ser disponibilizado.
Há quase um mês 27 municípios do Piauí estão sob racionamento, devido a seca que afeta o estado. O decreto considerou os baixos índices de açudes e barragens do Piauí e impôs restrições de uso para residências, indústrias e comércios. O decreto não especificou a definição de punições em caso de descumprimento. No mês de junho o Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS) apontou que todos os açudes do Piauí juntos tinham acumulado 47,03% do volume total de água possível.
No levantamento do DNOCS foram registrados que os açudes de Cajazeiras, em Pio IX e Fátima, em Picos; estão secos, enquanto os açudes Barreiras, em Fronteiras; e Piaus, em São Julião com as menores capacidades, com respectivamente 1,14% e 4,78% de volume.
Veja a lista das cidades que estão em situação de emergência:

Fonte: G1

PF deflagra operação contra pedofilia no Piauí e mais 13 estados

A Polícia Federal deflagrou nesta terça-feira(25) a segunda fase da Operação Glasnost, que investiga exploração sexual de crianças e o compartilhamento de pornografia infantil na internet. A ação cumpre mandados em 51 cidades de 14 estados entre eles o Piauí. 
Foram expedidos três mandados de prisão preventiva, 72 de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, que é quando a pessoa é levada para prestar depoimento.Até as 7h50, 11 pessoas tinham sido presas, sendo oito em flagrante e três preventivas. As preventivas foram cumpridas em Paranapanema e Guarujá, em São Paulo, e Santarém, no Pará.
Segundo a PF, a investigação teve como base o monitoramento de um site russo utilizado como uma espécie de “ponto de encontro” de pedófilos do mundo todo.
Os investigados produziam e armazenavam fotos e vídeos de crianças, adolescentes e até mesmo de bebês com poucos meses de vida, muitos deles sendo abusados sexualmente por adultos, e as enviavam para contatos no Brasil e no exterior.
As ordens judiciais estão sendo cumpridas no Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Ceará, Pernambuco, Bahia, Maranhão, Piauí, Pará e Sergipe.
A PF disse ainda que as investigações resultaram na identificação de centenas de usuários, brasileiros e estrangeiros, que compartilhavam pornografia infantil na internet, bem como de diversos abusadores sexuais e produtores de pornografia infantil, tendo sido identificadas, ainda, diversas crianças vítimas de abuso.
Primeira fase
A primeira fase da operação foi deflagrada em novembro de 2013. À época, foram cumpridos 80 mandados de busca e prisão e realizadas 30 prisões em flagrante por posse de pornografia infantil. Também foram identificados e presos diversos abusadores sexuais, bem como resgatadas vítimas, com idades entre 5 e 9 anos.
O nome da operação
O nome da operação é uma referência ao termo russo que significa transparência. "A palavra foi escolhida porque a maior parte dos investigados utilizava servidores russos para a divulgação de imagens de menores na internet e para realizar contatos com outros pedófilos ao redor do mundo", explicou a PF.

Com informações G1

domingo, 23 de julho de 2017

Apreensão de maconha em Cristalândia foi a maior dos últimos 10 anos, avalia PRF

A Policia Rodoviária Federal do Piauí (PRF-PI) avalia que a apreensão de maconha da última quinta-feira (20) foi a maior dos últimos 10 anos pela instituição. Os 306 tabletes de maconha estavam escondidos na carga de uma caminhonete na BR-135, em Cristalândia do Piauí, Sul do Estado. O motorista da caminhonete foi identificado pela PRF como Leandro Felipe de Oliveira, natural de Minas Gerais e junto com ele também foi  preso em flagrante José Marciano de Sousa, Natural de Goiás.
Segundo o superintendente da Policia Rodoviária Federal no Piauí, Wellendal Tenório, José Marciano fazia escolta do veículo que transportava a droga.  "Ele era batedor e seguia de moto fazendo a segurança do carregamento. A droga estava escondida no compartimento de bagagem da caminhonete, encoberta por sacos de ração animal. O objetivo desse carregamento era a distribuição da droga em cidades do Piauí", disse o inspetor.
A droga era transportada de Góias para o Piauí. Ainda segundo o inspetor a droga é avaliada em R$ 500 mil. A PRF não soube estimar o peso exato da droga pois a pesagem será realizada pela perícia.
"Só esse ano já foram cerca de 400 quilos de drogas apreendidas em rodovias federais do Estado. Esta apreensão é sem dúvida a maior dos últimos 10 anos", afirma Wellendal.
A PRF realiza operações rotineiras de fiscalização nas rodovias. De acordo com o superintendente foram quatro operações expressivas realizadas em 2017, além das operações com menores quantidades de droga apreendida. A operação foi executada pelo Núcleo de Operações Especiais da Policia Rodoviária Federal do Piauí.
A apreensão
A droga foi apreendida na BR 135 durante abordagem da PRF e estava escondida dentro de uma carga de produtos agrícolas. O motorista não repassou detalhes sobre o quanto recebia pelo transporte da droga. O caso foi encaminhado para abertura de inquérito na Polícia Civil. 
Fonte: CidadeVerde

terça-feira, 18 de julho de 2017

1º Encontro das Cidades do Extremo Sul do Piauí reúne prefeitos e lideranças

Pres. da Câmara de Corrente, Raimundo Augusto, pref. de Júlio Borges, Eduardo Henrique, pref. de Bom Jesus, Marcos Elvas, pref. Sebastião Barros, Onélio Carvalho, pref. de Riacho Frio, Betim, pref. de Avelino Lopes. Dióstenes José Alves, pref. de Corrente, Murilo Ribeiro, pref. de Cristalândia, Ariano Messias e pref. de São Gonçalo do Gurgueia, Paulo Lustosa Nogueira.

Prefeitos de diversos municípios do extremo sul do estado do Piauí, vereadores, autoridades e pessoas da comunidade estiveram reunidos na manhã desta terça-feira(18)  em Corrente para o 1º Encontro das Cidades do Extremo Sul do Piauí. O evento contou com o apoio da Associação dos Municípios do Extremo Sul (AME), da Câmara Municipal de Corrente e do SEBRAE.

Prefeito de Gilbués, Leo Matos
Um dos principais assuntos discutidos foi a criação de um consórcio de saúde, apresentado pelo prefeito do município de Gilbués, Leo Matos.  O gestor propõe a união dos municípios para a consolidação de um consórcio que promova a eficiência da prestação dos serviços de média complexidade, essenciais de saúde pública. A iniciativa foi parabenizada por grande parte dos gestores presentes, que manifestaram apoio ao projeto.
Outro assunto abordado, de grande relevância para o extremo sul,  foi a manutenção da BR 135, apresentado pelo prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas. O prefeito destacou a importância da união dos municípios em torno de um único objetivo, motivo pelo qual obteve grande repercussão junto à bancada federal.

Prefeito de Bom Jesus, Marcos Elvas

“Nós obtivemos êxito porque mostramos é o quanto a BR 135 é importante para a captação de recursos de todo o estado do Piauí. Nós não estamos pedindo com o pires na mão, nós estamos exigindo, querendo, mostrando o problema a ser resolvido. Levamos o problema à Marcha dos Prefeitos e posteriormente, com toda a bancada federal e com o senador Ciro Nogueira, fomos ao Ministério do Planejamento e conseguimos a liberação de R$ 30 milhões de reais para a manutenção em caráter urgente de 190 km. E o mais importante, obtivemos o compromisso para destinação de uma emenda impositiva de aproximadamente 100 milhões de reais, e aí sim daremos início ao projeto de 300 milhões, mas para termos uma rodovia nos padrões de BR”.
Elvas também ressaltou a importância da discussão entre os municípios da AMES sobre o saneamento básico. “Saneamento é vida, nós não podemos negligenciar esse tema”, destacou.
Também ministraram palestras o presidente da Câmara de Corrente, Raimundo Augusto da Silva Vieira, que destacou a importância da atuação dos vereadores. A consultora do Sebrae no Piauí, Débora Oliveira, falou sobre Políticas Públicas para Agricultura Familiar, além da consultora do Sebrae no Piauí, Elza Soares, que tratou da importância da obtenção do Selo de Inspeção Municipal, SIM, para os municípios e os procedimentos necessários para a implementação do selo.
Diante do sucesso do evento, duas novas datas já foram marcadas, a pedido dos gestores: no dia 11 de agosto, em Bom Jesus, e em 22 de setembro, no município de Avelino Lopes.


Fonte: Portal Corrente