terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Prefeito de Curimatá é afastado e município pode ter novas eleições

Reidan Kleber, prefeito de Curimatá
O juiz eleitoral da 51ª Zona Eleitoral, Edilson Chaves de Freitas, cassou os diplomas do prefeito de Curimatá Reidan Kleber Maia de Oliveira e da vice-prefeita Maria das Neves Nunes Vogado Jacobina. Com a decisão, assume a prefeitura o atual presidente da Câmara, Gabino Nunes, que será empossado ainda nesta semana. 
Entre as condutas vedadas atribuídas ao prefeito e a vice-prefeita estão utilização indevida de bens públicos em campanha, utilização de empresas fornecedoras do município em campanha eleitoral, realização de propaganda negativa na campanha eleitoral, abuso de poder consistente em contratatação irregular, abuso do poder econômico consistente na compra de votos, abuso do poder político consistente na realização benesses eleitorais, cessão de veículos de prestação de serviços advocatícios à campanha por pessoas que mantinham vínculo com o município, pagamento sem emissão de cheques, irregularidades na prestação de contas de campanha, gastos ilícitos com combustíveis e doações feitas por pessoas 'manifestamente interessadas'.
A Ação de Impugnação de Mandato Eletivo foi ajuizada pela coligaçao "Unidos para Mudar". Pela decisão do magistrado, o município deverá passar por eleições suplementares em até 40 dias. 


Fonte: Cidade Verde