sábado, 20 de dezembro de 2014

Vereadora Andréia votando pela derrubada do veto do Pref. Chiquinho - Vídeo

Por 6 votos favoráveis e 2 contrários, a Câmara de Vereadores de Gilbués derrubou o veto do prefeito Francisco Pereira de Sousa (Chiquinho) e manteve os 10% de possibilidade do executivo de abrir Crédito Adicional Suplementar – Remanejamento ou seja a realocação de recursos entre órgãos, dentro da mesma fonte de recursos, independente da categoria econômica da despesa. O executivo pleiteava uma margem de 60% para o orçamento de 2015, que foi o mesmo valor referente ao exercício de 2014. Com esse resultado de votação  o executivo  não poderá ultrapassar o limite de 10% em gastos de qualquer natureza sem a autorização dos vereadores. Votaram favoráveis à derrubada do veto os vereadores; Júnior, Ribeiro, Jóia, Ubiratan, Zé Oscar e a vereadora Andréia. Votaram pela manutenção do veto os vereadores Cláudio e Morvan. Na mesma sessão foi reconduzido ao cargo de presidente da Câmara Legislativa de Gilbués o vereador Paulo Henrique Mascarenhas (Manin), para o biênio 2015-2016, esse é o quinto mandado do parlamentar como presidente da casa. Manin venceu a eleição por unanimidade obtendo 7 votos, o vereador Morvan Figueiredo se absteve de votar, antes no início da sessão protocolou um pedido de impugnação da candidatura de Manin, alegando ser inconstitucional a reeleição. Manin vai para o seu quarto mandato seguido frente à Câmara de Vereadores de Gilbués.