domingo, 25 de janeiro de 2015

Governadores do Piauí ignoram Gilbués

Aeroporto de Gilbués

O município de Gilbués, localizado no extremo sul do estado, a aproximadamente 742km da capital Teresina, é como se não existisse no mapa do Piauí para os dirigentes estaduais. Com a exceção da construção de uma Unidade de Fisioterapia pelo governador Wellington Dias (PT), em seu segundo mandato, o município tem sofrido com a falta de obras importantes para a melhoria da qualidade de vida da população Gilbueense. Fazendo uma análise apartir dos governadores Francisco de Assis Moraes Souza (Mão Santa), José Wellington Barroso de Araújo Dias, Wilson Nunes Martins e Antônio José de Moraes Souza Filho (Zé Filho), podemos constatar que o descaso com o povo de Gilbués foi total. Entre as obras que foram ignoradas pelos governadores, podemos destacar; A construção do Aeroporto (projeto feito pela prefeitura), estrada com pavimentação asfáltica com 16km de extensão na localidade Veredão, importante para o escoamento de grãos (projeto feito pela prefeitura), reforma do Hospital Areolino Mascarenhas Lustosa, construção da Delegacia da cidade e a pavimentação asfáltica na zona urbana do município. Por incrível que pareça, Gilbués foi a única cidade do extremo sul do estado que não foi contemplada com a pavimentação asfáltica, o projeto foi feito pela prefeitura e levada ao governador Wilson Martins que não autorizou a obra, foi encaminhado também ao seu sucessor Zé Filho que ignorou o projeto. Resta saber porque tanta discriminação com o povo do município, será que o interesse político está acima das necessidades de desenvolvimento da população Gilbueense.
Local onde funcionava a antiga delegacia de Gilbués

Hospital Areolino Mascarenhas Lustosa

Unidade de Fisioterapia, única obra feita pelo governador Wellington Dias em Gilbués