sexta-feira, 31 de julho de 2015

Secretaria de Assistência Social realiza encontro com idosos no Bairro Santo Antônio

A Secretaria de Assistência Social de Gilbués, através das atividades do Centro de Referência da Assistência Social - CRAS, realizou no dia 24 de julho mais um encontro do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo - Scfv com idosos no Bairro Santo Antônio - Gilbués, Arraiá da Terceira Idade Ativa - TIA.






Brincadeira do limão na colher

Dança com balões


Seresta Pop - Via Musical


Equipe do CRAS ajuda filha encontrar mãe após 23 anos

A equipe do Centro de Referência de Assistência Social(CRAS) de Gilbués, realizou importante trabalho, auxiliando a jovem Janaína Ribeiro da Silva a encontrar sua mãe e familiares. Janaína nasceu em Gilbués, após um desentendimento entre seu pai José Carlos Pereira da Silva e sua mãe Lídia Ribeiro Soares, foi levada pela mesma com apenas seis meses de vida para ser criada pela sua avó paterna que morava na cidade de Cristino Castro, desde então Janaína não teve mais nenhum contato com a sua mãe. Aos 23 anos de idade Janaína decidiu encontrá-la, veio a Gilbués e procurou o CRAS do município que localizou sua avó materna, dona Alzimira Ribeiro Soares, não foi possível encontrar sua mãe Lídia pessoalmente, mas houve um contato por telefone, já que ela se encontrava em Brasília. Janaína vive atualmente na cidade de Feira de Santana-Bahia e espera ansiosa ver sua mãe o mais rápido possível.
Missionária, dona Alzimira(tia) e Janaína

Manuela e Gisélia(CRAS), dona Alzimira(tia) e Janaína

Dona Alzimira(tia) e Janaína

Dona Alzimira(tia) e Janaína

terça-feira, 28 de julho de 2015

PF prende cinco com mais de uma tonelada de drogas na divisa Piauí/Bahia

A ocorrência foi domingo  (26), as 10 h da manhã. Cinco homens que já vinham sendo monitorados pela Polícia Federal de Sergipe foram presos com mais de uma tonelada de drogas.
De acordo com informações do Cap. Evandro,  uma viatura da PM de Corrente chegou a ser acionada, mas confirmou que operação estava sob o comando da PF de Sergipe, que não disponibilizou  informações mais detalhadas.
A droga estava em uma carreta com fundo falso e era conduzida por pai e filho (nomes não disponibilizados).  Três homens que escoltavam a carreta foram presos. Eles conduziam um Golf preto.
Os homens presos não esboçaram  reação. Não foram encontradas  armas.Não foi especificada o tipo de drogas apreendida.
 Fonte: Portal F10

segunda-feira, 27 de julho de 2015

Prefeito de Corrente afirma que é grave a situação do município devido a estiagem

Prefeito Jesualdo Cavalcante
O prefeito de Corrente, Jesualdo Cavalcanti Barros, decidiu decretar situação de emergência devido estiagem que atinge o município.

Jesualdo Cavalcanti afirma no decreto de nº 71/2015, que é grave a situação de estiagem que atinge o município, a ponto de secar os leitos dos rios Corrente e Paraim, o que estaria provocando “preocupante escassez de água tanto para consumo humano quanto para o abastecimento dos rebanhos, quadro que se estende a toda a zona rural , exigindo o abastecimento de água por caminhões-pipa tanto pela prefeitura quanto pelo 4º Batalhão de Engenharia de Construção (BEC), em cerca de 100 localidades”. O prefeito destaca ainda que a prefeitura possui apenas um caminhão-pipa para atender a região e que para combater a estiagem são necessárias medidas urgentes.

A prefeitura fica então autorizada, com dispensa de licitação, a aquisição de materiais e a prestação dos serviços que se fizerem necessários para o socorro público, como carros-pipas, tratores, caçambas, entre outros. O decreto é de 23 de julho.

Fonte: GP1

Justiça Federal condena 136 ex-gestores públicos municipais no Piauí por improbidade administrativa e irregularidades e PF desencadeia operação nesta segunda

Justiça Federal condena 136 ex-gestores públicos municipais no Piauí por improbidade administrativa e irregularidades e PF desencadeia operação nesta segunda-feira. 
A Justiça Federal condenou no ano passado 136 gestores municipais no Piauí por improbidade administrativa e irregularidades, aponta relatório do Ministério Público Federal (MPF).
O Ministério Público Federal impetrou na Justiça com 406 denúncias no Estado do Piauí no ano passado.
Durante o ano de 2014, os 12 procuradores da República que atuam no estado do Piauí ajuizaram 518 ações, dentre ações civis públicas, ações de improbidade administrativa e ações penais. Foram 16 ações civis públicas, 96 ações de improbidade administrativa e 406 denúncias.
De janeiro a dezembro de 2014, o MPF no Piauí requisitou a abertura de 334 inquéritos à Polícia Federal com o objetivo de apurar as representações que chegaram à Procuradoria da República no Piauí.
Como resultado de ações ajuizadas pelo Ministério Público Federal em anos anteriores a Justiça Federal, em 2014, proferiu 136 condenações contra ex-gestores públicos municipais por improbidade administrativa e crimes de responsabilidade.
Os principais motivos das condenações foram a não prestação de contas de recursos recebidos; irregularidades e fraudes em procedimentos licitatórios; desvio de recursos federais, sobretudo para aplicação na saúde e educação.
Nas condenações foram aplicadas penas de reclusão, suspensão de direitos políticos pelo prazo de 5 anos; proibição de contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais e creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de 5 anos; pagamento de multa civil e pagamento de cestas básicas a instituições beneficentes.
Agentes federais de outros Estados brasileiros chegaram ao Piauí neste final de semana para Operação da Polícia Federal (PF) nesta segunda-feira.
As viaturas da Superintendência da Polícia Federal no Piauí foram preparadas na manhã de domingo para a operação.
Também foram registradas condenações por fraudes no recebimento de benefícios previdenciários e funcionamento clandestino de emissoras de radiodifusão. Nelas, os réus têm sido condenados às penas de reclusão, com conversão para a prestação de serviços comunitários, e ao pagamento de multas.
O MPF no Estado do Piauí expediu 324 recomendações ao longo do ano, com o objetivo de sanar irregularidades pela via extrajudicial.
Em 2014, os procuradores da República no Piauí instauraram 200 Inquéritos Civis Públicos e 122 Procedimentos Preparatórios com o intuito de apurar supostas irregularidades.
O combate à corrupção é prioridade, segundo o Ministério Público Federal nos próximos anos e a instituição tem o compromisso de incrementar cada vez mais sua atuação e promover o cumprimento dos direitos e garantias constitucionais à sociedade.
Fonte: Meio Norte

Hospitais recusam pacientes por greve de enfermeiros

Hospital Getúlio Vargas e Hospital Infantil não estão mais recebendo pacientes, de acordo com o Sindicato dos Enfermeiros, Auxiliares e Técnicos em Enfermagem do Estado do Piauí (Senatepi). Hospitais de Teresina, Campo Maior, Parnaíba, Bom Jesus e Floriano estão com o atendimento reduzido desde a manhã da última sexta-feira (24) quando foi deflagrada a greve dos trabalhadores em enfermagem no estado. Segundo informações da categoria, o movimento paralisou em 70% os atendimentos de 11 hospitais públicos do Piauí. De acordo com o Senatepi, durante a paralisação serão mantidos os atendimentos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), urgência e emergência, mas os serviços ambulatoriais e cirurgias eletivas deverão ser remarcados. A Maternidade Dona Evangelina Rosa, o Natan Portela, o Hospital do Mocambinho e o Areolino de Abreu só têm 30% do funcionamento e o Hospital de Urgência de Teresina, o Hospital do Dirceu e o do Promorar, por terem administração mista do estado e da prefeitura, têm o atendimento menos prejudicado, mais ainda assim, os trabalhadores estaduais da categoria estão parados. 

Em assembleia geral da categoria realizada na manhã desta segunda-feira (27), no Senatepi, foi decidida a manutenção da greve. Segundo o diretor do sindicato, Francisco Alex do Nascimento da Silva, o governo não quer ceder e nega direitos assegurados na Constituição Federal, como insalubridade e adicional noturno. “O governo não quer dar o braço a torcer nem para a categoria, nem para a população, que é quem mais sofre com a paralisação. Tem absurdos que precisam ser resolvidos, por exemplo, um técnico de enfermagem ganha R$ 550,00 por dez plantões. O número de funcionários já é mínimo e todo mundo tem que cumprir uma carga horária muito grande pra suprir a insuficiência de trabalhadores, mas ganhar menos de um salário por dez plantões é inaceitável”, declarou. Ainda na sexta-feira (24), o Governo do Estado apresentou proposta de negociação para pôr fim à paralisação. Dentre as propostas apresentadas, foi negociada a implantação da insalubridade, sendo 50% em dezembro e 50% em março de 2016; a regulamentação da gratificação GIMAS em agosto de 2015 e a implantação do adicional noturno, com 50% em dezembro e 50% em março de 2016. Quanto ao reajuste do plantão extra, apenas seria implantado a partir de março de 2016 sendo enfermeiro para R$ 220, técnico para R$ 100 e auxiliar R$ 80. Em relação à implantação do Plano de Cargos e Carreiras e Salários, a discussão ficaria para janeiro de 2016. 

De acordo com o diretor de comunicação do Senatepi, o governo precisaria rever a discrepância entre o salário dos médicos e dos enfermeiros. “Enquanto um médico tem inicial de R$ 7 mil, um enfermeiro começa ganhando R$ 1,7 mil. Não há tratamento igualitário. Se quisessem usariam a verba da gratificação GIMAS para todos e não somente para os médicos, como acontece hoje. E olha que não estamos nem falando de reajuste de salário, só queremos nossos direitos que já são reconhecidos”, relatou Francisco Alex.
Nesta terça-feira (28) está marcada para as 8h, no auditório do Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (Coren-PI), mais uma assembleia geral da categoria. Às 9h será realizada uma manifestação em frente ao HGV e às 16:30 os trabalhadores se reunirão em frente a Maternidade Dona Evangelina Rosa.

Fonte: Portal AZ

Concurso do IBGE é autorizado; são 600 vagas de nível médio e superior

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) foi autorizado a realizar um novo concurso para um total de 600 vagas. A autorização foi dada pelo Ministério do Planejamento Orçamento e Gestão (MPOG) por meio da portaria nº 302 publicada no "Diário Oficial da União" desta segunda-feira (27).
Serão 90 vagas para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística (nível superior), 50 para tecnologista em informações geográficas e estatística (nível superior) e 460 para técnico em informações geográficas e estatística (nível médio).
O último concurso do IBGE foi realizado em 2013 quando 132,6 mil candidatos disputaram 432 vagas de níveis médio e superior. Os salários variaram de R$ 2.813,10 a R$ 8.907,45. A organizadora foi a Cesgranrio. Foram 300 vagas para técnico em informações geográficas e estatísticas, 60 para analista de planejamento, gestão e infraestrutura em informações geográficas e estatística, 60 para tecnologista em informações geográficas e estatística e 12 para pesquisador em informações geográficas e estatísticas. O resutlado final foi divulgado em fevereiro de 2014.
O novo concurso público não poderá contemplar a localidade prevista no anexo I do edital nº 2/2013, que rege o concurso atualmente vigente, para a qual haja candidato aprovado e não convocado.
O provimento dos cargos nos quantitativos previstos deverá ocorrer a partir de dezembro de 2015, e está condicionado à existência de vagas na data da nomeação; e à declaração do respectivo ordenador de despesa, quando do provimento dos referidos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.
O prazo para publicação do edital de abertura do concurso público será de até seis meses, contado a partir da data de publicação desta portaria, ou seja, até janeiro de 2016.
Fonte: Com informações do G1

1 PM para 796: Piauí tem o segundo menor efetivo de Polícia Militar do país


Um estudo realizado pelo G1 aponta o Piauí como Estado com menos efetivo de policiais civis, com um policial para 3.668 habitantes. A média está acima do dobro da nacional, que é de um policial civil cada 1.674 habitantes. O levantamento foi realizado de acordo com dados obtidos com as secretarias de Segurança dos Estados, em 2014
Em relação ao efetivo da Polícia Militar, o Piauí se destaca como o segundo Estado com menor números de PMs: um para cada 796 habitantes, ficando atrás apenas do Maranhão. A média nacional é de um policial militar para cada 471 habitantes. O levantamento ainda mostra que o número de homicídios no Piauí em 2014 subiu 31% em relação a 2013. Em 2014, foram contabilizados 659 homicídios, resultando em uma média de 20,6 homicídios a cada 100 mil habitantes. 
Embora o número de efetivo das corporações tenha aumentado, a demanda de habitantes no Brasil também aumentou nos últimos três anos. Em 2012, de acordo com o Ministério da Justiça, o contingente era de 413.920 PMs e 112.424 policiais civis – o que correspondia a 1 PM para cada 469 habitantes e um policial civil para cada 1.725 pessoas.
O Distrito Federal tem 1 PM para cada 190 moradores. Considerando as diferenças entre os Estados, a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) diz que não há padrão nacional e que cada Unidade da Federação tem a fixação de seu efetivo por lei.
O comandante da Polícia Militar do Piauí, coronel Carlos Augusto, contesta os dados e afirma que Piauí trabalham 6.000 policiais militares, com uma média de 1 PM para 500 habitantes, aproximadamente. “É uma conta direta. Temos 6.000 policiais para uma população de três milhões de pessoas, aproximadamente. E estamos formando mais 400 militares, que devem ser nomeados e enviados para o interior, onde há uma necessidade de fortalecer os extremos do Estado”, explica.
De acordo com o secretário de Segurança do Piauí, Fábio Abreu, comparando 2014 com 2015, já houve uma redução na violência. “Considerando já os dados dos primeiros meses de 2015, tivemos uma redução de 10% dos crimes no Estado e de 50% em Teresina”, afirma. Segundo ele, 400 policiais militares, 200 policiais civis e 48 delegados devem ser nomeados ainda este ano, devendo reduzir os índices de violência no Piauí.
Fonte: Portal O Dia

domingo, 26 de julho de 2015

Acidente na BR-135 próximo a Corrente deixa 4 mortos da mesma família


O acidente aconteceu hoje(26) às 7h  da manhã a aproximadamente 11km de Corrente no sentido Teresina.
Um siena preto que vinha de Cristino Castro com destino a Brasília teria invadido  a pista Contrária, colidindo com um caminhão Guincho.
As quatro pessoas que estavam no siena morreram na hora, tiveram seus corpos dilacerados e sacados do veículo. João Batista Conceição Silva de 34 anos, sua esposa Eliene de Sousa Silva e os filhos M.C.S (14) e J. V. S  Vilva (7).
Um ônibus da Brasil Tur que trafegava atrás dos veículos  que colidiram foi atingido pelo motor no siena que ficou na pista, mas ninguém ficou ferido.
Partes dos corpos ficaram espalhados no cenário do acidente. “Tudo indica que o motorista do siena dormiu ao volante, pois testemunhas disseram que fazia zig zag na pista, até ir para a contra-mão, quando houve o acidente.” Disse o PM Júlio Cesar.
Próximo ao local a aproximadamente 15 dias houve  outro acidente com vítima fatal.






Na foto o que sobrou do siena

Fonte: Portal F10

Edital do concurso para juiz sai em três semanas

 juíza auxiliar da Presidência do TJ-PI, Melissa Pessoa
Em até três semanas deve ser lançado o edital do concurso público que oferecerá vagas para juízes do Tribunal de Justiça do Piauí. A afirmação é da juíza auxiliar da Presidência do TJPI, Melissa Lima Pessoa, que participou da reunião realizada na semana passada, na sede do TJ, da Comissão de Concurso para Magistrados do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI).
Melissa disse que não pode adiantar informações como quantidade de vagas, remuneração, nem data do certame, pois isso será divulgado no edital. “O concurso acontecerá este ano, mas só será concluído no próximo, pois serão cinco etapas e ainda haverá o curso de formação”, declarou a magistrada. No início do ano, porém, o TJ previa que seriam 25 vagas. O concurso para juízes é bastante aguardado, pois tanto o TJ como entidades como a Associação dos Magistrados Piauienses e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) reconhecem a carência de magistrados nas comarcas piauienses. 
“Com a realização do concurso, poderemos efetivar a instalação de novas unidades judiciárias, algumas delas inclusive já criadas por lei, a exemplo dos Juizados Especiais Cíveis e Criminais (JECCs) de São João do Piauí e Canto do Buriti e do segundo Juizado de Parnaíba”, declarou Willian Guimarães, presidente da OABPI.
De acordo com a entidade, a carência de profissionais e magistrados atrapalha o trabalho dos advogados. Willian Guimarães ressalta que a situação é mais grave nas comarcas do interior do estado. De acordo com ele, em algumas cidades existe apenas um servidor trabalhando a serviço do Poder Judiciário.
Fonte:  Jornal O Dia

sexta-feira, 24 de julho de 2015

Governo do Estado pretende dobrar número de cirurgias no hospital de Corrente

Margarete Coelho em audiência com o secretário de Saúde, Francisco Costa,
e a diretora da Vigilância Sanitária, Tatiana Chaves
 A governadora em exercício, Margarete Coelho, requisitou, nesta sexta-feira (24), um levantamento para a criação de um novo centro cirúrgico no Hospital Regional de Corrente, no extremo sul do Piauí. A idéia é dobrar o número de operações médicas, oferecidas aos moradores da cidade e de municípios circunvizinhos.

“Temos pessoal competente e suficiente para aumentar o atendimento. Vamos viabilizar as condições para dobrar o número de cirurgias no hospital”, disse Margarete Coelho. Em audiência com o secretário de saúde, Francisco Costa, a governadora em exercício também recebeu a previsão de dez dias para funcionamento do mamógrafo do hospital, que será o primeiro da rede pública a funcionar na região.“Faltava uma peça que já foi adquirida. Em dez dias as mulheres já deverão dispor dessa ferramenta importante de prevenção e tratamento do câncer de mama”, ressaltou.

São Raimundo Nonato

A população de São Raimundo Nonato também será beneficiada com melhorias na área de Saúde. O Governo do Estado vai licitar um Centro de Parto Normal para o Hospital Regional Senador Cândido Ferraz. A unidade é a principal referência em saúde para 13 municípios da região. A governadora Margareth Coelho anunciou que está autorizada a elaboração do projeto de reforma dos setores de urgência e emergência e construção da unidade de cuidados intermediários, obra que terá convênio com o Ministério da Saúde.

Fonte: GP1

Candidatos devem estar atentos a datas um ano antes das eleições

A filiação partidária, o domicílio eleitoral e a criação de partidos políticos devem ter seus processos realizados e aprovados um ano antes das eleições para quem deseja se candidatar a um cargo eletivo. Essa data é um divisor de águas no processo eleitoral e acolhe o princípio da segurança jurídica. A segurança jurídica concede ao cidadão a certeza das consequências dos atos praticados.
Pela legislação eleitoral essa data é um marco no calendário das eleições, a partir do qual não poderão ser mudadas as regras e nem alguns fatos já constituídos.
Filiação
Como no Brasil não há a possibilidade de candidaturas avulsas, todo candidato deve ser filiado a um partido político há pelo menos um ano antes da data fixada para o pleito, conforme dispõem os artigos 18 e 20 da Lei das Eleições (Lei 9504/1997). A filiação partidária é o ato pelo qual um eleitor aceita, adota o programa e passa a integrar um partido político. Esse vínculo que se estabelece entre o cidadão e o partido é condição de elegibilidade, conforme disposto no artigo 14 da Constituição Federal. Só pode se filiar a uma legenda quem estiver em pleno gozo dos direitos políticos.
Mas há cidadãos ocupantes de cargos públicos que não estão submetidos a esse prazo de filiação partidária, como os magistrados, integrantes de tribunais de contas, membros do Ministério Público e militares.
O magistrado, os membros de tribunais de contas ou Ministério Público que quiserem concorrer à eleição devem se filiar a um partido até seis meses antes do pleito, devendo se exonerar do cargo na Justiça ou na Corte de contas.
Por sua vez, o militar da ativa com mais de 10 anos de serviço, não detentor de cargo no alto comando da corporação, deve, primeiramente, ser escolhido em convenção partidária para disputar uma eleição. A partir dessa data, é considerado filiado ao partido, devendo comunicar à autoridade a qual é subordinado para passar à condição de agregado. Se eleito, será transferido para a inatividade. Se contar com menos de 10 anos de serviço, após escolhido em convenção, também será transferido para a inatividade. Em ambas as situações o militar não precisa, assim, respeitar a regra geral de um ano de filiado a uma legenda antes do pleito.
A Lei dos Partidos Políticos (Lei 9096/1995) proíbe expressamente que alguém esteja filiado a mais de um partido, devendo, na hipótese de coexistência de duas ou mais filiações, a Justiça Eleitoral determinar o cancelamento das mais antigas, prevalecendo somente a mais recente.
As informações sobre relações oficiais de filiados a agremiações políticas podem ser obtidas no site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), assim como a emissão de certidão de filiação partidária. As siglas podem cadastrar seus representantes para utilização de ferramenta própria da Justiça Eleitoral (Filiaweb) com o objetivo de gerenciar suas relações de filiados (inclusões, alterações e exclusões de registros de filiações).
Criação de partidos
No Brasil, a Constituição Federal assegura a livre criação, fusão, incorporação e extinção de partidos políticos, desde que sejam resguardados a soberania nacional, o regime democrático, o pluripartidarismo e os direitos fundamentais da pessoa humana.
No entanto, a Lei das Eleições restringe a participação nos pleitos dos partidos criados a menos de um ano antes da eleição. Com isso, as legendas criadas em vésperas de eleições, delas não participam. Assim, ao eleitor é dada a segurança de saber, um ano antes, quais partidos estarão aptos à disputa.
Domicílio Eleitoral
O domicílio eleitoral serve para organizar todo o conjunto de eleitores, o que permite à Justiça Eleitoral realizar as eleições em todo o país. É no domicílio eleitoral do cidadão que ele poderá disputar as eleições. Nesse contexto, não poderá uma pessoa com domicílio eleitoral em determinada localidade pleitear o registro de sua candidatura em outra.
É possível ter domicílio eleitoral em local diverso do qual efetivamente reside, por exemplo, onde se encontrem membros da família, onde se promovam projetos beneficentes (social ou comunitário), onde seja proprietário de empresa ou de investimentos relevantes (patrimonial, negocial ou econômico), onde exerça advocacia, consultoria ou mantenha contrato de trabalho, onde já tenha sido candidato ou tenha participado de atividade política, entre outros.
Fonte: TSE

quinta-feira, 23 de julho de 2015

Paróquia de Nossa Senhora Divina Pastora informa programação do Festejo 2015 em Gilbués


Fonte: Paróquia de N. S. Divina Pastora

Tentativa de fuga de detentos de alta periculosidade no município de Bom Jesus

Terça (21/07), por volta das 12h30, Policiais Militares da Cia de Bom Jesus abortaram uma tentativa de fuga na Penitenciária Regional Dom Abel Alonso Nunez.
Na ocasião, 3 detentos, dentre eles o preso conhecido como “MACAUBA”, tentaram fugir utilizando uma corda feita com lençóis,  conhecida por “teresa”.
Ao perceber a movimentação, três policiais militares que faziam a guarda externa do presídio acionaram a patrulha sob o Comando do Cabo Sa Matos, evitando a fuga.

Francisco Francivan Costa de Morais paga pena por tráfico de drogas em Curimatá

Rubensnil dos Santos Silva cumpre NE por trafico de drogas em Brasília por um homicídio em Brasília e outro no estado do Goiás

Marcos Abade do Nascimento, “Macauba”, paga pena por furto por roubo com arma de fogo e tentativa de homicídio


Fonte: 180Graus/Bom Jesus; edição: Portal Corrente

quarta-feira, 22 de julho de 2015

Redução do FPM ameaça salários de servidores no PI

Cerca de 95% dos municípios piauienses vêm sofrendo com a redução do Fundo de Participação, que segundo a Secretaria da Fazenda, já diminuiu em torno de R$ 20 milhões só no último mês. A queda ameaça atrasar os salários dos servidores e a paralisar obras.
A Associação Piauiense de Municípios (APPM) afirmou que 95% das prefeituras estão com algum tipo de atraso no pagamento das contas. O segundo vice-presidente da entidade, Marcos Vinícius Dias, destacou que só os primeiros repasses do mês de junho apresentaram uma queda de cerca de 20%, em comparação ao mesmo período do ano passado.
"Nós enfrentamos a maior crise financeira dos últimos 50 anos. Estamos hoje recebendo o segundo repasse de junho e comprovamos uma queda de 21,44% em relação ao mesmo período de 2014. A situação dos municípios é de insolvência e de falência", frisou.
A prefeitura de São Pedro do Piauí está enfrentando dificuldade para concluir várias obras. O prefeito Raimundo Ferreira alega que o dinheiro do Fundo de Participação do Município, principal fonte de renda, diminuiu.
"É preciso requerer através do estado e outros órgãos que possam nos fornecer equipamentos especiais, como trator de esteira, para que se possa tentar viabilizar. Assim mesmo eu acho inviável fazer algumas estradas, porque hoje não temos uma condição lógica e técnica", declarou o prefeito.
No estado o cenário também não é animador. Um dos problemas é o fluxo de caixa, ou seja, o que é arrecadado não está sendo suficiente para cobrir as despesas. O governo estadual não descarta a possibilidade de um possível atraso nos próximos meses na folha de pagamento dos servidores.
"O risco sempre existe numa situação de crise e que a gente não vê ainda solução em curto prazo. Estamos nos equilibrando, fazendo todo o esforço e neste momento a receita do estado é que tem sustentado. A negociação com as categorias de servidores e os cortes nos custeios dos cofres públicos, tem gerado algumas insatisfações, mas isto é necessário para que não tenhamos o atraso salarial", explicou o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles.
Segundo o secretário de Fazenda, os repasses do governo federal em relação aos Fundos de Participação tanto para o estado quanto o município estão oscilando muito. Nos últimos sete meses houve um crescimento de apenas de 6%, bem abaixo da inflação do período. "Isto atrapalha muito as receitas, o fluxo de caixa do estado, porque o FPE ainda é a metade da receita do nosso estado", frisou Fonteles.
  
Fonte: G1

segunda-feira, 20 de julho de 2015

Expedição Cabeceiras do Rio Parnaíba

Organizadores: Carlos Rodrigues - Gilbués e Dime - Teresina

Fernando Santos denuncia que 121 delegados atuam em Teresina e apenas 30 no interior do Estado

Promotor Fernando Santos
Com 224 municípios, o Piauí conta com 151 delegados, sendo que destes, apenas 30 atuam no interior do Estado e 121 em Teresina. A denúncia foi feita pelo promotor Fernando Santos, nesta segunda-feira (20), através de sua conta pessoal no Facebook.

Fernando Santos destacou ainda que dos 121 delegados que atuam em Teresina, sete foram cedidos para outros órgãos. Foram três para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), dois para a Secretaria de Justiça, um para a Secretaria de Cidades e um para a Prefeitura de Teresina.

Ainda no mês de junho, o Ministério Público Estadual expediu recomendação para que delegados removidos para Teresina retornem para o interior. Em entrevista ao GP1, o promotor Fernando Santos disse que a recomendação expedida ao delegado Riedel Batista, ainda não foi acatada. “No começo de junho expedimos essa recomendação para que o delegado geral retorne para o interior os delegados que foram removidos para Teresina. Até o momento a nossa recomendação não foi acatada. Vamos dar mais um tempo e se eles não tomarem uma decisão em relação a isso, nós vamos averiguar as medidas cabíveis para tentar resolver essa situação”, disse o promotor.

Outro lado


O secretário da Segurança Fábio Abreu e o delegado geral Riedel Batista não foram localizados para comentar denúncia do promotor Fernando Santos.

Fonte: GP1

sexta-feira, 17 de julho de 2015

Prefeitos do extremo Sul do Piauí reivindicam mais segurança para a região

Prefeitos do extremo Sul do Piauí estão assustados com a violência na região. Preocupados com os altos índices de crimes, eles planejam uma reunião com secretário estadual de Segurança, Fábio Abreu. O desejo é aumentar o policiamento em cidades como Curimatá, Redenção do Gurgueia, Riacho Frio, Avelino Lopes, Morro Cabeça no Tempo, Parnaguá e Júlio Borges.
"Estamos precisando urgentemente de segurança no extremo Sul. Há roubos de motos e assaltos pessoas e comércios praticamente todos os dias. E a população ainda acha que os culpados são os prefeitos. Mas segurança pública é responsabilidade do Governo do Estado", desabafou Reidan Kleber Maia de Oliveira (PMDB), prefeito de Curimatá, a 775 quilômetros de Teresina. Segundo Reidan, uma moto foi roubada em Curimatá nesta quinta-feira (16). Além disso, uma pessoa foi assaltada na estrada que liga Avelino Neiva a Morro Cabeça do Tempo. "Nesse assalto, levaram R$ 20 mil", comentou o prefeito. "Estamos totalmente desassistidos na nossa região. Do jeito que está, não tem condição", complementou.
O principal desejo dos prefeitos da região é ver aumentar o policiamento nas cidades. "Estamos tentando marcar uma audiência com o secretário Fábio Abreu. São cerca de 50 mil pessoas afetadas nessas cidades. A gente fica sem ter por quem buscar. O policiamento é pequeno. O que a gente quer é que aumente o efetivo e o número de viaturas. Tem cidade polo onde os carros da polícias não prestam mais e são verdadeiras sucatas".
Fonte: CidadeVerde

quinta-feira, 16 de julho de 2015

Em Riachão, cinco são mortos em confronto com a PF e a PM

Uma tentativa de assalto a uma agência do Banco do Brasil da cidade de Riachão, a 920 km de distância da capital maranhense, terminou com cinco suspeitos mortos em confronto com a Polícia Militar do Maranhão (PM-MA) e Polícia Federal (PF), na madrugada desta quarta-feira (15). Um sexto homem fugiu ferido.
De acordo com o tenente-coronel Medeiros, da PM-MA de Balsas, no sul do Maranhão, o grupo de mais de dez homens se separou em duas partes: uma se deslocou para realizar um cerco aos policiais militares e outro à agência bancária. Foram recuperados, na ação, dois automóveis: uma caminhonete e um carro de passeio.
A PM-MA realiza buscas aos fugitivos na região sul do Maranhão.
Veículo utilizado na fuga dos criminosos em Riachão (MA) (Foto: Flávio Aires)

Interior da agência em Riachão (Foto: Flávio Aires)


Fonte: G1

Tribunal de Justiça concede habeas corpus a acusado de comandar esquema de fraudes em empréstimos consignados em Corrente

O Tribunal de Justiça concedeu nesta quinta-feira (16) o  Alvará de Soltura a Marcio Glaydson Cunha Nogueira, acusado de comandar um esquema de fraude em empréstimos consignados no município de Corrente e cidades vizinhas.
A decisão deu-se em sessão ordinária da Egrégia 2ª Câmara Especializada Criminal nesta quarta-feira (15), em Teresina, onde votaram a favor os Desembargadores Joaquim Dias Santana Filho e Fernando Carvalho Mendes, contra o voto da Relatora, a Desembargadora Eulália Maria Pinheiro.
Preso desde 19 do último mês, o acusado alega inocência, conforme afirma o advogado de defesa, Dr. Joaquim Magalhães. “Agora vamos trabalhar para absolver Márcio e demonstrar que não existe prova nenhuma contra o mesmo e as que têm, são imprestáveis pela forma que foram colhidas pelo Ministério Público”.
Já o Promotor de Justiça Dr. Rômulo Cordão afirma que o Ministério Público respeita a decisão, embora discorde. "Buscaremos outras formas legais para garantir que ele permaneça na comarca", colocou.
O promotor também afirma que, embora o acusado tenha recebido o habeas corpus, ele continua sendo indiciado.

Entenda o caso
Em março de 2015, o Ministério Público prendeu cinco pessoas, dentre eles advogados e coiotes, acusados de fraudar empréstimos consignados, onde as principais vítimas do esquema eram aposentados e analfabetos. Até o momento foram apurados mais de R$ 1 milhão em fraudes, somente no ano passado. 

Fonte: Portal Corrente