quinta-feira, 16 de julho de 2015

Tribunal de Justiça concede habeas corpus a acusado de comandar esquema de fraudes em empréstimos consignados em Corrente

O Tribunal de Justiça concedeu nesta quinta-feira (16) o  Alvará de Soltura a Marcio Glaydson Cunha Nogueira, acusado de comandar um esquema de fraude em empréstimos consignados no município de Corrente e cidades vizinhas.
A decisão deu-se em sessão ordinária da Egrégia 2ª Câmara Especializada Criminal nesta quarta-feira (15), em Teresina, onde votaram a favor os Desembargadores Joaquim Dias Santana Filho e Fernando Carvalho Mendes, contra o voto da Relatora, a Desembargadora Eulália Maria Pinheiro.
Preso desde 19 do último mês, o acusado alega inocência, conforme afirma o advogado de defesa, Dr. Joaquim Magalhães. “Agora vamos trabalhar para absolver Márcio e demonstrar que não existe prova nenhuma contra o mesmo e as que têm, são imprestáveis pela forma que foram colhidas pelo Ministério Público”.
Já o Promotor de Justiça Dr. Rômulo Cordão afirma que o Ministério Público respeita a decisão, embora discorde. "Buscaremos outras formas legais para garantir que ele permaneça na comarca", colocou.
O promotor também afirma que, embora o acusado tenha recebido o habeas corpus, ele continua sendo indiciado.

Entenda o caso
Em março de 2015, o Ministério Público prendeu cinco pessoas, dentre eles advogados e coiotes, acusados de fraudar empréstimos consignados, onde as principais vítimas do esquema eram aposentados e analfabetos. Até o momento foram apurados mais de R$ 1 milhão em fraudes, somente no ano passado. 

Fonte: Portal Corrente