sábado, 29 de agosto de 2015

Obras para hospitais de Corrente, Curimatá e Bom Jesus são autorizadas

Hospital Regional de Corrente
Gilbués mais uma vez fica de fora. As obras para os hospitais regionais de Corrente, Curimatá e Bom Jesus, no sul do Piauí, foram autorizadas nessa sexta-feira (29). O secretário de Estado da Saúde, Francisco Costa, esteve nos municípios e disse que as construções incluem desde pequenas intervenções a adequações de espaços para implantação de Centro de Parto Normal. 
As visitas ocorreram durante esta sexta (28), e são partes de um calendário para conhecer in loco as necessidades de todos os hospitais geridos pelo Estado. Outra importante obra para a região foi autorizada: a reforma e ampliação da Regional de Saúde. Para o Hospital Regional João Pacheco Cavalcante, em Corrente,foi autorizada a elaboração de projeto para intervenções e ainda a adequação de espaço para implantação de Centro de Parto Normal. A unidade hospitalar realiza uma média de 50 partos por mês, atendendo a uma população estimada de mais de 100 mil habitantes, de dez municípios, incluindo também cidades da Bahia.
Em Curimatá, para Hospital Local Júlio Borges de Macedo, foi autorizada a elaboração de projeto para reforma da estrutura física. cozinha, almoxarifado e construção de muro são as intervenções previstas.
Em Bom Jesus, Francisco Costa visitou as obras da Unidade de Pronto Atendimento (UPA). Com estrutura física bastante avançada, o secretário autorizou a imediata urbanização e paisagismo do entorno da Unidade. "Em pleno funcionamento, a UPA vai atender toda demanda de urgência da região, desafogando o hospital regional. Enquanto damos celeridade a obra, vamos trabalhando na aquisição de equipamentos, para podermos oferta mais este serviço à comunidade", explica Francisco.
Também em Bom Jesus, para o Hospital Regional Manoel de Sousa Santos, o secretário autorizou a aquisição de equipamentos.

Mutirão de cirurgias
Para reduzir a fila de espera, evitando que os pacientes se desloquem para Teresina, o Hospital de Bom Jesus vai intensificar a oferta de cirurgias de vesículas. A proposta, já aprovada pelo secretário de Saúde, é realizar os procedimentos aos sábados, contemplando cerca de 100 pacientes.
Fonte: Cidade Verde