domingo, 20 de setembro de 2015

Comprar voto é um crime tão grave quanto o latrocínio, diz presidente do TRE

 Edvaldo Moura, presidente do TRE-PI
O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PI), desembargador Edvaldo Moura, falou ao Diário do Povo sobre reforma política e que a mãe da corrupção na administração pública nasce quando eleitor e candidato negociam o voto.
O desembargador considera crime semelhante ao latrocínio aceitar qualquer benefício, dinheiro ou promessa de vantagem em troca do voto. O desembargador é enfático em dizer que o brasileiro tem que ser responsável pelas suas ações e que enquanto isso não acontecer, a corrupção continuará uma constante no país.
"Eu já achava que o financiamento de empresas a partidos e candidatos já não era coisa que viesse ao encontro dos interesses do país, que tem passado por seríssimos problemas. Mas vem o Congresso Nacional e faz uma reforma dessas", disse.
Fonte: Com informações do jornal Diário do Povo