quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Justiça bloqueia R$ 4 milhões da ex-prefeita Lidiane Rocha

  Lidiane Rocha, ex-prefeita de Bom Jardim,
A Justiça do Maranhão decidiu, a pedido do Ministério Público do Estado, bloquear 4,1 milhões de reais em bens da ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Rocha (PP), que ficou conhecida como “Prefeita ostentação”. A decisão é do dia 21 de setembro, mas foi só foi divulgada nesta quarta-feira.

As empresas A. O da Silva e Cia LTDA e A4 Serviços de Entretenimento e seus proprietários também tiveram os bens bloqueados, no valor de 1.377.299,77 reais e 2.788.446,67 reais, respectivamente, por supostamente participarem de esquema de corrupção. A decisão é resultado de duas ações civis por atos de improbidade administrativa. Nos processos, ainda figura como réu o ex-marido de Lidiane, Beto Rocha, que também é ex-secretário do Município de Bom Jardim.

As ações apontam irregularidades em duas licitações da prefeitura que envolvem as empresas A. O da Silva e Cia LTDA e A4 Serviços de Entretenimento, referentes à reforma de treze escolas municipais e a um contrato para locação de veículos.

Lidiane Rocha ficou nacionalmente conhecida após desvio de quase R$ 14 milhões dos cofres públicos, através de licitações fraudulentas e uso de empresas fantasmas. Vaidosa, a prefeita ostentação exibia nas redes sociais uma vida de luxo, incompatível com sua declaração de bens à Justiça Eleitoral.
Lidiane Rocha

Prisão

A ex-prefeita de Bom Jardim se apresentou à Polícia Federal em 28 de setembro após 39 dias foragida. Lidiane, que teve o mandato cassado, está detida no Quartel do Corpo de Bombeiros e deverá ser transferida para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, considerado o mais violento do estado do Maranhão.

Fonte: GP1