domingo, 29 de novembro de 2015

Trecho de Teresina a Barreiras-BA é considerado um dos piores do país

Viajar de carro (ou com qualquer outro veículo) pelas rodovias do país pode ser uma tarefa para lá de arriscada. Segundo levantamento da Confederação Nacional de Transporte (CNT), falta de tudo na malha rodoviária brasileira.
Para se ter uma ideia, apenas 12% das estradas que cortam o Brasil são pavimentadas.
Os trechos de rodovias listados nesta reportagem, contudo, desafiam essa sina. Em todos os quesitos avaliados pela pesquisa, as estradas aqui apresentadas tiveram notas satisfatórias.
As dez melhores ligações rodoviárias do Brasil guardam ao menos duas características em comum: elas são administradas por concessionárias e, majoritariamente, ligam cidades do estado de São Paulo.
Na pesquisa aparece o trecho Teresina-PI a Barreiras-BA na lista dos piores trechos para se viajar de carro. A classificação geral ficou como Regular e a posição no ranking foi de 101 ª. As rodovias que englobam esse trecho são: BR-020, BR-135, BR-235, BR-343, PI-140, PI-141/BR-324, PI-361.
O retrato faz sentido. De acordo com o estudo, no ano passado, o governo investiu o equivalente a 165 mil reais por cada quilômetro das rodovias federais. Já as concessionárias destinaram mais do dobro nas estradas por elas gerenciadas.
O resultado da diferença de investimentos é patente: do total de rodovias concedidas, 78,3% da extensão foi avaliada de maneira satisfatória. Entre as estradas geridas pelos governos federal ou estadual, 65,9% apresentam alguma deficiência.
Veja, a seguir, as piores ligações rodoviárias do país.

Fonte: Exame