quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Pelo menos 50 pessoas podem perder o emprego em Gilbués

Com a necessidade de se adequar à Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), a Prefeitura Municipal de Gilbués vem tomando diversas medidas no sentido de reduzir gastos, e uma das decisões mais drásticas que poderá ser tomada será a demissão dos servidores aprovados no último concurso realizado pela prefeitura, pois estes ainda estão em estágio probatório, são cinquenta pessoas que conseguiram entrar no serviço público de forma legal e legítima, com muita dedicação e estudo. Uma saída para que não ocorra essas demissões seria a aprovação do Projeto de Lei 129/2015, do Executivo Municipal, que cria o Fundo Previdenciário e estabelece o Regime Próprio de Previdência Social, no município de Gilbués. Pelo menos três tentativas de aprovação do Plano já foram feitas, mas a Câmara não aprovou. O que se espera agora é que haja bom senso e negociação entre o Executivo Municipal, Sindicato dos Servidores e Vereadores para um acordo e não ocorra esta catástrofe em nosso município.