quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Rodrigo Janot participa de inauguração da sede do MPF no Piauí

Inauguração da nova sede do Ministério Público Federal no Piauí
A nova sede do Ministério Público Federal no Piauí foi inaugurada, nesta quinta-feira (09), com a presença do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. O evento aconteceu na Semana Nacional de Combate à Corrupção. “Um prédio como esse, além de dá dignidade àqueles que trabalham aqui, dará dignidade também ao cidadão que vê no Ministério Público o seu suporte para seus direitos resistidos. É abrir as portas para a cidadania”, disse a governadora em exercício, Margarete Coelho. O Procurador-Geral de Justiça do Piauí, Cleandro Moura, comentou a importância da nova sede. “Há uma cooperação do Ministério Público Estadual e Federal e com esse espaço nós vamos ampliar esse atendimento e desenvolver atuação conjunta em benefício da sociedade, da probidade administrativa e da correta aplicação dos recursos públicos”, declarou. Marco Aurélio Adão, Procurador-Chefe da Procuradoria da República no Piauí, falou da atuação do MPF no combate à corrupção. “O combate à corrupção é uma labuta diária do Ministério Público Federal. Toda atuação administrativa onde há desvios envolvendo recursos públicos federais o MPF atua, esse é um dever diário que não se encerra. O nosso propósito é tornar a corrupção cada vez menos significativa e tendente à extinção no Brasil, embora saibamos que isso talvez seja uma meta impossível”, afirmou.  Em pronunciamento, o Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot, ressaltou a necessidade do posicionamento cético do judiciário contra os atos de corrupção. “Ontem se comemorou o dia internacional de combate à corrupção, vivemos hoje o início de um processo que se quer afirmar, com atuação destacada do Ministério Público Federal, o combate à corrupção. Esse esgoto, essa latrina fétida que vampiriza o dinheiro público, retira dinheiro da saúde, da escola, da segurança pública, este dinheiro surrupiado da sociedade vai atender a objetivos inconfessáveis. Eu acho que o momento exige a postura institucional do Ministério Público. Esse prédio tem que representar para a sociedade do Piauí um referencial de que aqui está o MP que vai defender os recursos federais contra essa chaga que é a corrupção”. O novo prédio tem quase seis mil metros quadrados. Os diversos setores administrativos e jurídicos da unidade estão distribuídos em seis pavimentos, com elevadores, rampas de acesso e banheiros adaptados à pessoas com deficiência. 
Fonte: GP1