segunda-feira, 28 de dezembro de 2015

Secretário de Mineração anuncia que governo irá comprar energia de consumidor

O secretário Estadual de Mineração, Luís Coelho, informou que o Ministério de Minas e Energia irá comprar energias alternativas de consumidores. A proposta é incentivar a produção de energia solar e eólica nas residências e o que sobrar das famílias o governo irá comprar para a manutenção de rede.  Luís Coelho informou que o ministro Eduardo Braga assinou uma portaria estimulando a micro e mini produção de energia. 
“Essa portaria é tudo que os produtores de energia, os vendedores, as pessoas que trabalham com energia solar e energia eólica queriam. Há  uma previsão do governo de investir R$ 100 bilhões até 2030. Tudo isso vai mudar o conceito que se tinha na produção de energia solar e eólica”, disse Luís Coelho. 
Votorantim ganha leilão
Outro reforço de peso para o Piauí se tornar referência em produção de energias sustentáveis é a entrada do grupo Votorantim no Estado. A empresa ganhou o leilão realizado pelo governo federal e já garantiu ao governador Wellington Dias que irão construir um parque de 206 megawatts de potência com investimentos de R$ 1 bilhão e 300 milhões.
“Essa energia tem a finalidade de atender os seus parques industriais lá no Sudeste do País”, afirmou.
Antes do fim do ano, o governador e secretariado irão se reunir com os executivos da Votorantim para tratar sobre o investimento.
Segundo o secretário, o governo do Estado começa a trabalhar a industrialização da energia para que una forças com outros Estados para valer a lei do consumo de energia seja 50% onde produz e 50% onde consome.
“Tenho certeza que o Piauí tem dado passos largos para o desenvolvimento sustentável para a eficiência energética”.
Ele ressaltou ainda que a viagem do governador a Alemanha, Madri, Portugal e Roma foi voltado especificamente para energia sustentável, com resultados bastantes positivos. 

Fonte: CidadeVerde