quinta-feira, 14 de abril de 2016

ALERTA GERAL: PI tem 28 casos suspeitos de H1N1, Bom Jesus e Redenção estão na lista

Alerta geral gripe H1N1 pode ter chegado a região do extremo sul do Piaui, um paciente de Barreiras do Piaui pode está infectado confira abaixo mais informações.


 O Piauí notificou 28 casos suspeitos da Influenza H1N1, com dois óbitos. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (11) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi). Segundo a Sesapi, os casos são classificados por critério clínico e os óbitos estão em investigação.
As notificações são de pacientes residentes em sete municípios e dois do Maranhão: Teresina(15), Palmeirais, Bom Jesus, Monte Alegre, Redenção do Gurgueia, Campo Largo, Baixa Grande do Ribeiro, José de Freitas, Novo Oriente, Capitão de Campos, todos com um caso, Brejo(MA), um caso e Timon(MA), três casos.
NO CASO DE BOM JESUS o paciente foi notificado no Hospital Regional Manoel de Sousa Santos e trata-se de um paciente de Barreirinha-PI.

Por critério epidemiológico, a Sesapi, de acordo com a recomendação do Ministério da Saúde, orienta aos municípios que tiverem casos suspeitos notificados antecipem o calendário de vacinação, mantendo o 30 de abril, como o Dia D de vacinação.

O Piauí já recebeu mais de 188 mil doses da vacina. Ao todo, serão 732.193 doses a serem distribuídas para todos os municípios piauienses. Ainda essa semana, serão recebidas mais 42% das doses, fechando a totalidade de entrega na próxima semana.

A imunização é voltada para os grupos prioritários: crianças de seis meses a menores de 5 anos, gestantes e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), pessoas com mais de 60 anos, trabalhadores da saúde, funcionários do sistema prisional, população privada de liberdade, população indígena, bem como doentes crônicos com recomendação médica, pessoas com problemas respiratórios, cardíacos, com baixa imunidade, dentre outros.

Para o tratamento da Influenza, o Estado disponibiliza 7.500 doses de antiviral Oseltamivir, de nome comercial Tamiflu. Havendo suspeita de Influenza H1N1, o paciente é submetido à medicação e ainda é recolhido amostra para exame laboratorial.
Sintomas e tratamento
A gripe - tanto a H1N1 quanto a H3N2 ou a Influenza B - tem como sintomas febre alta e súbita, tosse, dor de garganta, dor no corpo, dor nas articulações e dor de cabeça. No caso do H1N1, um sintoma que chama a atenção é a falta de ar e o cansaço excessivo.
É importante distinguir a gripe do resfriado comum, que é muito mais leve, com sintomas menos graves como coriza, mal estar, dor de cabeça e febre baixa.
O tratamento deve envolver boa hidratação, repouso e uso do antiviral específico, prescrito pelo médico. Um deles é o Oseltamivir (mais conhecido pela marca Tamiflu), distribuído pela rede pública para hospitais e unidades básicas de saúde.
Trata-se de um antiviral específico contra o vírus Influenza, indicado para pessoas com maior risco de desenvolver complicações. É importante que o paciente consiga tomar a medicação nas primeiras 48 horas do início dos sintomas, para que a eficácia seja maior. O tratamento também pode envolver o uso de analgésicos para aliviar os sintomas.
com informações b1