sexta-feira, 13 de maio de 2016

Chefe de quadrilha que explodiu banco de Curimatá é 5º morto

Mais um envolvido na explosão e tentativa de assalto ao Banco do Brasil de Curimatá, no Sul do Piauí, foi morto na manhã desta sexta-feira (13). Denilton Araquan era o chefe da quadrilha e foi morto após reagir a ação dos policiais. Ele foi o quinto assaltante morto pela polícia. No dia do crime, um deles morreu; na terça-feira (10), outros dois morreram; e na quinta-feira (11) também morreu mais um. Policiais do Piauí, Bahia e Pernambuco estão na zona rural de Morro Cabeça no Tempo, em diligências desde o dia do assalto a fim de capturar os suspeitos do crime. Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), outros três acusados seguem foragidos, mas estão cercados pela polícia. Além dessas mortes, seis deles foram presos. A quadrilha era composta por 14 pessoas. No começo da tarde de hoje (13), a SSP atualizou os nomes dos cincos mortos. São eles: Anaxandro Pereira Matias (Bahia); Edvan José dos Santos, conhecido como Van Van Araquan; Edenilton Aquino do Nascimento, conhecido como Patrão ou Denilton Araquan (Bahia); Everton Diego Moreira, conhecido como Tom, Cego, Ceguinho e Cícero Augusto Freire Rodrigues (Pernambuco).
Denilton Araquan


Policiais em diligências após tentativa de assalto ao Banco do Brasil de Curimatá