sábado, 1 de outubro de 2016

No Piauí, 15 pessoas são presas entre candidatos e prefeitos na véspera da eleição

A Polícia Civil do Piauí divulgou neste sábado (1) boletim informando que 15 pessoas foram presas durante campanha e na véspera da eleição. Ao contrário de Teresina, o interior do Estado vive acirramento entre eleitores, com ocorrência de compra de votos, apreensões em dinheiro e transporte irregular de eleitores.
Barreiras do Piauí
O prefeito de Barreiras do Piauí, Divino Alano Barreira Seraine (PMDB), conhecido como Dr. Alano, foi preso na noite desta sexta-feira (30) - juntamente com dois secretários - acusados do crime de corrupção eleitoral. Com ele foi encontrado a quantia de R$ 57 mil e uma mala com mais de 300 documentos pessoais de supostos beneficiados.
Miguel Alves
No município, um candidato a vereador e um empresário foram detidos com R$ 8 mil em dinheiro.
Lagoa Alegre
A Polícia Civil prendeu sete pessoas e foi apreendido um veiculo Hilux, armas na véspera da eleição. A Polícia apura se existe ligação com crime eleitoral.
Piripiri
A Polícia Rodoviária Federal apreendeu um ônibus suspeito de transporte irregular de eleitores.
Oeiras
Um candidato a vereador foi detido suspeito de compras de votos. Foi apreendido R$ 6 mil.
Fartura
O candidato a prefeito de Fartura do Piauí, Laênio Rommel Rodrigues Macêdo, do PSD, foi detido na madrugada deste sábado (1º), véspera das eleições, com vários santinhos e a quantia de R$ 6,8 mil em espécie. A informação foi da Polícia Militar. 
Ribeiro Gonçalves
Na última terça-feira (27), uma candidata a prefeita, seu candidato a vice, uma candidata a vereadora foram presas em flagrante pela prática de crime de corrupção eleitoral na cidade de Ribeiro Gonçalves, a 560 km de Teresina. A Polícia abriu inquérito para apurar o crime.
O delegado geral, Riedel Batista, informou ao Cidadeverde.com que foi reforçado a segurança nos municípios com histórico de violência e que os delegados estão fazendo plantões no sábado e domingo.
Fonte: CidadeVerde