quinta-feira, 3 de novembro de 2016

Piauí registrou mais de um estupro por dia em 2015, revela anuário da violência

O Estado do Piauí registrou 1,8 caso de estupro e tentativa de estupro por dia, segundo o 10º Anuário de Segurança Pública, divulgado hoje (3), pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. Ao todo, somente em 2015, foram contabilizados 539 estupros, cerca de 1,4 casos diários. O aumento em relação ao ano de 2014 foi de 12%. 
O secretário estadual de segurança, Fábio Abreu, analisou os dados e disse que o aumento já era esperado e que pode ser reflexo de uma maior confiança das vítimas na polícia, o que tem motivado denúncias. 
"Havia essa aprevisao de aumento, porque tivemos forte presença na apuração e elucidação de caso, o que acreditamos que levou as pessoas a terem coragem de denunciar. O estupro é algo complicado de quantificar por questões peculiares desse crime. Mas todos que investigamos, elucidamos  e os culpados estão presos. É um crime que temos que abominar, mudar esse pensamento na base, com as crianças, junto aos adultos e punir rigorosamente os que cometerem", declarou.
De acordo com o Anuário, em 2014 foram registrados 481 casos e, em 2015, 58 casos a mais. Os crimes de estupro incluem o conceito alterado pela Lei Federal 12.015/2009, que configura neste tipo de crime - além da conjunção carnal -, atos libidinosos e atentado violento ao pudor. 
Quanto às tentativas de estupro - que incluem tentativa de atentado violento ao pudor -, foram registrados 113 casos em 2014 e 118 no ano seguinte. 
As taxas indicam que, no Piauí, 16 pessoas foram vítimas de estupro a cada 100 mil habitantes. Quanto às tentativas, 3,7/100 mil foram vítimas. 
Teresina
O aumento dos crimes sexuais na capital piauiense, de 2014 para 2015, foi de 10%. De um ano para o outro, os crimes de estupro foram de 171 para 189. A taxa de vítimas por 100 mil habitantes no ano passado foi de 22. 
Todos os dados, segundo o anuário, baseiam-se em informações da Secretaria de Segurança Pública (SSP) e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
O documento destaca ainda que os registros dizem respeito a ocorrências policiais atendidas, não deixando claro se os casos são exatamente correspondentes à quantidade de vítimas - isso porque mais de uma pessoa pode ter sido violentada sexualmente em um único episódio notificado.
Brasil
Em todo o Brasil, 2015 registrou cerca de 5 mil casos de estupro a menos que em 2014. Ainda assim, os dados são assustadores: em todo o país, foram registrados cinco estupros por hora. O Estado com a maior quantidade absoluta foi São Paulo, com mais de 9 mil estupros e 1,3 mil tentativas. A maior taxa - casos por 100 mil habitantes - foi registrada no Mato Grosso do Sul: 53,9. 
O Estado com menor quantidade total foi Roraima, com 180 estupros em 2015. A menor taxa foi registrada no Espírito Santo: 5,2 casos a cada 100 mil habitantes. 

Fonte: CidadeVerde