quinta-feira, 5 de janeiro de 2017

Prefeito Léo Matos decreta estado de emergência em Gilbués

Após tomar posse da Prefeitura Municipal de Gilbués e receber uma cidade sucateada, o prefeito Leonardo de Morais Matos (PPL), decretou estado de emergência no município. O decreto cita as péssimas condições dos prédios públicos, a ausência de banco de dados, o atraso no pagamento dos servidores,atraso no pagamento das faturas dos serviços públicos, paralisação dos serviços de limpeza e deterioração da frota de veículos do município, dentre outros fatores. O decreto é válido por 60 dias e foi assinado em 02 de janeiro de 2017.