segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Banco do Brasil notifica prefeito de Gilbués Léo Matos

Leo Matos, prefeito de Gilbués
A agência do BB de Gilbués notificou extrajudicialmente o atual prefeito Léo Matos (PPL) a respeito das dívidas deixadas pelo ex-prefeito Francisco Pereira de Sousa, o Chiquinho, que deixou de repassar ao banco os valores que já eram descontados dos funcionários do município.
Na notificação o banco adverte que suspenderá a concessão de novos empréstimos e financiamentos até que a dívida seja paga.
O banco deixa claro na notificação que a suspensão do contrato não desobriga a prefeitura a continuar realizando as consignações das prestações até o pagamento das dívidas de todos os contratos.
Um dos lesados afirma que: "A prefeitura repassou contracheque com margem para a consignação, fiz a mesma para pagar em quatro anos e logo após 3 meses fui demitido. Até hoje estou em dívida com o banco e sem recurso pra pagar."
Em virtude do atraso, os consignados poderão ser inclusos nos órgãos de proteção ao crédito. Há casos de consignados que prestavam serviço a prefeitura que perderam o cargo e estão com dívida junto ao banco. 
Fonte: Portal O Dia