quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Denúncia leva polícia a prender segundo acusado de tráfico em menos de 24 horas

Em menos de 24h, a Polícia Civil do município de Bom Jesus prendeu mais um traficante, depois de receber denuncias anônimas. Desta vez o acusado é Gilson Pereira Rocha, preso no final da tarde desta quarta-feira (08), em sua residência, no Bairro Chapadinha.
A ligação anônima feita a polícia do município indicava a localização exata do esconderijo das drogas do acusado. O delegado regional e sua equipe de investigação se deslocaram até o ponto indicado, com o objetivo de conferir a veracidade da informação e prendê-lo ainda em flagrante.
Segundo a denúncia, a droga estava enterrada num terreno baldio à esquerda da residência do traficante, tendo como ponto de referência uma pedra e um pedaço de papel alumínio ao chão. No local, os policias civis aguardaram Gilson Pereira, o qual, ao chegar pilotando sua motocicleta, foi imediatamente interceptado e vistoriado.
Com ele foram encontrados um aparelho celular e R$ 278,00. Perguntado pelas drogas que comercializava, Gilson negou seu envolvimento com tal atividade ilícita. Os policiais então o levaram até o terreno baldio indicado na denúncia anônima e retiraram a pedra e o pedaço de papel alumínio que marcavam o esconderijo.
Naquele momento já era possível ver uma pequena sacola plástica parcialmente enterrada. Nela foram encontradas 11 (onze) pedras de crack enroladas em papel alumínio. Gilson foi preso e conduzido à Delegacia Regional de Bom Jesus para a lavratura do seu Auto de Prisão em Flagrante.
Outro caso
A Polícia Civil, representada aqui pela 22ª DRPC, prendeu na noite da última terça-feira (07) um acusado de tráfico de drogas no interior do Piauí. Identificado como Antônio Carlos Fonseca Borges, mais conhecido como “Lica”, foi preso às 20h em sua residência, no município de Bom Jesus.

Depois de várias denúncias anônimas, “Lica” foi preso com 16 pedras de crack, R$ 142,00 e um aparelho celular. Durante a abordagem, o acusado não esboçou reação, entretanto, não colaborou com as buscas. As pedras de crack foram encontradas nos seus bolsos, fato que corroborou com sua prisão em flagrante.
Fonte: Portal AZ