quarta-feira, 31 de maio de 2017

População de Barreiras-PI vive momento dramático

Barreiras do Piauí
O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) bloqueou na sessão plenária de quinta-feira (27) do mês de abril, as contas da prefeitura de Barreiras do Piauí, por  não entregar a prestação de contas, referente ao exercício de 2016 e não informar ao TCE-PI ter entrado com ação judicial contra o ex-prefeito, cobrando a entrega das prestações de contas, conforme prevê a decisão plenária nº 498/2017. O bloqueio foi solicitado pelo procurador-geral do Ministério Público de Contas, Plínio Valente, e aprovado por unanimidade pelo Pleno do TCE-PI. Com as contas bloqueadas, os prefeitos ficam impedidos de fazer pagamentos, saques e outras movimentações bancárias. O desbloqueio é providenciado após a apresentação das prestações de contas. O resultado é que os servidores do município estão há dois meses sem receber, e todos os serviços prestados pela prefeitura estão prejudicados. A população em geral do município vive momento de extrema dificuldade, pois como em toda cidade do interior, a dependência dos recursos oriundos da administração municipal é quase que total. O dinheiro dos servidores da prefeitura é o principal combustível que alimenta o comércio local, com isso Barreiras está parando. É necessário que o problema seja resolvido o mais  rápido possível para que a população volte a  viver de forma digna.

País em crise: governador reduz verba de investimento para não atrasar salários no Piauí

Lançamento do 14ª Festival de Inverno de Pedro II (Joao Allbert)
O governador Wellington Dias (PT) garantiu nesta quarta-feira (31 de maio de 2017) que não há perigo do governo do Estado atrasar salários dos servidores. Para evitar essa medida amarga, Wellington Dias adotou outra de forma emergencial de reduzir os recursos para investimentos em obras para  manter o pagamento da folha em dia. 
“Não há cenário até agora que nos dê uma condição de atrasar salário no Piauí, embora o primeiro passo neste momento tenha que ser a redução de investimentos. Por enquanto, estamos prejudicando os investimentos, ou seja, se tinha um volume maior de recursos para investimentos, à medida que cai a economia e as receitas repassadas pela União, eu tenho que reduzir investimentos, para poder segurar o principal que é não atrasar salários”, disse Wellington. 
Na oportunidade, ele comentou ainda sobre o resultado do Fórum dos Governadores ontem em Brasília. De acordo com o governador, o evento serviu para regulamentar a securitização da dívida ativa que permite aumentar a capacidade de investimentos e a liberação de crédito para os Estados. 
“Queremos garantir que a União também encontre alternativas para tocar obras e se integrar ao setor privado, baixando os juros e ampliando o crédito. Tudo isso para aumentar a capacidade de investimentos, somando recursos que já temos com financiamento para gerar emprego e renda”, declarou. 
Fonte: CidadeVerde

terça-feira, 30 de maio de 2017

Piauí é o Estado que mais mata em acidentes de trânsito do Nordeste

Com uma taxa duas vezes superior à média nacional, o Piauí é líder na proporção de óbitos por acidentes de trânsito na Região Nordeste, é o que aponta o Boletim da Morbimortalidade por Acidentes de Transporte Terrestre, divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde do Piauí (Sesapi) nesta terça-feira (30).
Os dados constantes no relatório apontam que o Estado apresentou uma taxa de mortalidade no trânsito que variou de 31 por cem mil em 2010, até 37,7 por cem mil, em 2014, quando se registrou a maior proporção. De 2014 para 2015, houve uma redução na taxa de mortes no trânsito, para 35,1 por cem mil. A média nacional fica entre 18,9 por cem mil e 22,5 por cem mil.
Outro dado considerado preocupante pelas autoridades da saúde diz respeito às internações por acidentes de transportes terrestre, que vêm crescendo no decorrer dos anos. Em 2010, elas respondiam por 25% do total de internações, mas em 2016, esse número subiu para 30%, conforme os dados do Boletim da Sesapi.
Só no ano passado, foram 23.751 pessoas internadas na rede pública do Estado, sendo que desse total, mais de 7 mil eram decorrentes de acidentes de trânsito. Destas mais de 7 mil internações relacionadas a acidentes, 5.802, ou seja, 81,8% dos casos, tinham como vítimas pessoas do sexo masculino; em 1.294 dos casos, ou seja, 18,2% as vítimas eram do sexo feminino. A partir dos números, a Sesapi identifica o público masculino como sendo o de maior risco de envolvimento em acidentes nas vias públicas. Na faixa etária dos 20 aos 29 anos, os homens representam 94,4% das vítimas e no Brasil esse índice é de 46,1%.
Junto com a divulgação dos dados, a Sesapi pontuou que os acidentes de trânsito configuram um dos maiores desafios para os gestores públicos, por inferirem na qualidade de vida das pessoas, em especial da população jovem e em idade produtiva. 

Fonte: Portal O Dia

segunda-feira, 29 de maio de 2017

Secretária de saúde de Gilbués mostra resultados com hospital e UBS funcionando

Em entrevista realizada ao 180 graus, a secretária de saúde de Gilbués, Anne Karoline, conta que a estrutura de saúde passou para a nova gestão repleta de problemas, como condições precárias das unidades básicas de saúde (UBS), equipes de atendimento sem organização de atuação e um hospital sucateado.
Nos últimos 2 meses, já foram realizadas muitas mudanças, o hospital de Gilbués está funcionando e as unidades básicas de saúde também, com equipe especializada e equipamentos, porém com recursos próprios. O prefeito Leo Matos, está buscando parceria com o governo do estado para manter a estrutura de saúde funcionando.
02930ef5-337e-43cb-8cb9-ee6b92b9e706.jpg
Anne Karoline, secretária de Saúde de Gilbués
1119bc07-875d-4e05-9293-8ab368e813e4.jpg
582d2922-507b-45db-b429-bcb013391963.jpg
4fa029d1-6c0b-4d6a-a9e6-917c4346686e.jpg
bad146b0-7e57-4b06-953a-a294f5899ca2.jpg
7de67da0-6147-473b-9490-b9f860dd85d9.jpg

Fonte: 180Graus

domingo, 28 de maio de 2017

Maconha prensada tem urina, esterco e solução de bateria

A luta contra o tráfico de maconha é notícia constante na imprensa, com fotos que mostram enormes barras da planta, enroladas por fita adesiva. Trata-se da maconha prensada, que é consumida pela quase totalidade dos usuários no Piauí. É a única que pode ser encontrada nos pontos de venda de droga, que diariamente são fechados em operações policiais.
O método para produção da maconha prensada é utilizado pelos contrabandistas para facilitar o transporte e evitar que o material seja detectado pelos policiais. Em muitos casos, outras substâncias são adicionadas, que vão desde outras plantas até solução de bateria, esterco ou urina.
Pedro Alencar é um engenheiro agrônomo que estuda a maconha há mais de 20 anos. Sua experiência o fez entrar em contato com a droga ilegal mais consumida em Teresina. Segundo ele, o grande risco que a maconha prensada traz ao usuário é o fato de ele não saber o que está consumindo. “Além de reduzir o volume da maconha, os traficantes precisam acrescentar substâncias para disfarçar o cheiro. Antigamente eles punham café, ou urina, algumas coisas que os cachorros não gostam”, explica Pedro.
O engenheiro comenta que os traficantes misturam outros tipos de plantas, para dar volume, e acrescentam ainda produtos químicos como soda cáustica e solução de bateria. “Muitas vezes a pessoa pensa que está fumando um ‘barato’ e está fumando a morte”, disse.

Maconha prensada apreendida em operação da Polícia Civil (Foto: Divulgação)
O problema se agrava porque os traficantes acrescentam também outras drogas à maconha, como o crack, o que contribui para aumentar o vício. “Há alguns anos, comecei a perceber que as pessoas que fumavam a prensada estavam consumindo mais do que o normal, e não ficavam saciados. Então eu para eles que a maconha estava cheia de uma coisa amarela, que é borra de crack”, relata.
Doutor em biologia, o professor José Ribamar Rocha coordena um grupo de pesquisas sobre fungos aquáticos na Universidade Federal do Piauí. Segundo ele, é possível afirmar que a condição em que a planta da maconha é colocada cria um ambiente propício para o nascimento de microorganismos. “Como [os traficantes] não têm cuidado no manuseio asséptico esterilizado, como têm essas maconhas industrializadas de países onde é permitido, [a prensada] têm o risco de contaminação por bactérias e fungos”, disse.
Fonte: Portal O Dia

sábado, 27 de maio de 2017

Carro incendeia em acidente e condutor morre na BR 135 em Cristalândia

Um acidente ocorrido na BR 135 na tarde deste sábado (27), próximo ao perímetro urbano de Cristalândia do Piauí, tirou a vida de Andre Venicios Carvalho da Silva, de 31 anos, natural da cidade. Segundo informações de testemunhas, o veículo ficou completamente incendiado; já o corpo do rapaz foi encontrado fora do veículo, com bastante escoriações.
A polícia ainda não divulgou detalhes sobre o acidente. O local é praticamente o mesmo onde uma família morreu carbonizada há 3 meses.
André deixa esposa e um filho de 11 meses. Era comerciante e acadêmico de Matemática no Instituto Federal do Piauí (IFPI) de Corrente.

Fonte: Portal Corrente

Municípios que não responderem questionários do IEGM terão contas bloqueadas

O Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) está alertando os prefeitos piauienses para a proximidade do prazo final de envio das respostas dos questionários do IEGM (Índice de Efetividade da Gestão Municipal), referente ao exercício de 2016. O envio das respostas deve ser feito até o próximo dia 31 de maio. O TCE-PI está alertando os prefeitos que os municípios que não responderem os questionários no prazo terão as contas bloqueadas, dentre outras penalidades.
O prazo de entrega dos questionários já foi prorrogado uma vez (a entrega inicial se encerrava em 30 de abril). Porém, mais da metade das prefeituras piauienses está inadimplente – entre elas a Prefeitura de Teresina, que respondeu parcialmente os questionários. Até a manhã desta quinta-feira, apenas 106 das 224 prefeituras piauienses enviaram as respostas completas; dos 118 inadimplentes, 99 enviaram as respostas parcialmente, cinco não enviaram nenhum questionário e os outros 14 sequer se cadastraram para responder os questionários.
O IEGM foi instituído no ano passado como um esforço do TCE-PI para medir a qualidade e a eficácia das políticas públicas e ações implementadas pelos municípios. Por meio dos questionários, os gestores informam os dados das iniciativas desenvolvidas nas áreas de educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, cidades protegidas e governança em tecnologia da informação.
Essas informações serão analisadas e avaliadas e podem servir de base para a correção de rumos nos casos em que as ações não atendam às demandas e necessidades da comunidade. Os sete questionários, cada um correspondendo a uma área analisada, estão disponíveis no site do TCE-PI (www.tce.pi.gov.br) desde o início de março. Segundo a Resolução TCE 27/16, só se considera adimplente com o TCE os gestores que enviaram os sete questionários.
A mesma resolução diz que os municípios são obrigados a responder e enviar os questionários ao TCE-PI. As prefeituras que não o fizerem no prazo estabelecido sofrerão as sanções previstas no artigo 49, combinado com o artigo 55 – entre elas o bloqueio de contas, aplicação de multas aos gestores e realização de auditorias e inspeções nos municípios.
SOBRE O IEGM
O IEGM é composto pela combinação dos dados governamentais, da prestação de contas e informações levantadas a partir de questionários preenchidos pelas prefeituras municipais. Esses dados permitirão avaliar a qualidade de gastos e a efetividade das políticas públicas e atividades municipais na educação, saúde, planejamento, gestão fiscal, meio ambiente, cidades protegidas e governança em tecnologia da informação.
Os objetivos do índice são compor a consolidação do IEGM Brasil relativo ao exercício de 2016, permitir aos gestores a correção de rumos, reavaliação de prioridades e consolidação do seu planejamento, contribuir para a transparência e aprimoramento da gestão pública, melhorar a sistemática de acompanhamento e avaliação das políticas públicas, alcançar eficácia e efetividade nas ações de controle externo e fortalecer o controle social.

Fonte: TCE-PI

TCE-PI quer cidadão mais ativo na fiscalização da gestão pública

Conscientizar a sociedade da importância do papel dela no controle social e estimular o cidadão a denunciar práticas que contribuam para o combate a desvios e outros atos de corrupção na gestão pública – estes são os objetivos principais da campanha “Licitação fraudulenta é crime! E grave!”, lançada nesta quarta-feira (24) pelo Tribunal de Contas do Estado, no primeiro dia da exposição “Conhecendo o TCE-PI”, que está sendo realizada no Teresina Shopping.
A campanha visa envolver a população no esforço dos órgãos de fiscalização e controle para o combate à corrupção na gestão pública. O presidente do TCE-PI, conselheiro Olavo Rebelo, disse que a campanha tem seu foco na licitação “porque os processos licitatórios são a porta de entrada para atos de corrupção nas administrações públicas do Estado e dos municípios”. Segundo ele, as irregularidades nas licitações favorecem o desvio e o mau uso do dinheiro público.
“Temos recebido todo tipo de denúncia de fraudes e outras irregularidades em licitações, e estamos procedendo as apurações necessárias. Mas é preciso enfatizar a necessidade de maior rigor na fiscalização das licitações públicas, e, neste aspecto, a participação do cidadão é fundamental para nos ajudar a identificar os atos ilícitos e a punir os responsáveis”, diz Olavo Rebelo. Essas denúncias, completam ele, também ajudam a reunir elementos para deflagrar as operações da Rede de Controle para desbaratar organizações criminosas que atuam nos órgãos públicos.
A campanha foi lançada informalmente na noite desta quarta-feira, na exposição no Teresina Shopping, com a presença do presidente do TCE-PI, conselheiro Olavo Rebelo, da conselheira Lílian Martins, de auditores de controle externo do TCE-PI e representantes do Tribunal de Contas da União (TCU), Polícia Federal, Receita Federal, Polícia Civil, Ministério Público Estadual e Federal e outros órgãos que compõem a Rede de Controle. A campanha está sendo apresentada aos visitantes da exposição e será difundida junto aos órgãos de fiscalização e controle, instituições, entidades e conselhos populares.
A exposição “Conhecendo o TCE-PI” fica no Teresina Shopping até esta sexta-feira, aberta à visitação das 10h às 22 horas. O evento mostra a história do TCE-PI, por meio de fotos, textos e vídeos, e laboratórios, veículos e outros equipamentos que aperfeiçoam a fiscalização e revelam a evolução tecnológica do controle externo no Piauí.


Fonte: TCE-PI

Prefeitos temem instabilidade e crise com 'consequências inimagináveis'

A Frente Nacional de Prefeitos (FNP) se posicionou nesta sexta-feira (26) sobre a crise política do Brasil, agravada desde que foi à tona a delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS. Segundo a entidade, que esteve reunida ontem com gestores de todo o país, a crise pode trazer “consequências inimagináveis” aos municípios.
“O país enfrenta momento de gravíssima crise política e econômica, que, ao ameaçar inclusive a estabilidade institucional, pode nos levar a um impasse e uma desestabilização social com consequências inimagináveis. Nós, governantes recentemente eleitos nas médias e grandes cidades, reunidos na Frente Nacional de Prefeitos (FNP), temos o dever de expressar nosso posicionamento”, diz o manifesto divulgado hoje.
Segundo a FNP, o “manifesto não se confunde com eventuais opiniões político-partidárias dos prefeitos e prefeitas enquanto agentes políticos”. A entidade também relata que há uma queda na arrecadação dos municípios “em função do baixo dinamismo econômico” e pede uma saída consensuada para a crise respeitando a Constituição.
“Que seja célere para evitar o agravamento dos reflexos negativos que tal situação já projeta nas cidades e que temos constatado no nosso cotidiano: aumento do desemprego, desincentivo ao empreendedorismo e aos investimentos, paralisação de obras e a disseminação de um indesejável sentimento de fracasso”.
A FNP encerra o manifesto afirmando que o Brasil “não pode ficar sem rumo” e que é preciso “a busca constante pela melhoria da qualidade de vida do cidadão, a retomada do crescimento econômico com distribuição de renda, a geração de emprego e o combate e a prevenção à corrupção”.
Leia o manifesto na íntegra:
O país enfrenta momento de gravíssima crise política e econômica, que, ao ameaçar inclusive a estabilidade institucional, pode nos levar a um impasse e uma desestabilização social com conseqüências inimagináveis. Nós, governantes recentemente eleitos nas médias e grandes cidades, reunidos na Frente Nacional de Prefeitos (FNP), temos o dever de expressar nosso posicionamento. Este manifesto não se confunde com eventuais opiniões político-partidárias dos prefeitos e prefeitas enquanto agentes políticos.
É notável que as cidades alcançam no Brasil e no mundo um protagonismo cada vez mais relevante. Também é sabido que orçamentos municipais estão desequilibrados. Há um expressivo aumento da demanda por serviços públicos básicos como saúde, educação e assistência social, combinado com a queda na arrecadação em função do baixo dinamismo econômico. Esta insuficiência de recursos públicos para sustentar os serviços básicos lá na ponta poderá levar o país a uma grave crise social. Por isso, e considerando que nosso país é uma federação, este documento torna-se um dever.
A FNP reitera a importância da promoção e do aprimoramento do diálogo federativo por meio de uma mesa de negociação permanente entre União, estados e municípios, dentre outras medidas que venham ao encontro do fortalecimento da federação, das instituições e da própria democracia. Estudiosos têm apontado que se o século XX foi das nações, este seria o das cidades. Esta constatação precisa ser contemplada no nosso desenho federativo, garantindo o tratamento isonômico previsto na Constituição e promovendo avanços e o diálogo permanente com as autoridades locais. 
Defendemos intransigentemente o Estado Democrático de Direito e o direito à livre manifestação. Defendemos uma saída consensuada, respeitando-se a Constituição Cidadã e a legislação vigente, que leve em consideração as diversas forças políticas da nossa sociedade e os três níveis de governo. Ao mesmo tempo, que seja célere para evitar o agravamento dos reflexos negativos que tal situação já projeta nas cidades e que temos constatado no nosso cotidiano: aumento do  desemprego, desincentivo ao empreendedorismo e aos investimentos, paralisação de obras e a disseminação de um indesejável sentimento de fracasso. Reconhecemos ainda que o país precisa de reformas estruturantes, que sejam construídas em um ambiente democrático e de diálogo.
Estamos convictos que esta é uma oportunidade para o Brasil se revisitar como nação. Observados os princípios do Estado Democrático de Direito, é preciso contemplar na pauta prioritária do país a busca constante pela melhoria da qualidade de vida do cidadão, a retomada do crescimento econômico com distribuição de renda, a geração de emprego e o combate e a prevenção à corrupção, com controle e participação social, promovendo um sentimento de superação das dificuldades e de esperanças renovadas em dias melhores. O Brasil não pode ficar sem rumo.


Fonte: CidadeVerde

quinta-feira, 25 de maio de 2017

História do município de Gilbués

 Santo Antônio de Gilbués teve como fundador Zifirino Vieira Soares, descendente de cearense, que chegou à região por volta de 1850, fixando sua fazenda de gado. Com a prosperidade da fazenda, o proprietário doou cem braças de terra para a construção da capela em homenagem à padroeira Divina Pastora, no dia 04 de dezembro de 1856, conforme registro n° 902 (fl 104-v, do registro Geral de Terras de Gilbués, de 1898), em torno da qual se desenvolveu o povoado.
        Ao povoado deu-se o nome de Santo Antônio de Gilbués, em homenagem a fazenda do Sr. Zifirino Vieira e à tribo indígena gilbués existente na região, tribo esta, dizimada pelos colonizadores.
        Com o progresso da região, devido à criação de gado e o desenvolvimento da lavoura de feijão, mandioca, arroz, milho e manga, o povoado foi elevado à categoria de vila por desmembramento do município de Corrente, pelo Decreto Estadual n° 68, de 14 de maio de 1891, com a mesma denominação.
       Em 1839, Gilbués foi palco nas lutas da balaiada, época mais forte da revolta nos Estados do Maranhão e Piauí, quando os rebeldes sofreram um ataque na Fazenda Santa Maria, tendo sido os rebeldes derrotados depois de 4 a 5 horas de fogo cerrado.
       Com o Decreto Lei Estadual n° 581 de 09 de julho de 1910, teve seu nome reduzido para Gilbués, quando ainda era vila. Em 1931com a organização municipal promovida pelo Interventor Landri Sales Gonçalves que reduziu o número de municípios no Estado a apenas 27, Gilbués perdeu sua autonomia, ficando anexado ao município de Corrente, como Distrito, pelo Decreto estadual nº 1.279, de 26 de junho de 1931. Retomando sua autonomia, pelo Decreto Estadual nº 1.478, de 4 de setembro de 1933, data na qual se comemora o aniversário da cidade. Em 29 de março de 1938, pelo Decreto Lei Estadual n° 52, Gilbués finalmente é elevado à categoria de cidade. Gilbués teve sua comarca criada pelo Decreto estadual nº 247, de 1º de março de 1940. Em fevereiro de 1947, é encontrado o primeiro diamante no município, pelo Sr. Tertuliano Lustosa, gerando um momento de grande ebulição econômica na região, no mesmo ano, o departamento de agricultura do Piauí, informava a descoberta do garimpo em Gilbués e apontava a necessidade de construção de aeroporto. Nesse período a exploração do diamante provocou acelerada imigração de todas as regiões do país, principalmente garimpeiros, e com isso em pouco tempo, e por quase vinte anos, Gilbués se tornou polo econômico da região, contando inclusive com vôos regulares tanto da FAB, quanto do Consórcio Real Aerovias Nacional, de várias procedências. Gilbués teve sua primeira Legislatura instalada em 1948, sendo eleito Prefeito para o pleito o Sr. Joaquin Rodrigues Aguiar e constituída a Câmara Municipal com 5 vereadores. Em 1959, Gilbués sofre seu primeiro desmembramento territorial, num total de 2.158 km2, para a constituição do município de Monte Alegre do Piauí, por força da Lei Estadual nº 1.133, de 06 de junho1955, sendo instalado em 01 de julho de 1955; Gilbués teve seu segundo desmembramento em 1962, por força da Lei Estadual nº 2.355, de 05 dezembro 1962, para criação do município de Barreiras do Piauí, com área definida em 31 de dezembro de 1963 e seu terceiro desmembramento em 1995, obedecendo a Lei Estadual nº 4.810, datada de 14 de dezembro de 1995, para criação do município de São Gonçalo do Gurgueia, uma área de 409,82 km2.
    A Câmara Municipal de Gilbués, teve instalada sua primeira Legislatura no ano de 1948, composta por cinco vereadores, os senhores:  José Frazão Parente/UDN; Pedro Duailibe/UDN; Jôsias Alves Palha/PSD; Elias Borges Guimarães/PSD; Luiz Gabriel de Oliveira/UDN. Com apenas dois anos de duração, essa primeira Legislatura não teve registros em atas, só ocorrendo o registro pela primeira vez no ano de 1959, na instalação da 4ª Legislatura, em 31 de janeiro de 1959. A primeira Legislatura teve como Prefeito e Vice-Prefeito, respectivamente, os senhores: Joaquin Rodrigues Aguiar e Hermínio Vieira Lima.
       Até a data deste levantamento (29/02/2016), já foram realizadas 848 Sessões Ordinárias, e 215 Sessões Extraordinárias, apenas para a elaboração da Lei Orgânica do Município de Gilbués, foram necessárias 49 Sessões Extraordinárias.
       A Câmara Municipal de Gilbués, ao longo de suas 17 Legislaturas, já teve sede em vários pontos da cidade, inclusive na sede da própria Prefeitura Municipal de Gilbués, até a conclusão das obras de sua sede, quando mudou em definitivo, no ano de 2003.
        Importante observar alguns fatos interessantes, como por exemplo, o número de mandatos por parlamentar, se destacando nessa relação, os Senhores Parlamentares:
José Oscar Parente Soares – 6 Mandatos
1993-1996; 1997-2000; 2001-2004; 2005-2008; 2009-20012; 2013-2016
Raimundo Nonato de Medeiros – 6 Mandatos
1989 -1992; 1993 – 1996; 1997-2000; 2001-2004; 2005-2008 (suplente); 2009-2012
Paulo Henrique Nogueira Mascarenhas – 5 Mandatos
1993-1996; 1997-2000; 2001-2004; 2009-20012; 2013-2016
Antônio Milton da Luz – 4 Mandatos
1982-1988; 1989 -1992; 1993-1996; 1997-2000;

Fonte: Portal Câmara Legislativa de Gilbués

terça-feira, 23 de maio de 2017

Nomes de 20 políticos do Piauí aparecem em lista da JBS

Joesley Batista
Uma planilha entregue pela JBS à Procuradoria Geral da República (PGR) mostra que 20 políticos do Piauí que disputaram as eleições 2014 receberam financiamento da empresa de Joesley Batista através dos seus partidos. A lista inclui deputados federais, estaduais e o senador Ciro Nogueira (PP). A planilha com todos os nomes foi divulgada pelo jornalista Fausto Macêdo, do Estadão. 
O senador Ciro Nogueira, segundo a planilha, teria recebido o maior valor: R$ 2,4 milhões.  A esposa dele, deputada federal Iracema Portela, vem logo atrás com R$ 695 mil. 
Os nomes dos deputados Silas Freire e Mainha também aparecem na lista com financiamento pela JBS de R$ 200 mil e R$ 100 mil, respectivamente. A empresa citou ainda o deputado Merlong Solano (PT) - R$ 6.600 - hoje secretário de governo, além do suplente de deputado federal Flávio Nogueira (PDT) com R$ 100 mil.
Em âmbito estadual, cinco deputados tiveram seus nomes citados pela JBS. São eles: Flávio Nogueira Junior (PDT) - R$ 35 mil, Julio Arcoverde - R$ 304 mil, Fábio Xavier - R$ 200 mil, Fábio Novo - R$ 3.179 e Cícero Magalhães (PT) - R$ 3.179
A lista contém ainda nomes de candidatos, como:
  • José Carvalho Rufino (PCdoB) - R$ 58.900
  • Maria Rosalina dos Santos (PT) - R$ 3.179
  • Francisco Guedes (PT) - R$ 3.179
  • Junior do MP3 (PT) - R$ 1.800
  • Carlos Alberto Pereira da Silva (PT) - R$ 3.179
  • Rosângela Maria da Costa Gomes (PT) - R$ 3.179
  • Reynolds José Benício (PT) - R$ 2.300 
Veja notas de esclarecimentos de diretórios e políticos citados
PCdoB
a) A Direção Nacional do PCdoB recebeu contribuições eleitorais de pessoas físicas e jurídicas, dentre elas, a JBS;
b) A Direção Nacional transferiu para a campanha de seus candidatos no Piauí, Osmar Junior e Zé Carvalho, a importância de R$ 708.800,00 (setecentos e oito mil, oitocentos reais), conforme prestações de contas rigorosamente dentro do que determina a legislação eleitoral vigente e aprovadas pelo TRE/PI;
c) A revelia da origem de contribuições de campanha, a militância e a Direção do PCdoB, notadamente os ocupantes de cargos de representação política, jamais abdicaram, nem abdicarão, de compromissos programáticos em defesa da uma sociedade mais justa, dos interesses nacionais e da democracia.
Teresina, 23 de maio de 2017
Direção Estadual do PCdoB/PI
Francisco Guedes
Até a campanha eleitoral do ano de 2014 a legislação eleitoral permitia a doação de recursos para campanha por pessoas jurídicas (empresas). Apenas a partir da minirreforma eleitoral (lei 13.165/2015) é que ficaram vedadas as doações eleitorais por empresas.
Assim, todas as doações que o PT do Piauí recebeu foram realizadas estritamente dentro dos parâmetros legais. Os recursos foram destinados às campanhas de diversos candidatos, que, por sua vez, prestaram contas à Justiça Eleitoral. Todos os dados podem ser consultados na página oficial do TSE.
Por fim, o Partido espera que seja rapidamente esclarecida nas investigações a diferença entre propina, doação legal e caixa 2. E repudia a tentativa de criminalizar as doações legais recebidas por partidos e candidatos dentro do permitido legalmente (PT/PIAUÍ).
Merlong Solano
Não tive contato com qualquer pessoa da JBS. A doação que recebi da empresa (R$ 6.600) é fruto de repasse do diretório nacional ao diretório estadual do PT. Todas as doações que recebi ocorreram dentro da legalidade e foram declaradas ao TSE.

Fonte: CidadeVerde

TCE faz Tomada de Contas em 31 municípios

Barreiras do Piauí
TCE faz Tomada de Contas em 31 municípios e vai imputar débitos a prefeitos que não prestaram contas. O presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Piauí, conselheiro Olavo Rebêlo, informou que a instituição iniciou a Tomada de Contas em 31 municípios do Piauí, onde os ex-prefeitos não prestaram contas de sua gestão durante o ano de 2016 e os prefeitos que os sucederam não impetraram ações contra o prefeito que não apresentaram a prestação de contas.
Ele dá como exemplo o caso de um prefeito que deixou de comprovar gastos de R$ 2 milhões e quando os técnicos do TCE comprovarem, durante a Tomada de Contas, de que os recursos não foram aplicados ou com documentação comprovando os gastos, os R$ 2 milhões se transformarão em débitos imputados ao ex-prefeito.
“O novo gestor não pode simplesmente dizer que não tem responsabilidade sobre a gestão passada. Ele tem sim que dar continuidade nos trabalhos de prestação de contas. As inspeções serão feitas para regularizar a situação a fim de que estes municípios não tenham também as contas bloqueadas e não possam realizar nenhuma transição financeira”, disse o presidente do TCE, Olavo Rebelo.
Segundo o TCE, das 32 cidades, nove têm prefeitos reeleitos que não informaram aos sistemas Sagres Contábil, Sagres Folha e Documentação Web o balanço geral e outras informações referentes ao exercício de 2016. São elas: Aroeiras do Itaim, Bertolínia, Dirceu Arcoverde, Domingos Mourão, Jardim do Mulato, Olho D’Água do Piauí, Passagem Franca, São Miguel da Baixa Grande e Tanque.
As outras 23 são administradas por prefeitos novos, que não informaram ao TCE-PI terem entrado com ações judiciais contras os ex-prefeitos cobrando a entrega das prestações de contas, conforme prevê a decisão plenária nº 498/2017. São elas: Assunção do Piauí, Barreiras, Campo Alegre do Fidalgo, Colônia do Gurgueia, Floriano, Isaias Coelho, Luzilândia, Morro Cabeça no Tempo, Nazaré do Piauí, Nossa Senhora dos Remédios, Pau D’Arco do Piauí, Pavussu, Pedro Laurentino, Piripiri, Queimada Nova, Redenção do Gurgueia, Rio Grande do Piauí, Santa Luz, Santana do Piauí, São Braz, Socorro, Uruçuí e Várzea Grande.
Fonte: Meio Norte

segunda-feira, 22 de maio de 2017

Jovem é executado com diversos tiros no bairro Vermelhão em Corrente

Alex Gama Carvalho
 
Um crime ocorrido na noite deste domingo (21) no bairro Vermelhão tirou a vida de Alex Gama Carvalho, de 20 anos. Segundo testemunhas, a vítima foi baleada por um rapaz chamado Luan e tentou entrar em um comércio na rua principal, acabou caindo na entrada do local, quando o homicida voltou a acertá-lo com diversos tiros, no peito e rosto. Após os tiros, o criminoso ainda deu diversas coronhadas na cabeça do rapaz.
Embora as polícias Cilvil e Militar tenham sido acionadas imediatamente, o autor dos disparos evadiu-se do local. Populares afirmam que ele saiu pedalando em sua bicicleta calmamente.
Moradores do bairro declaram que ambos já tinham diversas passagens pela polícia, tanto a vítima quanto o criminoso, por furtos e envolvimento com o tráfico de drogas. "Esse Luan saiu da penitenciária não tem muito tempo e já tinha sido preso de novo aqui em Corrente. Tem uns 15 dias que ele estava solto", conta uma testemunha.
Parentes também afirmam que os dois tinham uma richa pessoal.
As buscas pelo foragido continuam.



Fonte: Portal Corrente

domingo, 21 de maio de 2017

Gilbués Master vence amistoso em Bom Jesus

Gilbués Master
O time do Gilbués Master foi à cidade de Bom Jesus e venceu a Sociedade Desportiva DER, nesta manhã de domingo (21), pelo placar de 3 a 2. O jogo de confraternização entre as equipes  ocorreu no Estádio Municipal  Epímaco Damasceno Sobrinho.




Sociedade Desportiva DER



sábado, 20 de maio de 2017

Com 70% dos servidores endividados governo lança pacote de renegociação

Franzé Silva, secretário de administração do Piauí
Diagnóstico realizado pela Secretaria Estadual de Administração constatou que 70% dos servidores públicos do Estado estão endividados. Segundo o levantamento, os funcionários com maiores salários são os que mais pedem empréstimos e comprometem o orçamento familiar. Diante da situação de endividamento do servidor, o governo lançará no próximo mês o programa de reeducação financeira. A ideia é despertar nas pessoas a educação voltada para a gestão financeira doméstica. No Estado existem mais de 96 mil servidores estaduais. 
A Secretaria Estadual de Administração fará parceria com os bancos para oferecer uma linha de crédito diferenciada com as menores taxas de juros e com prazos maiores.
“A lógica é não liberar recurso para o servidor. Nós vamos liberar o crédito para quitação das dívidas. Estamos em parceria com a CDL aonde os lojistas por receberem o pagamento à vista estão dando desconto nas dívidas e vamos quitar as dívidas diretamente para que o servidor desonere o seu compromisso financeiro salarial. A nossa lógica é fazer com que ele no final do mês tenha um percentual maior de recursos para poder fazer sua gestão familiar. Queremos é que o servidor saia da ciranda da dívida”, ressaltou Franzé Silva.
Apoio de mestres da Uespi
O programa terá apoio da Universidade Estadual do Piauí (Uespi). Foi formada uma parceria com professores doutores, mestre na área da contabilidade, economia, direito e psicologia para ajudar o servidor a planejar melhor seu orçamento. 
“Vamos orientar o servidor partir da renegociação de suas dívidas. Queremos desafogar o orçamento familiar do servidor e colocá-lo na rota da boa gestão do orçamento doméstico e para isso esse trabalho de acompanhamento e monitoramento de quem aderir ao programa”.
Diante do sucesso do feirão do imóvel e da compra do carro novo, o governo fechou parceria com as instituições como Serasa, SPC e CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas). 
“Estamos preocupados com a situação financeira dos nossos servidores a partir do recadastramento socioeconômica. Fizemos parceria com Serasa, SPC, CDL e esses apoios detectamos o grau de endividamento do servidor e vamos em junho lançar o programa com foco na reorganização e educação de gestão doméstica”.

Fonte: CidadeVerde

sexta-feira, 19 de maio de 2017

TCE apura desvios de recursos de precatórios no Piauí

Visando a garantia da aplicação correta do dinheiro público, entes que compõem a Rede de Controle da Gestão Pública no Piauí estiveram reunidos neste final de semana para debater a apuração de desvios e outras irregularidades na aplicação de precatórios do antigo Fundef (Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica e do Ensino Fundamental), que estão sendo pagos a municípios piauienses. O encontro contou com a presença do ministro do TCU (Tribunal de Contas da União). Benjamin Zymler.
Os recursos que estão na mira dos órgãos de controle versam sobre os repasses do Fundef devidos pela União aos municípios. O dinheiro encaminhado aos entes através desse dispositivo deve ser usado para despesas de educação e remuneração de professores. Sabendo disso, a apuração da Rede de Controle é embasada em irregularidades como a antecipação dos recursos junto ao Banco do Brasil, com deságio, e o uso do dinheiro para pagamentos de despesas não decorrentes da educação.
Como o caso envolve recursos federais, o ministro do TCU veio ao Piauí para acompanhar de perto a apuração dos supostos desvios. Em tal âmbito, o representante do TCU na Rede de Controle, Helano Muller Guimarães, apontou que além das irregularidades na aplicação dos recursos, há ainda indícios de pagamentos de honorários em valores abusivos a escritórios advocatícios contratados por meio de inexigibilidade de licitação para execução de ações de cobrança das prefeituras contra a União.
Fonte: MeioNorte

Treinadores Dudu e Zé Nilton avançam na formação de elencos para a Copa Nordeste

Os dois demonstravam satisfação após penúltima avaliação visando  bom desempenho na  competição mais esperada do ano.
A peneirada aconteceu no campo do IBC  onde grande número de pretendentes,  pelejaram por vagas nas categoria sub 17 e sub 15.
No próximo sábado acontecerá a última avaliação. Será a última chance para quem deseja defender Corrente na Copa.
Agora resta definir base para a categoria sub 13 sob o comando de Florisvaldo Vieira. A próxima semana será decisiva.
Após a composição definitiva de cada categoria,  será seguido um planejamento de preparação física e treinamentos coletivos, com objetivo de não fazer feio no grande evento.
Depois da participação na Copa Nordeste Futebol de Base, as seleções continuarão recebendo a atenção da prefeitura de Corrente, devendo participar de avaliações importantes e competições importantes.
A Copa Nordeste será realizada no período de 14 a 22 de julho de 2017.

 

Fonte: Portal F10

Conheça a história da iniciação de Abdiomário contratado pelo Palmeiras

Abídio na inauguração no uniforme amarelo no Beatch Park
Toda a fase de iniciação no futebol do atleta Abdiomário agora  Abídio, foi feita na Brumarthi.
A escolinha de futebol de Corrente  deu suporte ao jogador por anos, durante treinamentos no campo do  IBC.  Levado por Zé Nilton o garoto recebeu  orientações e treinamentos básicos de forma gratuita, orientado pelo professor Florisvaldo Vieira.
E não foi só Abdiomário. Todos os que se destacaram em clubes profissionais foram formados pela  Brumarthi Iniciação Esportiva. Hériques iniciou e permaneceu enquanto a escolinha funcionou na AABB até ser aproveitado na base do Atlético goianiense e Andrei levado inicialmente para o futebol paranaense e depois também com passagem de destaque pelo Atlético goianiense chegando a se tornar campeão estadual.
A escolinha do professor Florisvaldo Vieira tem novos diamantes sendo lapidados e agora faz parceria com o ex-jogador de futebol Túlio Guerreiro que jogou no Botafogo, Goiás, Grêmio, Corinthians, entre outros. Os treinamentos são realizados às segundas e terças-feiras no IBC a partir das 15 h e agora conta com orientação também do professor Zé Nilton.
Ainda em relação ao atleta Abdiomário, esclarecemos que seu encaminhamento para o Palmeiras foi feito por agentes de futebol do Beira Rio Júniores de Corrente via Escolinha Craques do Futuro em Santa Rita de Cássia. Abdiomário tem todas as características para se tornar um profissional de destaque; Nunca se interessou por bebida  alcoólica, não fuma, não é afeito a baladas, é disciplinado, respeita a família, gosta de treinar e é totalmente focado no que quer.
O ingresso de Abdiomário no futebol profissional  escancara portas para novos jogadores da região. Ficou claro que basta querer e ter coragem. Os efeitos disto  são imediatos. O nome da cidade se eleva e todos os que fazem esporte crescem juntos.
 Aproveitamos a oportunidade e convidamos  para assistirem amanha no ginásio Domingos Apolônio a partir das 7:00 o TORNEIO NOVOS GUERREIROS e conhecer os novos diamantes da Brumarthi uma verdadeira fábrica de talentos para o futebol.
Preocupação com a formação do cidadão. Marca forte da Brumarthi. Ai palestra com o pastor Thiago Vieira
Mostrando a importância dos pais acompanharem seus filhos
Nova safra iniciada com 7 anos de idade
Vejam essa frase de Túlio Guerreiro. Temos algos em comum. Tudo  a Deus pertence. A luta continua.