quarta-feira, 31 de maio de 2017

País em crise: governador reduz verba de investimento para não atrasar salários no Piauí

Lançamento do 14ª Festival de Inverno de Pedro II (Joao Allbert)
O governador Wellington Dias (PT) garantiu nesta quarta-feira (31 de maio de 2017) que não há perigo do governo do Estado atrasar salários dos servidores. Para evitar essa medida amarga, Wellington Dias adotou outra de forma emergencial de reduzir os recursos para investimentos em obras para  manter o pagamento da folha em dia. 
“Não há cenário até agora que nos dê uma condição de atrasar salário no Piauí, embora o primeiro passo neste momento tenha que ser a redução de investimentos. Por enquanto, estamos prejudicando os investimentos, ou seja, se tinha um volume maior de recursos para investimentos, à medida que cai a economia e as receitas repassadas pela União, eu tenho que reduzir investimentos, para poder segurar o principal que é não atrasar salários”, disse Wellington. 
Na oportunidade, ele comentou ainda sobre o resultado do Fórum dos Governadores ontem em Brasília. De acordo com o governador, o evento serviu para regulamentar a securitização da dívida ativa que permite aumentar a capacidade de investimentos e a liberação de crédito para os Estados. 
“Queremos garantir que a União também encontre alternativas para tocar obras e se integrar ao setor privado, baixando os juros e ampliando o crédito. Tudo isso para aumentar a capacidade de investimentos, somando recursos que já temos com financiamento para gerar emprego e renda”, declarou. 
Fonte: CidadeVerde