quarta-feira, 26 de julho de 2017

Parques fotovoltaicos de São João produzirão mais energia que Boa Esperança

 Luis Coelho, secretário de mineração e energias renováveis
Os parques fotovoltaicos que serão inaugurados em São João do Piauí nos próximos 3 meses terão uma capacidade de produção de energia superior a Usina de Boa Esperança. Só uma das usinas, a Nova Olinda, tem capacidade de 292 megawatts, sendo a maior da América Latina. A empresa está investindo na região cerca de US$ 300 milhões. O empreendimento, ao lado dos parques eólicos, têm sido comemorados pelos governo.
“Daqui a 2 meses ou três serão colocados em funcionamento os dois parques fotovoltaicos em São João do Piauí. Um com 60 mega e outro com 210 mega. Só isso é maior que Boa Esperança. As energia renováveis seguraram a crise no Piauí, o que possibilitou continuar pagando a folha em dia”, comemora o secretário de mineração e energias renováveis, Luis Coelho, em entrevista ao Jornal do Piauí.
Segundo ele, o Piauí já produz energia limpa superior ao seu consumo. O estado é o quarto no país em produção de energia eólica.
“A produção de energia eólica no Brasil hoje é como se nós tirássemos 12 milhões de carros de circulação. É um impacto surpreendente. Em nível de Piauí é surpreendente nosso avanço. Somos o quarto produtor de energia eólica do país. O Piauí já produz mais energia do que o seu consumo. Produzimos quase 1.100 mega o nosso consumo é de 867. Isso só de energia eólica”, afirma.
Novos investimentos estão por vir, de acordo com o gestor. “Estamos apenas iniciando. Existe muita coisa para acontecer ainda. Temos a região da Ibiapaba com potencial de 4 gigas. o potencial do estado é muito grande”, destacou.

Fonte: CidadeVerde