sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Prefeitos do Piauí se unem para cobrar de Temer a volta da Ajuda Financeira Municipal

Michel Temer
Prefeitos de diversas cidades do Piauí vão estar presentes num encontro que promete parar Brasília na próxima semana. Os prefeitos irão se juntar a outros gestores de cidades de todo o Nordeste, em uma audiência marcada com o presidente Michel Temer, a qual tem o intuito de discutir sobre a possibilidade de retorno da Ajuda Financeira Municipal (AFM).
A audiência está marcada para o próximo dia 03/10, às 15h, na sede da Confederação dos Municípios. Na oportunidade também estarão presentes o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia e o presidente do Senado, o senador Eunício Oliveira.
Os repasses do AFM aos municípios já aconteceram em 2009 e 2013, e agora as associações de prefeitos de todo o país estão articulando junto ao Governo Federal a volta do repasse.
“A situação financeira dos nossos municípios é crítica, muitos municípios estão com dificuldades de manter em dia o custo fixo das prefeituras, honrar compromissos com fornecedores e folha de pessoal. Nós precisamos da volta desse benefício de maneira emergencial para que possamos atenuar o desequilíbrio financeiro pelo qual passa os nosso municípios”, lamentou Gil Carlos, presidente da Associação Piauiense dos Prefeitos Municipais.
O AFM é um incentivo instituído pela Lei 12.058, como forma de auxílio aos municípios que sofreram com redução dos recursos oriundos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), principalmente os da região Nordeste.
Confira a lista dos prefeitos piauienses já confirmados para audiência
01. Presidente Gil Carlos - São João do Piauí
02. Ariano Messias - Cristalândia
03. Junior -  São Pedro
04. Antoniel de Sousa -  Caridade
05. Adalberto Gomes - Sto. Antonio dos Milagres
06. Junior Carvalho - Demerval Lobão
07. Wilney Rodrigues - Sta. Cruz dos Milagres
08. Gerlanio Rodrigues - Jacobina
09. Gilson Nunes - Lagoa do Barro
10. Marcio Alencar - Alegrete
11. João Coelho -  Caraúbas
12. Mauricio Martins - Rio Grande
13. Angelo José - Redenção do Gurgueia
14. Jonas Moura  - Água Branca
15. Joel Rodrigues - Floriano
16. Edilson Brito - Vila Nova
17. Luciano Fonseca - Bertolinia
18. Edgar Bona - Novo Santo Antônio
19.José Medeiros - Manoel Emídio
20. Reginaldo Júnior - Palmeirais
21. Antônio Tomé - AROAZES
22. Danilo Martins  - Wall Ferraz
23. Wellington Carlos - Sto Antônio de Lisboa
24. José Raimundo - Oeiras
25. Francisco Pedro - Marcolandia
26. Tairo Mesquita - Santo Inácio
27. Ananias Fernandes - São João da Serra
28. Adalberto Mascarenhas - Riacho Frio
29. Leonardo Matos - Gilbués
30. Venicio do Ó - Pimenteiras
31. Elder da Rocha - Jurema
32. Diego Lamartine - Amarante
33. Amilton Rodrigues - Floresta
34. Adinael Barros  - Flores do Piauí
35. Renato Pio  - São Luís do PI
36. Barroso Neto - Santa Cruz do Piauí
37. Gladson Murilo  - Corrente
38. Aurélio Sá - Landri Sales
39. Carlos Braga - Sta. Filomena
40. Regina Coeli - Pio IX
41. Heli Moura - Simplicio Mendes
42. Jailson Pio - São Félix
43. Edisio Maia - Matias Olimpio
44. Elias Sobrinho - vice- Prefeito Porto
45. Aldemar da Silva - Cajazeiras
46.  Valdinei Carvalho - Campinas do PI
Fonte: Portal AZ

Piauiense morre em acidente com três feridos no Distrito Federal

Veículo envolvido no acidente que vitimou o piauiense no Distrito Federal (Crédito: CBMDF)
Um grave acidente de carro registrado na altura do km 4.5 da DF-475 no sentido Gama-Ponte Alta, no Distrito Federal, deixou uma pessoa morta e três feridas na quinta-feira (28). Jardel Fonseca Pereira, de apenas 31 anos, natural do município de Bom Jesus, região Sul do Piauí, morreu no local. 
De acordo com informações colhidas pelo "Correiobraziliense", o grupo seguia em um veículo modelo Fiat Siena que perdeu o controle e colidiu violentamente contra um poste de iluminação pública.
O condutor, Rayan Moreira dos Santos, e os passageiros Igor Antoniel dos Santos, 19 anos, e Daniel de Souza Gama, 26 anos, sofreram ferimentos pelo corpo devido o grave acidente. 
O piauiense Jardel Fonseca Pereira, que também vinha como passageiro, teve morte imediada. Os três feridos foram encaminhados para o Hospital de Base, onde receberam atendimento médico e não correm risco de vida.
Equipes do Corpo de Bombeiros e Polícia Militar foram acionados. A Polícia Civil também foi até o local e fará investigação sobre as causas do acidente. 


Carro em que vinha o piauiense Jardel Fonseca Pereira, (Crédito: CBMDF)
Carro em que vinha o piauiense Jardel Fonseca Pereira, (Crédito: CBMDF)


DF-475 onde ocorreu o acidente que vitimou o piauiense natural de Bom Jesus (Crédito: CBMDF)
DF-475 onde ocorreu o acidente que vitimou o piauiense natural de Bom Jesus (Crédito: CBMDF)


Fonte: Portal Meio Norte

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Aneel autoriza Eletrobras aumentar conta de energia dos piauienses em 27%

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou reajuste de 27% na tarifa de energia elétrica dos consumidores da Eletrobras Piauí. A medida entrou em vigor nesta quinta-feira (28) e o impacto na cobrança deve chegar aos consumidores no final de novembro. O reajuste foi calculado por técnicos da Agência que levam em conta recursos para manutenção da rede elétrica, insumos na geração e distribuição de energia, entre outros.
Ao O DIA, o assistente da Diretoria de Operação e Expansão da Eletrobras Piauí, Anthony Mercury, explicou que o cálculo é completamente feito pela Anatel e entre os fatores que podem ter contribuído para o alto valor está os custos operacionais com manutenção da rede elétrica no Piauí, que nos últimos 4 anos triplicou de capacidade de atuação graças aos investimentos realizados no setor. Ele informou que desde janeiro de 2017 que a Eletrobras deixou de ser a concessionaria e passou a ser prestadora de serviços no estado.
De acordo com pesquisa realizada por O DIA, o reajuste de 27% é o maior registrado pelo menos nos últimos seis anos. A Eletrobras Piauí explicou que as faturas de energia elétrica são compostas por vários itens, como tributos, encargos setoriais, compra e transmissão de energia, e que a parte que corresponde aos serviços de distribuição da Eletrobras são apenas uma fração do valor da tarifa. 
“Se um consumidor do Piauí paga, por exemplo, R$ 100 na sua conta de luz, apenas R$ 22,50 vai para a distribuidora. Os outros R$ 77,50 são para pagar tributos, encargos e custos com compra e transmissão de energia”, diz a nota. 
O governo federal já anunciou que vai vender a Eletrobras nos próximos meses, aguarda apenas o resultado de um estudo do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social para definir o melhor modelo de privatização. De acordo com a Eletrobras, o reajuste não tem a ver com o desejo de privatizar a empresa. 
Fonte: Jornal O Dia

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Ex-prefeita 'ostentação' tem R$ 12 milhões bloqueados no Maranhão

                                                     Lidiane Leite 


A ex-prefeita de Bom Jardim, Lidiane Leite, que teve os direitos políticos suspensos por cinco após após ter sido condenada pela Justiça por improbidade administrativa e que  foi acusada de fraude em licitação de serviço funerário, teve R$ 12.164.579,81 bloqueados pela Justiça do Maranhão. A ex-gestora é acusada de diversas irregularidades, como desvio de verba pública. 

Fonte: meioNorte

Vice-prefeita de Parnaguá morre aos 36 anos ao fazer endoscopia em hospital

 Marisvan de Sousa Araújo
A vice-prefeita do município de Parnaguá, Marisvan de Sousa Araújo, 36 anos, morreu na tarde desta terça-feira (26) no Hospital Universitário de Teresina.
Ela foi fazer um exame de endoscopia, passou mal e morreu por volta das 16h30. O prefeito da cidade Jondson Castro, o Alemão, do PP, decretou luto por três dias.
A cidade está em comoção. Marisvan Araújo foi vereadora por dois mandatos e atualmente era  vice- prefeita pelo PTB.
O assessor da prefeitura, Alvino Pereira, informou ao Cidadeverde.com que Marisvan estava fazendo um tratamento em Teresina após ingerir soda cáustica em junho deste ano. 
"Ela estava se recuperando bem, veio apenas fazer a endoscopia, pois estava com dificuldade de ingerir comida e água. Durante o exame passou mal e morreu", contou Alvino que está no hospital acompanhando a família.
Ainda hoje o corpo da vice-prefeita será levado para o município de Parnaguá. O velório acontecerá na igreja matriz da cidade. O sepultamento ocorrerá no povoado Pés de Serra, onde a vice-prefeita nasceu.
Marisvan era casada e deixa dois filhos. 

Fonte: CidadeVerde

Promotor recomenda redução imediata de cargos no Governo do Piauí

Promotor Fernando Santos
O Governo do Piauí deverá fazer a redução imediata do número de cargos comissionados e funções de confiança, bem como de servidores contratados temporariamente. A recomendação partiu do Ministério Público do Estado (MPE). 
De acordo com promotor de justiça Fernando Santos, baseado no Portal da Transparência, de janeiro de 2015 a julho de 2017 houve um aumento no número de cargos comissionados em 555%; aumento do número de servidores efetivos ocupando cargos comissionados em 336% e aumento de 247% no número de servidores contratados temporariamente.
Santos destaca que, conforme o artigo 23 da Lei Complementar n° 101, de 4/05/2000, se a despesa total com pessoal ultrapassar o limite prudencial de 46,55%, o percentual excedente terá de ser eliminado nos dois quadrimestres seguintes, fazendo  uma redução em pelo menos 20% das despesas com cargos em comissão e funções de confiança com a consequente demissão dos servidores não estáveis.
Em sua decisão, o promotor de justiça Fernando Santos notificou diretamente o governador Wellington Dias, para que sejam adotadas as medidas recomendadas.
No prazo de 15 dias, deverá ser comunicado à Promotoria de Justiça o cumprimento, ou não, da recomendação. 

Fonte: Portal AZ

Wellington diz que não ver "luz no fim do túnel" sobre crise econômica

O governador Wellington Dias (PT) afirmou que está tentando se manter otimista em relação às finanças do Estado, mas que continua preocupado porque não consegue enxergar "uma luz no fim do túnel".
Wellington Dias voltou a lembrar que o governo do Estado está fazendo ajustes e tomando medidas enérgicas e urgentes para que as finanças não entrem em colapso. 
"A primeira dessas medidas é não fazermos novas despesas em 2017 e segundo é trabalhar com a prioridade de manter a folha de pagamento em dia e os contratos de financiamento para seguir gerando emprego. Agora eu fico preocupado porque olho pra frente e não vejo uma luz no final do túnel", ressaltou o governador. 
O gestor relembrou também que a crise política do país gerou uma queda na economia que afetou todos os estados e no setor econômico do Piauí além do que era esperado. Isso, conforme Wellington foi um dos motivos que levou o Estado a ultrapassar o limite prudencial dos gastos públicos da Lei de Responsabilidade Fiscal. 
De acordo com o gestor a queda dos repasses federais para o Piauí bem além do previsto gerou um desequilíbrio financeiro. "O Piauí perdeu cerca de R$ 166 milhões em relação ao mesmo período de 2016, até agosto. Foi uma queda de 16 a 25% por mês nos recursos partilhados com a União. É algo insuportável". 
Ainda segundo o chefe do executivo estadual, a receita do Piauí continua crescendo, mas mesmo assim, a queda dos repasses gerou um impacto muito grande nos recursos do Estado. 

Fonte: Cidade Verde

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Construtora Sucesso deixa obra da BR-135 no trecho que corta a cidade de Gilbués, inacabada e com defeito

Trecho com defeito, veículos são obrigados a desviar
A obra realizada pela Construtora Sucesso na BR-135 no trecho que corta a cidade de Gilbués ficou inacabada, o serviço de acostamento não foi feito, a colocação do asfalto no trecho próximo à praça Joaquim Nogueira Paranaguá ficou com ondulações, obrigando os motoristas desviarem, máquinas danificaram parte de um calçamento próximo à praça Alaíde Oliveira, alguns locais próximo à pista ficaram sujos.





Eletrobras inicia operação de cortes em todo o Estado

A Eletrobras iniciou, nesta segunda-feira(25), uma ação conjunta ao estado para executar o plano de recuperação de receitas com o objetivo de custear despesas operacionais. A operação, que iniciou pela manhã nos bairros Dirceu, Parque Piauí, Promorar e Torquato Neto, tem à disposição 130 equipes realizando visitas de fiscalização e cortes. A operação segue simultaneamente tanto na capital quanto nos municípios do estado até a próxima sexta-feira (29).
São cortes relativos à dívida de R$ 250 milhões do estado, a previsão é que mais de 140 mil unidades consumidoras devam ser visitadas tanto na capital quanto nos munícios durante a semana. Em Teresina, a inadimplência está em torno de R$ 42 milhões. Na zona sul, cerca de 38 mil unidades serão visitadas, o valor de inadimplência somente na zona sul da capital é de em media de quatro milhões de reais.
“Esta operação tem por objetivo atender essa nova arrecadação para ter os recursos necessários. Com isso, nós esperamos com esta campanha que faz parte do plano de arrecadação da empresa para recuperação de receitas e garantir a realização de investimentos, melhorias e manutenção dos custos operacionais”, explica o gerente técnico comercial da Eletrobras, Adail viana.
 (Crédito: José Alves Filho)
(Crédito: José Alves Filho)

Adail Viana, chama a atenção para aqueles moradores que fazem o religamento da energia por terceiros após o corte, prática comum e conhecida como “gatos. “Quem for pego por nossos fiscais, religando ou adulterando fornecimento pode ser preso”, afirma.
As contas ativas que tiverem em débito de até 90 dias terão o fornecimento de energia cortados. Quem estiver em situação de inadimplência, deve procurar o posto de atendimento mais próximo para renegociar seu crédito. A recém-inaugurada unidade no bairro Parque Piauí, tem condições especiais como o parcelamento das dívidas com desconto de 100% em juros e multas nos pagamentos à vista.

Fonte: MeioNorte

domingo, 24 de setembro de 2017

Encontro das Cidades reúne políticos e sociedade do Extremo Sul do Piauí

A cidade de Avelino Lopes-Pi, foi palco de um dos maiores eventos políticos do Piauí, o 2º Encontro das Cidades do Extremo Sul do Piauí com as Políticas Públicas, que aconteceu nesta sexta-feira (22/09).
O evento contou com a presença do Senador Ciro Nogueira, dos deputados federais Iracema Portela e Marcelo Castro; do Secretário de Saneamento do Ministério das Cidades, Henrique Pires; dos secretários de administração do Governo do Piauí, Franzé silva; do secretário de transportes do Piauí Guilhermano Pires; do presidente da Associação do Municípios do Piauí-APPM, Gil Carlos; do presidente da Associação dos Municípios do extremo sul do Piauí-AMES, Adalberto Mascarenhas; prefeitos, vereadores, secretários municipais e lideranças políticas da região extremo sul.
O público presente acompanhou atentamente as palestras que trataram sobre áreas importantes como; consórcio público de saúde, saneamento básico e estradas que fazem a integração do extremo sul do Piauí com Oeste da Bahia. Confira as fotos do evento.
 
    

Fonte: Fort Notícias

sábado, 23 de setembro de 2017

Governo proíbe hora extra e congela despesa com pessoal em todos os órgãos

 Franzé Silva, secretário Estadual de Administração
As constantes quedas de receita e o Estado ultrapassando o limite prudencial são cenários nada animadores que obrigará o governo a adotar medidas emergenciais. O comitê econômico do governador Wellington Dias (PT) estuda uma série de ações para conter um colapso financeiro. Entre as determinações está o de proibir hora extra, barrar novas contratações e congelar as despesas com pessoal.  
O secretário Estadual de Administração, Franzé Silva, antecipou para o Cidadeverde.com algumas medidas que deverão ser adotadas na área econômica.
"A primeira medida que vai ser tomada é que nenhuma Secretaria irá contratar hora extra, não pode haver contratação de novos servidores, não pode haver mudança de nível e não pode haver concessão de reajuste salariais. Qualquer mudança que causa impacto salarial está proibido", informou o secretário.
A lógica da lei complementar 101, que rege a Responsabilidade Fiscal é congelar a despesa com pessoal, segundo Franzé Silva.
"Durante oito meses é pra ter zero de aumento de despesa, alavancando a receita para a receita corrente líquida poder subir, deixando despesa de pessoal estagnada e com isso diminuir o percentual de 46.55%", informou Franzé Silva. 
Para o secretário, apenas ações de cortes não resolvem o problema. Há uma necessidade de incremento da receita. 
"Existe toda uma política que a Fazenda vai apresentar  para a equipe econômica no tocante a aumentar a receita. Nós da administração temos que serrar os dentes, travar todos os sistemas e ninguém vai conseguir fazer nenhum pagamento restritito a partir do que estabelece a lei  101", garantiu Franzé.
O governo aposta em várias frentes, entre elas, o recurso no valor de R$ 800 milhões que o governo federal deve ao Estado com a federalização da Cepisa. Outra promessa de receita é sobre o do Fundef. O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que a União deve ressarcir valores que deixou de complementar a Estados com relação ao Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério (Fundef).

Fonte: CidadeVerde

Decisão da Justiça Federal tira dos municípios recursos da educação

 Fábio Prieto, desembargador
O desembargador Fábio Prieto, do Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF3), determinou nesta sexta-feira (22) a suspensão dos pagamentos dos precatórios do Fundef (Fundo de Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) aos municípios. A decisão é um duro golpe nos municípios mais pobres do país, pois impede que milhares de prefeituras recebam recursos devidos pela União para aplicação na Educação. É também uma afronta à competência do Ministério Público Federal (MPF) em atuar contra ilegalidades cometidas pelo governo federal. Os mais afetados são municípios das regiões Norte e Nordeste.
No Piauí, cerca de 24 municípios estão com aproximadamente R$ 400 milhões em conta referente aos precatórios do Fundef. Outros mais de 100 municípios do Estado estão na Justiça para executar a Ação Civil Pública 0050616-27.1999.403.6100. Ajuizada pelo Ministério Público Federal de São Paulo e transitada em julgado em 1º de julho de 2015, a ação civil pública determinou à União pagar os créditos devidos aos municípios pelos repasses a menos do antigo Fundef entre 1998 e 2006.
A decisão do desembargador do TRF3 foi dada nos autos da Ação Rescisória nº 5006325-85.2017.4.03.0000, movida pela Advocacia Geral da União (AGU) com pedido de cautelar para impedir a execução da ação civil pública que manda a União pagar o dinheiro devido aos municípios. O acórdão que determinou à União o recálculo do valor mínimo por aluno do Fundef e condenou-a a indenizar os estados e municípios pelo pagamento a menos já tinha sido objeto de embargos de declaração, rejeitados no mérito, e de Recurso Especial e Recurso Extraordinário, ambos não admitidos (acho que pelo próprio Prieto!)
Na liminar, Fábio Prieto sugere que a Procuradoria-Geral da República deveria instaurar investigação para apurar improbidade administrativa dos prefeitos que não ingressaram tempestivamente com ações individuais contra a União questionando os repasses a menor do FUNDEF. Contraditoriamente, afirma que os prefeitos que contrataram escritórios para executar o título coletivo também deveriam ter suas condutas investigadas.
A decisão reforça a possibilidade de calote da União, complicando a longa luta dos municípios na cobrança do que lhe é devido em razão de repasses insuficientes do FUNDEF entre 1998 e 2006. Mesmo depois de quase vinte anos de acirrada disputa judicial, a grande maioria dos municípios ainda não recebeu o que lhe é devido.

Fonte: Portal AZ

TCE-PI define forma de aplicação dos precatórios do Fundef

O Pleno do TCE-PI decidiu na manhã desta sexta-feira (22) sobre a aplicação dos recursos  dos precatórios do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério)  para os municípios piauienses. O relator do processo, Conselheiro substituto Alisson Araújo  votou pela aplicação integral dos recursos  na área da Educação, com a distribuição de 60% para os profissionais do magistério e 40% para outras despesas.
“Acredito que o Tribunal de Contas não deve se ater a discussão de como deve ser aplicado esses 60%, se para os profissionais que estão atuando ou para os trabalharam na época, pois essa questão deve ser decidida pelo Judiciário” ponderou o conselheiro durante seu relato.
Em seu voto o relator determinou a criação de duas contas vinculadas, uma para o depósito dos 60% que não deve ser movimentado até o pronunciamento judicial sobre a definição da aplicação desse recurso e outra para o depósito e movimentação dos 40%.
Também decidiu que o gestor deve apresentar um Plano de Aplicação de Recursos para os 40% restantes dos valores recebidos, e que os prefeitos comprovem a efetiva autorização legislativa para aplicação esses recursos. Em seu voto recomendou que os gestores se abstenham de pagar os honorários advocatícios com recursos oriundos do Fundef.
O conselheiro Kléber Eulálio discordou do relator sobre a subvinculação “Acredito que os recursos devem ser direcionados a Educação da forma como convier para cada Prefeitura, sem determinação de percentual para professor ou outros  gastos”.
Os conselheiros Abelardo Vilanova, Kennedy Barros e o conselheiro substituto Delano Câmara acolheram o voto integral do relator, sendo aprovado pelo Plenário. A decisão proferida pelo TCE hoje servirá como referência para o julgamento dos processos individuais de cada municípios.
Para o conselheiro substituto Alisson Araújo, o TCE-PI fez um grande serviço à sociedade piauiense. “O Tribunal teve uma postura coerente, técnica e cumpriu sua função de proteger o erário e evitou que novas obrigações surgissem com questionamentos judiciais dessa natureza”, afirmou.

Fonte: TCE-PI

sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Sebrae realiza seminário que debate melhorias para a aquicultura, produtores de Gilbués participam

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, realizou seminário de Aquicultura discutindo melhorias para o setor. Foram dois dias de debates encerrando nesta sexta-feira (22). 
A solenidade de abertura contou com a presença do governador do Estado, Wellington Dias; da vice-governadora, Margarete Coelho; do secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Francisco Limma; do presidente do Conselho Deliberativo, Evandro Cosme e dos diretores do Sebrae no Piauí, Ulysses Moraes e Delano Rocha; do presidente da Câmara Setorial de Piscicultura do Piauí, Francisco de Assis; do presidente da Conab no Piauí, Alisson Pego; da coordenadora de Aquicultura e Pesca do Sebrae Nacional, Newman Costa; entre outras autoridades, empreendedores, empresários, lideranças e imprensa.
O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Piaui, Evandro Cosme, destacou o compromisso do Sebrae para o crescimento da aquicultura no Estado. “O seminário é um momento de troca de experiências entre produtores de várias regiões, não só do Piauí, como também de outros Estados. O foco do Sebrae é disseminar conhecimento em gestão para que os produtores locais cresçam cada vez mais”.
No seminário acontecem palestras e minicursos, além de exposição de máquinas, equipamentos e peixes ornamentais. A ideia é contribuir com o incremento da produtividade e da competitividade dos empreendimentos, promovendo o avanço da aquicultura no Estado.
De acordo com o governador Wellington Dias, o evento é uma oportunidade de negócios e informação. "O seminário disponibiliza conhecimentos primordiais para produtores e investidores. Nessa ação são apresentadas iniciativas para fomento da produção, garantindo as condições de industrialização e distribuição para o Estado, bem como, para o país. O Piauí é o 4º maior produtor de pescados do Nordeste e queremos avançar ainda mais", destacou.
O evento conta com quase 400 participantes de Estados como Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, São Paulo e Paraná, além do Piauí.
“O número de participantes demonstra a importância da piscicultura como atividade produtiva de destaque no Piauí e que gera riqueza e desenvolve a economia", afirmou o diretor técnico do Sebrae, Delano Rocha.
Nas palestras são abordados os mais diversos assuntos relacionados ao universo aquícola, como: gestão na aquicultura, inovações e tecnologias, diversificação da produção, nutrição e alimentação de peixes, mercado para os produtos aquícolas e linhas de crédito para a piscicultura e carcinicultura acontecem no seminário.
 "Esse evento reúne produtores, profissionais, pesquisadores e investidores da cadeia produtiva da piscicultura, além de profissionais de pesquisa e políticas públicas. O encontro funciona como uma forma de aprofundar as discussões e iniciativas para o crescimento do setor aquícola“, afirmou o secretário de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma.
CARAVANA DE OUTRAS CIDADES
Trinta produtores dos municípios de Monte Alegre, Bom Jesus e Gilbués,  no sul do Estado, também estiveram presentes no seminário. A participação desses piscicultores foi viabilizada pelo Sebrae no Piauí.
“A caravana faz parte do conjunto de ações para o desenvolvimento da piscicultura na região do Vale do Gurguéia, que possui grande potencial para a atividade. Parte desses piscicultores são ligados à Associação de Criadores de Peixe do Vale do Gurgueia, criada este ano através do Projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial do Cerrado. Por meio desse projeto do Sebrae, os produtores recebem orientação técnica e capacitações na área de gestão e manejo”, destaca gerente do escritório regional de Bom Jesus, Kassio Castelo Branco.
HACKATON AQUITEC
Como parte da programação do seminário, foi lançado,  o edital do primeiro Hackathon Aquitec – Tecnologia a Serviço da Piscicultura, ação que faz parte de um convênio firmado entre o Sebrae Nacional e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa – Pesca e Aquicultura.
O Hackathon consiste numa maratona de desenvolvedores de aplicativos, sistemas e afins. O objetivo é a criação de protótipos de soluções inovadoras para o segmento da piscicultura.
“Estamos lançando esse desafio e acreditamos que o Piauí se tornará referência na criação de um protótipo de ferramenta de gestão. Além disso, será uma oportunidade de  aliar tecnologia e agricultura, fomentando o desenvolvimento do setor”, destacou a coordenadora de Aquicultura e Pesca do Sebrae Nacional, Newman Costa, que fez a apresentação do edital juntamente com chefe geral da Embrapa Meio Norte, Luis Fernando Leite.
O edital está disponível no endereço eletrônico www.sebrae.com.br/desafioaquitec. Os projetos inscritos serão encaminhados para a análise de uma equipe técnica, que irá selecionar três projetos inovadores, que apresentem soluções eficientes para o segmento da piscicultura. As inscrições encerram no dia 15 de outubro.

Fonte: CidadeVerde