sábado, 16 de setembro de 2017

Município de Gilbués está inserido no novo Mapa do Turismo Brasileiro

Cidade de Gilbués
O Ministério do Turismo divulgou o novo Mapa do Turismo Brasileiro nesta quinta-feira (14). A ferramenta destaca os municípios que adotam o turismo como estratégia de desenvolvimento e orienta a definição de políticas públicas para o setor.
De acordo com a publicação, em comparação com o ano passado, o número de regiões turísticas e municípios cadastrados aumentou. Em 2016, eram 2.175 cidades em 291 regiões, contra 3.285 municípios em 328 regiões turísticas neste ano.
O Sudeste é a macrorregião do País com mais mais regiões turísticas, 121 e 1.138 municípios. Em seguida vem o Nordeste (84 regiões e 758 municípios), Sul (53 regiões e 905 municípios), Centro-Oeste (36 regiões e 225 municípios) e Norte (34 regiões e 259 municípios).
Para o Ministério do Turismo, o aumento nos números é resultado de um amplo trabalho de conscientização da pasta junto aos gestores municipais e estaduais a respeito da necessidade de identificação e classificação das cidades para que as políticas públicas e investimentos sejam mais adequados à realidade de cada região.
A atualização periódica do Mapa faz parte de uma estratégia do Plano Brasil + Turismo, lançado este ano pelo ministro Marx Beltrão para fortalecer o setor de viagens no País. De acordo com o Plano, a partir de 2017 o Mapa passa a ser atualizado a cada dois anos.
Categorização
De acordo com o novo mapa, 23% (740) dos municípios estão nas categorias A, B e C. Esses municípios concentram 93% do fluxo de turistas doméstico e 100% do fluxo internacional.
Os demais 2.545 municípios figuram nas categorias D e E. Esses destinos não possuem fluxo turístico nacional e internacional expressivo, no entanto alguns possuem papel importante no fluxo turístico regional e precisam de apoio para a geração e formalização de empregos e estabelecimentos de hospedagem.
O município de Gilbués pela primeira vez faz parte do Mapa do Turismo Brasileiro, uma luta do prefeito Leo Matos, consciente do potencial turístico de Gilbués que será um dos instrumentos de desenvolvimento do município, com geração de emprego e renda. Gilbués fará parte da Região Turística  Pólo das Nascentes. Entre os projetos que já estão sendo pleiteados junto ao Ministério do Turismo, estão a reforma da rodoviária, pista de cooper ao redor do brejo, portais arcos na entrada e saída da cidade e construção de praças.

Alguns dos potenciais turísticos de Gilbués:

Morro D`´Agua

Cachoeira

Santa Luzia

Festejo da Marmelada

Festejo de Nossa Senhora Divina Pastora

Serra da Boa Vista

Serra da Boa Vista

Parque Ambiental  Brejo dos Buritis