sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Sebrae realiza seminário que debate melhorias para a aquicultura, produtores de Gilbués participam

O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas, Sebrae no Piauí, realizou seminário de Aquicultura discutindo melhorias para o setor. Foram dois dias de debates encerrando nesta sexta-feira (22). 
A solenidade de abertura contou com a presença do governador do Estado, Wellington Dias; da vice-governadora, Margarete Coelho; do secretário de Estado do Desenvolvimento Rural, Francisco Limma; do presidente do Conselho Deliberativo, Evandro Cosme e dos diretores do Sebrae no Piauí, Ulysses Moraes e Delano Rocha; do presidente da Câmara Setorial de Piscicultura do Piauí, Francisco de Assis; do presidente da Conab no Piauí, Alisson Pego; da coordenadora de Aquicultura e Pesca do Sebrae Nacional, Newman Costa; entre outras autoridades, empreendedores, empresários, lideranças e imprensa.
O presidente do Conselho Deliberativo do Sebrae no Piaui, Evandro Cosme, destacou o compromisso do Sebrae para o crescimento da aquicultura no Estado. “O seminário é um momento de troca de experiências entre produtores de várias regiões, não só do Piauí, como também de outros Estados. O foco do Sebrae é disseminar conhecimento em gestão para que os produtores locais cresçam cada vez mais”.
No seminário acontecem palestras e minicursos, além de exposição de máquinas, equipamentos e peixes ornamentais. A ideia é contribuir com o incremento da produtividade e da competitividade dos empreendimentos, promovendo o avanço da aquicultura no Estado.
De acordo com o governador Wellington Dias, o evento é uma oportunidade de negócios e informação. "O seminário disponibiliza conhecimentos primordiais para produtores e investidores. Nessa ação são apresentadas iniciativas para fomento da produção, garantindo as condições de industrialização e distribuição para o Estado, bem como, para o país. O Piauí é o 4º maior produtor de pescados do Nordeste e queremos avançar ainda mais", destacou.
O evento conta com quase 400 participantes de Estados como Ceará, Maranhão, Rio Grande do Norte, Pernambuco, Bahia, São Paulo e Paraná, além do Piauí.
“O número de participantes demonstra a importância da piscicultura como atividade produtiva de destaque no Piauí e que gera riqueza e desenvolve a economia", afirmou o diretor técnico do Sebrae, Delano Rocha.
Nas palestras são abordados os mais diversos assuntos relacionados ao universo aquícola, como: gestão na aquicultura, inovações e tecnologias, diversificação da produção, nutrição e alimentação de peixes, mercado para os produtos aquícolas e linhas de crédito para a piscicultura e carcinicultura acontecem no seminário.
 "Esse evento reúne produtores, profissionais, pesquisadores e investidores da cadeia produtiva da piscicultura, além de profissionais de pesquisa e políticas públicas. O encontro funciona como uma forma de aprofundar as discussões e iniciativas para o crescimento do setor aquícola“, afirmou o secretário de Desenvolvimento Rural, Francisco Limma.
CARAVANA DE OUTRAS CIDADES
Trinta produtores dos municípios de Monte Alegre, Bom Jesus e Gilbués,  no sul do Estado, também estiveram presentes no seminário. A participação desses piscicultores foi viabilizada pelo Sebrae no Piauí.
“A caravana faz parte do conjunto de ações para o desenvolvimento da piscicultura na região do Vale do Gurguéia, que possui grande potencial para a atividade. Parte desses piscicultores são ligados à Associação de Criadores de Peixe do Vale do Gurgueia, criada este ano através do Projeto de Desenvolvimento Econômico Territorial do Cerrado. Por meio desse projeto do Sebrae, os produtores recebem orientação técnica e capacitações na área de gestão e manejo”, destaca gerente do escritório regional de Bom Jesus, Kassio Castelo Branco.
HACKATON AQUITEC
Como parte da programação do seminário, foi lançado,  o edital do primeiro Hackathon Aquitec – Tecnologia a Serviço da Piscicultura, ação que faz parte de um convênio firmado entre o Sebrae Nacional e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Embrapa – Pesca e Aquicultura.
O Hackathon consiste numa maratona de desenvolvedores de aplicativos, sistemas e afins. O objetivo é a criação de protótipos de soluções inovadoras para o segmento da piscicultura.
“Estamos lançando esse desafio e acreditamos que o Piauí se tornará referência na criação de um protótipo de ferramenta de gestão. Além disso, será uma oportunidade de  aliar tecnologia e agricultura, fomentando o desenvolvimento do setor”, destacou a coordenadora de Aquicultura e Pesca do Sebrae Nacional, Newman Costa, que fez a apresentação do edital juntamente com chefe geral da Embrapa Meio Norte, Luis Fernando Leite.
O edital está disponível no endereço eletrônico www.sebrae.com.br/desafioaquitec. Os projetos inscritos serão encaminhados para a análise de uma equipe técnica, que irá selecionar três projetos inovadores, que apresentem soluções eficientes para o segmento da piscicultura. As inscrições encerram no dia 15 de outubro.

Fonte: CidadeVerde