segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Prefeitos se reúnem com bancada federal para cobrar recursos

Reivindicar maior aporte financeiro, a extensão do prazo para pagamentos de precatórios e cobrar a redistribuição de valores do pacto federativo para os municípios são as principais solicitações dos prefeitos do Piauí à bancada federal do Estado, em reunião que acontece nesta segunda-feira (23) na Associação Piauiense de Municípios (APPM). 
O vice-presidente da Associação, prefeito Jonas Moura, esclareceu que as reivindicações dizem respeito às própria pauta municipalista. Ele adiantou que os prefeitos estão pedindo os recursos que deveriam receber. "São cerca de R$ 4 bilhões a que temos direito, que deveriam ser repassados pelos mesmos critérios do FPM", explicou. 
Além disso, ele conta que outro anseio, de cerca de 88 municípios, que ainda tem precatórios a pagar, é conseguir com o governo federal através da ajuda dos deputados, que esse prazo seja estendido de 2020 para 2025. 
"Queremos alterar a regra do prazo para as prefeituras que ainda têm precatórios para pagar, de 2020 para 2025, porque isso diminuiria as despesas correntes e ajudaria a diminuir a dificuldade das cidades que sofrem com a queda de repasses", destacou Jonas Moura.
A redistribuição do pacto federativo, ainda de acordo com o vice-presidente, é outro pedido que fazem aos deputados e senadores do Piauí. "Vamos solicitar o compromisso dos deputados para que eles lutem por essa redistribuição de recursos".  
Confirmaram presença 204 dos 224 prefeitos do Estado. O presidente da APPM, Gil Carlos, está presidindo a reunião, os deputados federais Marcelo Castro (PMDB) e Paes Landim (PTB) já chegaram ao local. A expectativa que pelo menos oito dos dez parlamentares da Câmara Federal compareçam. 

Fonte: CidadeVerde