sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Municípios do Piauí receberão R$ 53 milhões

Apesar da comemoração com a liberação do auxílio emergencial aos municípios, o presidente da República, Michel Temer (PMDB) concedeu apenas metade dos que os gestores estavam solicitando. No caso específico do Piauí, o valor buscado era de R$ 106 milhões, porém, apenas R$ 53 milhões serão depositados nas contas das Prefeituras. Assim, a maior parte dos municípios receberá menos de R$ 200 mil.
Nesse sentido, a liberação do socorro acontecerá nos próximos dias, ajudando os entes a equilibrarem as contas de final de ano e pagar o décimo terceiro salário. A preocupação das Prefeituras quanto a folha se acentuou nesse semestre, na última reunião da APPM, realizada no mês passado, o presidente Gil Carlos (PT) indicou que as cidades correm o risco de atrasar salários e até mesmo de não ter proventos para pagar o décimo terceiro. “A grande maioria das Prefeituras piauienses está reduzindo as despesas de folha, primeiro com os próprios prefeitos, secretários, depois com comissionados e às vezes chegando a exonerar contratados”, afirmou.
A liberação dos recursos aconteceu após intensa articulação dos gestores, solicitando o apoio aos parlamentares para que houvesse uma “pressão” no presidente. “Temos que continuar esse movimento e fazer pressão, porque para conseguirmos o que queremos só através dos deputados, porque o presidente só atende deputado, porque está dependendo de deputado para fazer avançar a pauta que lhe interessa e se sustentar no Poder”, indicou Gil Carlos na última assembleia conduzida pela Associação Piauiense de Municípios.

Fonte: MeioNorte