segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Piauí já teve sete assaltos a bancos este ano; cúpula da segurança se reúne


O número de assaltos a bancos ocorridos nos primeiros 35 dias do ano já somam 17% do total de ocorrências em 2017, quando foram registrados 41 casos no Piauí. Recentemente, chamou atenção da cúpula da Segurança Pública do Estado os assaltos nas cidades de Jaicós, Cocal e Angical, ocorridos em um intervalo de quatro dias.
Para prevenir novas ocorrências nas próximas semanas, o secretário de Segurança Fábio Abreu convocou uma reunião com todas as instituições policiais do Piauí. O objetivo era compartilhar informações e identificar os grupos que estão atuando no estado. “Estamos buscando maior integração entre as polícias, inclusive do Ceará. O modo como os criminosos estão agindo, e a rota de fuga que usam, indica que são grupos daquele estado”, afirma Abreu.
Segundo a delegada da Polícia Federal Larissa Magalhães, a atuação dos assaltantes costuma ser parecida. “Primeiro atacam as delegacia para deixar a polícia inerte e, assim, agirem com mais liberdade. Depois eles assaltam todas as instituições que possam ter dinheiro, como bancos, correios e casas lotéricas, utilizando sempre explosivos”, disse a delegada.

Delegada da Polícia Federal Larissa Magalhães (Foto: Assis Fernandes/ODIA)
O diretor de inteligência da Polícia Civil, delegado Carlos César, afirmou que a reunião foi para traçar estratégias. “A gente precisa reunir informações para fazer o combate mais qualificado a esse tipo de organização criminosa que acabou de chegar ao estado e está criando tanta perturbação”, disse Carlos César.
O delegado geral Riedel Batista lembra que nos últimos anos foram presas quase 200 pessoas envolvidas em assaltos a bancos no Piauí, mas ele lamenta que não haja julgamento dessas pessoas. “Então elas são soltas e repetem os mesmos atos. Na fuga de Esperantina também fugiram alguns. Agora temos que fazer um trabalho de estratégia novamente”, afirma.
A reunião com a cúpula da Segurança no Piauí aconteceu na manhã desta segunda-feira (05), na sede da secretaria.

Fonte: Portal O Dia