sexta-feira, 3 de agosto de 2018

Juiz federal ouve 22 presos da operação Topique; um é liberado


O juiz da 3ª vara criminal federal, Agliberto Gomes de Machado, está ouvindo durante todo o dia de hoje (3) os 22 presos da operação Topique, que investiga fraude em licitação no transporte escolar. 
Ontem, a Polícia Federal deflagrou operação que levou a prisão de 23 pessoas - sendo que uma delas foi liberada. Entre os presos está a coordenadora do transporte escolar da Secretaria Estadual de Educação, Lisiane Lustosa Almendra. Segundo cálculo da PF, o prejuízo chega a R$ 119 milhões.Foram expedidas 40 mandados de busca e apreensões, 14 de prisões preventiva e 9 de prisões temporária. 
O juiz Agliberto Machado realizou audiência de custódia durante toda a amanhã. Cerca de 12 presos -entre servidores da Seduc e empresários - estão sendo ouvidos. O juiz quer saber as circunstâncias da prisão e se determina a manutenção ou não da prisão.
A Justiça Federal informou que apenas Nara Loyse Marques foi liberada. 
Segundo a Justiça Federal foram ouvidas e mantidas as prisões de Sicilia Amazonas Soares Borges, Livia de Oliveira Saraiva, Suyane Soares Cardoso. Hoje à tarde seguem as audiências de custódia no prédio da Justiça Federal, no bairro Redenção.
Segundo a PF, cerca de 20 empresas são suspeitas de participarem da corrupção. Entre elas as empresas Multicar Locadora, L.C Veículos, Jota Locadora de veiculos, Dantas Magalhães locadora, C 2 Transporte Locadora e Line Turismo.
A Secretaria Estadual de Educação vai abrir processo administrativo contra as duas servidoras presas após a conclusão do inquérito. 

Fonte: CidadeVerde