sexta-feira, 24 de agosto de 2018

Megaoperação prende 10 suspeitos de feminicídios e homicídios no Piauí


Atualizada às 11h05
Megaoperação da Polícia Civil já prendeu dez pessoas no estado do Piauí. A informação foi confirmada agora há pouco pelo delegado geral, Riedel Batista. 
Policiais civis estão às ruas em 26 estados e do Distrito Federal, na manhã desta sexta-feira (24), em uma operação que prevê o cumprimento de mandados de prisão de suspeitos de homicídios e feminicídios. 

Atualizada às 8h
Uma operação nacional de combate a homicídios e feminicídios (tentados e consumados)  foi deflagrada nesta sexta-feira (24). No Piauí serão cumpridos mandados de prisão em Teresina e demais cidades do interior, relacionados a crimes contra a vida e também violência doméstica. 
Na ação policial, batizada de Cronos,  também está sendo verificado o cumprimento de medidas protetivas a vítimas de violência doméstica, totalizando mais de 100 no Estado. 
A operação é de iniciativa do Ministério da Segurança Pública em parceria com o Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil e acontece durante todo o dia. 
Greco
O coordenador da Greco, delegado Willame Moraes, confirmou a prisão de três suspeitos de furtar o ateliê da empresária Kalina Rameiro. 
As prisões ocorreram nesta quinta-feira (24). “Ela já foi vítima por três vezes em seu ateliê. Em casos excepcionais, o secretário (de Segurança) designou o caso ao Greco por combater organização criminosa. Nós pedidos quatro mandados de prisão, três foram presos e um está foragido”, disse o delegado.
Os suspeitos foram identificados como Leandro Rodrigues Cardoso, Davison Iranildo Pereira Silva e Maycon Douglas Prado Cunha.
Kalina Rameiro é reconhecida por seu trabalho com design de joias. Com os suspeitos foram encontrados algumas peças. 
Fonte: CidadeVerde