quarta-feira, 22 de agosto de 2018

MPF pede impugnação de candidatura de Frank Aguiar

Foto: Lucas Sousa/Portal AZ

No texto, Patrício Noé alega que Frank Aguiar teve enquanto gestor da cidade de São Bernardo do Campo (SP), teve contas desaprovadas pelo Tribunal de Contas de São Paulo (TCE-SP), o que de acordo com o MPF, configura como ato doloso de improbidade administrativa, hipótese para causa de inelegibilidade.
O Procurador ressalta ainda que recentemente o TCE-SP publicou relação com nomes de gestores com contas julgadas irregulares, no qual consta o nome de Francineto Luz de Aguiar, nome real de Frank Aguiar.
Procurado pela reportagem do Portal AZ, o cantor informou que ainda não foi notificado do pedido de impugnação, mas alegou ser “ficha limpa” e disse que irá “provar tudo na justiça”.