sexta-feira, 2 de novembro de 2018

Câmara de Vereadores de Gilbués engaveta projeto de legalização de imóveis (casas e lotes), e causa transtorno a milhares de pessoas



Um verdadeiro absurdo, uma situação inadmissível está ocorrendo no município de Gilbués, a Câmara Municipal através do presidente Ubiratan Veleda (PSD) está segurando a votação do Projeto de Lei nº 159/2018 que dispõe sobre o programa "GILBUÉS MINHA TERRA", de autoria do executivo municipal, que regulamenta os instrumentos de Regularização Fundiária no município, Ubiratan é integrante da chamada oposição ao atual gestor Leo Matos (PPL).  Diversas pessoas que detêm a posse de um imóvel estão impedidas de legalização da área, devido a não votação da referida lei. Vereador tem como função defender os interesses da população e não de grupos ou partidos. Seria importante o presidente Ubiratan justificar junto a população, que está sendo duramente penalizada, a não colocação em pauta deste importantíssimo projeto, pois os danos causados a todo o município é bastante grave.