sexta-feira, 19 de julho de 2019

Sul do Piauí terá reforço no escoamento da produção agrícola


A Caixa Econômica Federal liberou ao Governo do Piauí, no último dia 08, a segunda parcela do empréstimo do Finisa, no valor de R$ 293 milhões. Com os recursos, segundo divulgou o Governo do Estado, serão retomadas mais de 400 obras em todo o estado, incluindo no extremo Sul do Piauí: asfaltamento da PI-255, entre Curimatá e Avelino Lopes; recapeamento da PI-280 - entroncamento da BR-135 com Barreiras do Piauí; asfaltamento da PI-392, que interliga Bom Jesus, Currais, Serra do Uruçuí e Baixa Grande do Ribeiro; asfaltamento da PI-395, entre Palmeira do Piauí e Sebastião Leal (Transcerrado) e asfaltamento da rodovia PI-141, trecho: Colônia do Gurgueia/Entroncamento com a PI-397 (Transcerrado).
O Governo do Piauí calcula que 7,5 mil empregos diretos serão gerados nos próximos meses com a retomada das obras em 158 municípios.
Obras que serão retomadas no sul do Piauí
- Território Chapada das Mangabeiras
PI-255 Entre Curimatá e Avelino Lopes
PI-280 entroncamento BR-135 / Barreiras do Piauí
PI-392 Bom Jesus /Currais / Serra do Uruçuí / Baixa Grande do Ribeiro - Subtrecho: Estaca 10807 - Baixa Grande do Ribeiro.
- Território Tabuleiros do Alto Parnaíba
PI-397 - Transcerrados:  1ª Etapa - Sebastião Leal / Entroncamento para Palmeira do PI
Rodovia PI-141, trecho: Colônia do Gurgueia/Entronc. PI-397(Transcerrado)
Ccom

quarta-feira, 10 de julho de 2019

Piauí: focos de queimada em julho aumentaram 407% em relação a junho



Aumento da temperatura, queda da umidade do ar e intensificação dos ventos. É este o cenário observado no Piauí ao longo do último mês, desde o final do período chuvoso, e isso tem contribuído para o acréscimo considerável nos casos de queimada em vegetação. Em um mês, o número de focos de fogo em área verde dentro do território piauiense subiu 407%, saltando de 67 em maio para 340 em junho. Para efeito de comparação, este total é 13 vezes maior que o registrado em abril (mês em que o Piauí contabilizou somente 25 focos).
Temperatura mais elevada, baixa umidade e ventos fortes tornam ambiente propício para queimadas (Fotos: Jailson Soares / O DIA)
Observando-se a quantidade de ocorrências diárias, foi como se o Piauí tivesse registrado, em média, 11 queimadas por dia ao longo do mês passado. E este número vem se mantendo estável. É que agora em julho o estado já contabiliza 81 focos – 24% do total de junho – com uma média de nove ocorrências por dia. 
Os dados são do monitoramento por satélite do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) e revelam ainda que de janeiro a junho de 2019 o Piauí já soma 709 focos de queimada em seu território. Embora haja uma redução de 10% em relação ao número do mesmo período de 2018 (787 focos), ele já equivale a 62% a mais que o total de queimadas registradas em território estadual em 2017 (473 naquele ano).
A situação é considerada tão preocupante, que só de sexta-feira (05) até hoje, o Inpe já identificou no Piauí 33 ocorrências de fogo em vegetação no Estado, sendo que 21 foram localizadas apenas no dia de ontem e as demais ao longo do final de semana. Comparando-se com os outros estados brasileiros, o Piauí foi o quinto estado com o maior número de focos de queimada nesta terça-feira (09), permanecendo atrás somente do Maranhão, com 27; de Minas Gerais, com 42; do Tocantins, com 48; e do Mato Grosso, com 76 focos.
Apesar da situação, o Piauí não possui nenhum município entre os brasileiros com mais focos de queimada acumulados este ano. Mato Grosso e Roraima é que são as unidades federativas mais preocupantes, segundo o que aponta o Inpe. No entanto, o estado e de alerta, uma vez que, excetuando-se o litoral a região de Teresina, todo o restante do território encontra-se sob risco de fogo.
Defesa Civil alerta
Diante do cenário propício para a ocorrência de queimadas e a propagação de fogo, a Defesa Civil de Teresina orienta a população para que não ateie fogo para limpar terrenos baldios e afins, porque as chamas tendem a sair facilmente de controle. “Desmistificamos a questão da queimada controlada, porque queimada é justamente quando o fogo foge do controle do homem e vira incêndio em vegetação. O que recomendamos à população é fracionar o material de limpeza de poda em pequenas partes e queimar em horário certo”, explica o tenente Sebastião Domingos, coordenador da Defesa Civil Municipal.
Em caso de fogo em vegetação, a população pode entrar em contato com a Defesa Civil Municipal por meio de ligação gratuita para o número 153. Além do 153, a população pode solicitar previamente um atendimento à Defesa Civil de Teresina também, via ofício, na sede da Semcaspi (Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas), que fica na rua Álvaro Mendes, 861, no Centro. Mais informações, pelo telefone (86) 3215-7485.

Fonte: Portal O Dia

sexta-feira, 28 de junho de 2019

BR-135 já registrou 19 mortes neste ano e alargamento segue inconcluso


A BR-135, a chamada "Rodovia da Morte" no Piauí, já registrou 19 mortes em 2019, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal. O acidente com morte mais recente ocorreu nesta quinta (27) no  KM 504 no município de Monte Alegre do Piauí, com três óbtidos. Dentre as vítimas, um adolescente de 14 anos.
  • Segundo a PRF, entre os dias 01/01/2019 a 24/06/2019, foram 27 acidentes, 28 feridos e 16 mortos. 
     
  • No ano de 2018, no período entre 01/01/2019 a 30/06/2019, foram 24 acidentes graves, 15 feridos graves e 19 mortos. 
     
  • Ao todo, no ano de 2018, a PRF registrou (entre 01/01/2018 a 31/12/2018) 41 acidentes graves, 29 feridos graves e 28 mortos. 

Os moradores da região denunciam constantemente que os acidentes ocorrem devido a precária estrutura da pista, além, é claro, da imprudência de alguns motoristas. Uma campanha intitulada SOS BR-135 foi iniciada pedindo, principalmente, o alargamento da rodovia. As cidades cortadas pela  BR-135 possuem núcleos diferentes para acompanhar as obras. 
Um dos articulistas da campanha "SOS BR-135", Nadilson Santos, informou ao Cidadeverde.com que essa rodovia vai de Eliseu Martins até Barreiras do Piauí, depois de Corrente. Ele coordena os núcleos de Cristino Castro e Bom Jesus. 

"Ela já está alargada de Elizeu Martins até uns 30 km para chegar em Cristino Castro. Nesse ponto, a obra deu uma parada e pulou para Bom Jesus, e estão alargamento de Bom Jesus a Cristino Castro, que falta cerca de 10 km. Esse percurso de Cristino Castro a Bom Jesus, nós vamos inaugurar, que são 36km e tinham vários acidentes", disse Nadilson.

O morador acredita que quando for finalizada a obra de Bom Jesus a Cristino Castro, a parte que falta, cerca de 30 km, entre Cristino Castro em direção a Elizeu Martins, será concluída. 
Manifestação
Fundador do Movimento SOS BR 315, o comerciante Marcelo Soares, conta que a realidade em seu núcleo é outra, bem diferente, na região de Corrente. Sem sinal de alargamento, ele conta que os moradores prometem fazer uma nova manifestação e interromper o fluxo de veículos, com o objetivo das obras serem iniciadas. "Infelizmente, o trecho principal e que deu origem ao movimento, devido o número excessivo de acidentes, continua quase que na mesma situação", diz Marcelo.
"O trecho entre Bom Jesus e a divisa Piauí com a Bahia, no município de Cristalândia, foram feitos apenas obras emergenciais em trechos específicos, que resultou em uma redução no número de acidentes. No entanto,tem ocorrido diversos acidentes porque o problema não foi resolvido, apenas com as obras definitivas no trecho especificado haverá segurança para se trafegar neste trecho da BR-135, onde ainda existem diversos problema críticos".
Imprudência

O inspetor da PRF, Clovis Cendon, ressaltou que a maior causa de acidentes com vítimas na BR-135 é ligado diretamente à imprudência dos motoristas. "E cerca de 70% dos óbitos registrados na BR-135 tem motociclistas e passageiros de motos envolvidos, que na grande maioria não possuem habilitação e, ainda, não utilizam nenhum tipo de EPI (equipamento de proteção individual)", destacou o inspetor. 


Fonte: CidadeVerde

terça-feira, 25 de junho de 2019

Família procura caminhoneiro desaparecido


Leido  Rezende,  caminhoneiro desaparecido  

A família do caminhoneiro Leido Rezende Martins está a procura de informações do paradeiro do mesmo, Leido foi visto pela última vez na cidade de Gilbués-PI, no sábado (22), em uma oficina mecânica. Quem souber de alguma informação sobre Leido, favor entrar em contato nos fones: (62) 98541-3560, 98445-1012, 99700-9247.



segunda-feira, 24 de junho de 2019

'Pente-fino' cancelou mais de 80% dos auxílios-doença periciados no PI


Em 2018, foram periciados 7.009 auxílios-doença no Piauí. O resultado comprovou a necessidade de revisão dos benefícios: apenas 1.327 continuaram ativos após serem reavaliados.  
Os números mostram, portanto, que apenas 19% dos 7.009 benefícios de auxílio-doença que passaram por revisão permaneceram sendo pagos. 
Além desses, outros 741 beneficiários ficaram sem receber porque não compareceram ao INSS após serem convocados.
Os dados foram disponibilizados à Coluna Economia & Negócios, do Cidadeverde.com, pela Secretaria da Previdência, do Ministério da Economia. 
A revisão também foi feita nas aposentadorias por invalidez. Foram realizadas, no Piauí, 10.418 perícias durante o ano passado. Dessas, 3.514 foram cessadas por algum tipo de irregularidade. Ou seja, 34% das aposentadorias por invalidez estavam irregulares.
Outras 360 também deixaram de ser pagas porque os beneficiários não compareceram. 
A lei que prevê a revisão periódica dos auxílios-doenças e das aposentadorias por invalidez é de 1995, mas não era cumprida por falta de pessoal e regras mais definidas, como a periodicidade específica, por exemplo.
Em 2017, foi publicada a lei do chamado "pente-fino", determinando que o perito fixe um prazo estimado de duração do benefício no momento da concessão ou reativação do auxílio-doença. Além disso, estipulava um bônus de R$ 60 aos médicos peritos por atendimento realizado dentro do processo de revisão, quando a perícia fosse feita fora do horário normal de trabalho.
Foi dentro dessa lei que foram realizadas essas perícias no Piauí em 2018. A Secretaria da Previdência não revelou o quanto é economizado no Estado com o cancelamento desses benefícios, mas detalhou os dados:
Nova lei de combate à fraude
A previsão é que mais benefícios sejam suspensos neste ano, com a sanção de uma nova lei de combate a fraudes no INSS, que inclui outros benefícios, como o auxílio-reclusão e a pensão por morte. Com a nova lei, o governo federal espera economizar R$ 10 bilhões em 12 meses, com a revisão de 5,5 milhões de benefícios previdenciários.Veja quais as principais mudanças nos benefícios:
Auxílio-reclusão
O benefício, que é pago a dependentes de presos, passou a ter carência (prazo mínimo) de 24 contribuições para ser requerido. Antes, bastava que o segurado tenha feito uma única contribuição ao INSS antes de ser preso. Além disso, só será concedido a dependentes de presos em regime fechado. Pela lei, a comprovação de baixa renda levará em conta a média dos 12 últimos salários do segurado e não apenas a do último mês antes da prisão, o que deve alterar o valor do benefício pago. 
Pensão por morte
A nova lei passou a exigir prova documental para a comprovação de relações de união estável ou de dependência econômica. Atualmente, a Justiça reconhece relações desse tipo com base apenas em prova testemunhal. Para o recebimento desde a data do óbito, filhos menores de 16 anos precisarão requerer o benefício em até 180 dias após o falecimento do segurado. Pela regra em vigor, esse prazo não existe para menores de 16 anos.
A lei também acabou com pagamentos em duplicidade, nos casos em que a Justiça reconheça um novo dependente, como filho ou cônjuge. Pela legislação atual, se uma relação de dependência é reconhecida, esse novo dependente recebe o benefício de forma retroativa, sem que haja desconto ou devolução de valores por parte dos demais beneficiários. A partir de agora, assim que a ação judicial de reconhecimento de paternidade ou condição de companheiro for ajuizada, parte do benefício ficará retida até o julgamento final da ação, de modo a cobrir a eventual despesa do INSS com pagamentos em duplicidade. Esses ajustes valerão também para o Regime Próprio de Previdência Social (RPPS) da União.
Aposentadoria rural
A lei prevê a criação de um cadastro de segurados especiais, que inclui quem tem direito à aposentadoria rural. Esse documento é o que vai alimentar o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), que passará a ser a única forma de comprovar o tempo de trabalho rural sem contribuição a partir de 2020.
Para o período anterior a 2020, a forma de comprovação passa a ser uma autodeclaração do trabalhador rural, homologada pelas entidades do Programa Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural na Agricultura Familiar e na Reforma Agrária (Pronater), ligado ao Ministério da Agricultura. A autodeclaração homologada será analisada pelo INSS que, em caso de irregularidade, poderá exigir outros documentos previstos em lei. 
BPC
Também serão alvo da revisão os mais de 2,5 milhões de benefícios de prestação continuada (BPC) sem avaliação pericial há mais de dois anos. 
Os bancos agora estão obrigados a devolver valores referentes a benefícios depositados após o óbito do beneficiário. Os cartórios de registro também deverão informar, em até 24 horas, a expedição de uma certidão de óbito. Antes, esse prazo era de até 60 dias, o que fazia com que aposentadoria de uma pessoa falecida continuasse sendo paga.

Fonte: CidadeVerde

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Empresa que abate frangos demite 400 funcionários e fecha unidade no Piauí


A maior empresa abatedora de frangos do Piauí comunicou nesta quarta-feira (19) aos seus colaboradores o fechamento da unidade de Teresina. A decisão da Dudico encerra 400 postos de trabalho. Além do Piauí, a empresa atua nos estados do Maranhão e Ceará.
"Hoje por volta das 7h nós recebemos um telefonema da direção de Fortaleza pra gente comparecer à unidade da BR-316 aqui em Teresina para uma reunião. Lá fomos comunicados da demissão de 400 colaboradores", disse ao Cidadeverde.com o diretor do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Alimentação do Piauí (Sintriapi), Antonio Alves Pitombeira Neto.
Segundo o diretor, a Dudico encerrou as atividades às 11h e garantiu que irá pagar todos os direitos trabalhistas dos colaboradores.
"O abate só funcionava até 11h. As atividades foram encerradas nesse horário. O Sindicato estava presente para assegurar todos os direitos. A Dudico se prontificou a pagar todos os direitos", afirmou.
O Sintriapi lamentou o fechamento da empresa e disse que só em 2019 já é a segunda do ramo que encerra suas atividades.
"Estamos muito tristes, pois 400 pais de família estão desempregados. É um baque muito grande na nossa categoria. Este ano é a 2ª empresa do ramo que fecha as portas. A Nutreco, que trabalha com ração, também fechou deixando sem emprego cerca de 80 colaboradores", declarou.
Ainda de acordo com o diretor, a Dudico alegou crise financeira para fechar a unidade de Teresina.
"Não está dando para suprir. É gasto cerca de R$ 1 milhão por mês em uma industria daquelas", finaliza.
Cidadeverde.com tentou contato com a empresa através do telefone disponibilizado em seu site oficial, mas não conseguiu retorno.

Fonte: Cidade Verde

segunda-feira, 17 de junho de 2019

Gilbués pode ter cratera formada por meteoro na época dos dinossauros


Um grupo de pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) encontrou evidências de que a cratera circular Santa Marta, formada pelo impacto de um meteorito e localizada no Estado do Piauí, pode ter sido gerada na mesma época em que ocorreu a extinção dos dinossauros. Segundo o cálculo de uma equipe de cientistas do Instituto de Geociências da Unicamp, a cratera teria se formado com o impacto de um meteorito no final do período Cretáceo, há 65 milhões de anos.



A equipe da Unicamp analisou a estrutura da cratera, localizada no município de Gilbués, para estudar sua origem e o processo de degradação de terras da região. As rochas mais novas atingidas pelo meteorito correspondem a sedimentos depositados na região no final do período Cretáceo. Isso significa que há uma possibilidade de que o meteorito que formou Santa Marta tenha ocorrido no mesmo período do impacto que criou a cratera de 180 km de diâmetro de Chicxulub, no México — um evento ao qual se atribui uma das principais extinções em massa na Terra, incluindo a dos dinossauros.



O professor Carlos Roberto de Souza Filho, coordenador do estudo, explica que, se comprovada a idade, a cratera de Piauí seria a única no hemisfério Sul formada pela colisão de um meteorito do mesmo período daquele que gerou a Chicxulub. “Isso é muito interessante na medida em que uma das teorias sob debate é de que o impacto no México pode ter sido acompanhado por vários outros impactos mais ou menos simultâneos em várias regiões da Terra. Muitas análises sofisticadas sobre as amostras coletadas nos trabalhos de campo serão necessárias para que tenhamos alguma confirmação dessas hipóteses”, afirma o pesquisador.



As rochas mais novas atingidas pelo meteorito correspondem a sedimentos depositados no final do Cretáceo na Bacia Sanfranciscana.



PesquisaDurante seis meses, Souza Filho e sua equipe realizaram trabalhos de campo para observar a estrutura circular de Santa Marta com o objetivo de demonstrar sua origem e estudar os processos de degradação de terras. Os pesquisadores concluíram que Santa Marta reúne elementos que comprovam sua origem por impacto de meteorito.



“Além do arranjo circular, existem feições geológicas que indicam se uma estrutura é formada por impacto ou não. Em Santa Marta, encontramos praticamente todas as feições macroscópicas (cones de estilhaçamento e brechas) e microscópicas (feições de deformação planar em quartzo) que são diagnósticas da passagem de ondas de choque e deformação de materiais relacionadas ao impacto de um meteorito na superfície.”



Segundo os cientistas, a desertificação da região pode ter sido causada pela colisão. As rochas no local estão fragilizadas por causa do impacto e isso pode ter potencializado a erosão, contribuindo para a degradação de terras.


Estruturas são formadas por colisões com corpos celestes


Crateras de impacto são estruturas formadas quando um planeta ou satélite é atingido por meteoritos, asteróides ou cometas. O pesquisador Álvaro Penteado Crósta, do Instituto de Geociências da Unicamp, em estudo sobre Crateras Meteoríticas no Brasil, conta que estudos planetários provam que não só a Lua, como também todos os corpos sólidos do nosso Sistema Solar, sofreram intenso bombardeio por corpos desses tipos durante sua história. “O testemunho disso são as cicatrizes deixadas na superfície desses planetas e satélites, caracterizadas por crateras de diversas dimensões, como é o caso da Lua, Marte, Mercúrio e outros”, diz, no estudo.  A Terra foi bombardeada por esses corpos principalmente nas fases iniciais de sua história. Crósta explicou que as crateras são apagadas pelos processos de erosão, sedimentação e pela atividade vulcânica e tectônica.



São mais de 170 crateras meteoríticas reconhecidas em toda a superfície terrestre. Elas são de diversos tamanhos e diferentes graus de preservação, mas a maioria se encontra em terrenos geologicamente estáveis e antigos, na América do Norte, Europa e Austrália. A primeira a ter sua origem associada ao impacto meteorítico foi a Cratera do Meteoro, ou Cratera Barringer, localizada no Arizona (EUA). Ela é associada a um fenômeno de impacto graças aos inúmeros fragmentos meteoríticos encontrados na região. Segundo o pesquisador, apenas as crateras menores e mais jovens têm possibilidade de conter fragmentos desse tipo. “Nas maiores e mais antigas nenhum fragmento sobrevive intacto. Estas últimas são geralmente crateras em avançado estado de erosão e são denominadas astroblemas, do grego para cicatrizes dos astros.” (PA/AAN)


Fonte:Correio Popular

domingo, 16 de junho de 2019

Hipertensão exige atenção e estilo de vida saudável

Doença crônica responsável por provocar infarto e derrame, a hipertensão muitas vezes atua de forma silenciosa. Por isso, conhecer as características, cuidados e tratamentos são fundamentais.
A hipertensão tem como característica os níveis elevados da pressão sanguínea nas artérias. O problema é herdado dos pais em boa parte dos casos. Entretanto, as causas são variadas, existindo diversos fatores que influenciam, como consumo excessivo de gordura, tabagismo e falta de exercícios físicos. Dessa forma, é muito importante ter um estilo de vida saudável
Atenção
A pressão alta é considerada pelos especialistas como um dos principais fatores de risco para a ocorrência de acidente vascular cerebral, insuficiência renal e cardíaca, enfarte, entre outras complicações. 
A doença acontece quando os valores das pressões máxima e mínima são iguais ou ultrapassam os 140/90 mmHg. Dessa forma, a pressão alta faz o coração exercer um esforço maior do que o normal para distribuir o sangue pelo corpo.
A hipertensão é silenciosa em muitos casos e pode se manifestar apenas quando atingir órgãos vitais. Durante as crises, alguns possíveis sinais são: dores no peito e na cabeça, fraqueza, tontura, falta de ar, visão embaçada e vômito.
Cuidados
A doença não tem cura. Entretanto, controlar a hipertensão facilita evitar problemas graves. O primeiro passo é consultar um médico, que conseguirá fazer o diagnóstico com precisão, assim como indicar as medicações e ações necessárias. Aliás, essa prática deve ocorrer periodicamente, para uma avaliação clínica e até mesmo a realização de exames.
Para monitorar a pressão arterial em casa será necessário contar com a ajuda de um medidor   O tratamento exige ainda uma mudança no estilo de vida, com a adoção de hábitos mais saudáveis.

Fonte: CidadeVerde

sexta-feira, 14 de junho de 2019

Faça o curso e ganhe dinheiro consertando celular


Curso completo de manutenção e reparo de celulares versão 3.0 com mais de 210 aulas e 70 horas de conteúdo, em nosso curso vamos ensinar não só a ser mais um trocador de peças no mercado, mas sim fazer o conserto e reparo da placa eletrônica do celular, o nosso curso é feito com consertos ao vivo em assistência técnica com mais de 8 anos de experiência no mercado responsável pelo conserto e reparo de 8.000 aparelhos celulares, no curso ensinamos eletrônica aplicada a placa de celular, leitura esquema, troubleshooting, diagrama em blocos, aulas de software, consertos ao vivo, Iphones e muito mais.

Clique no link abaixo e saiba mais:
Curso manutenção de celular

Professores da rede estadual iniciam greve por tempo indeterminado nesta sexta-feira (14)


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte-PI) informou que a categoria entra em greve por tempo indeterminado com início nesta sexta-feira, dia 14 de junho, data que coincide com a greve geral nacional contra a Reforma da Previdência. 
O Sinte-PI busca negociação junto ao governo estadual desde novembro do ano passado. Em abril deste ano, o secretário de governo, Osmar Junior, recebeu os representantes do sindicato para apresentar uma proposta do governo que assinala, ainda não oficialmente para o reajuste em 4,17% para professores e funcionários ativos a partir de 1º de junho e o mesmo percentual de aumento para aposentados e pensionistas em setembro, caso o governo saia do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal  (LRF).
A presidente do Sinte-PI, professora Paulina Almeida, informou que a proposta não representa a categoria "Pois não iremos abrir mão do reajuste para todos e todas, ativos e aposentados. Lutamos muito e vamos continuar lutando para manter a paridade”, afirmou Paulina.
Além do reajuste para ativos e inativos, os trabalhadores em educação reivindicam mudanças de classe e de nível, segundo eles paradas há dois anos e o deferimento de aposentadorias, paradas há quatro anos, de acordo com levantamento do sindicato. A categoria ainda exige o reenquadramento dos técnicos e é contra a ADPF nº 573, do governo do Estado.
A greve inicia dia 14 de junho e segue por tempo indeterminado em todo o Piauí. O sindicato ainda não tem um indicativo de quantos professores deverão aderir ao movimento. Assembleias estão sendo realizadas no interior para aprovar a adesão ao movimento paredista.
O primeiro ato será a participação na greve geral nacional, com concentração às 8h em frente ao Palácio de Karnak.
Seduc divulga nota
Por volta das 20h desta quinta-feira (13), o Cidadeverde.com recebeu a seguinte nota da Secretaria Estadual de Educação:
Em face do anúncio de paralisação dos professores da Rede Pública Estadual, confirmada para o próximo dia 14 de junho, a Secretaria Estadual de Educação vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:
1 – O Piauí já paga aos professores do Estado valor acima do piso nacional do magistério. O salário base inicial de um professor de nível I é de R$ 2.910,33. O piso nacional definido pelo Ministério da Educação para o ano de 2019 é de R$ 2.557,74.
2 – Manter os vencimentos acima do piso nacional é parte da política do governo do Estado de valorização dos professores. Os reajustes proporcionados à categoria, de 2015 a 2019, totalizam um ganho salarial de 30,9%.
3 – O Governo do Piauí sempre esteve e continua aberto ao diálogo com a categoria, com total transparência, e em harmonia e respeito às imposições legais.
4 - O Estado está legalmente impossibilitado de reajustar os salários de quaisquer categorias profissionais em decorrência dos limites estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) para gastos com pessoal. A prioridade, neste momento, é garantir o pagamento em dia dos salários de todos os servidores públicos estaduais. Oito unidades da federação já declararam calamidade financeira, suspenderam a execução de serviços públicos e estão com os pagamentos dos salários dos servidores atrasados.
5 – O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, não medirá esforços para garantir a execução do calendário letivo, fazendo com que os 200 dias obrigatórios, exigidos pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB), sejam cumpridos. Para isso, a Seduc fará monitoramento diário da rede e, as aulas comprometidas em decorrência da paralisação, deverão ser repostas.
6 – Uma greve prejudica toda a sociedade, em especial os alunos. O Governo do Estado espera que a categoria se sensibilize e entenda a impossibilidade, neste momento, de aplicar o reajuste. É importante manter a rede funcionando para que os indicadores da educação continuem positivos.

Fonte: CidadeVerde

quinta-feira, 13 de junho de 2019

Curso de Manicure e Pedicure Faby Cardoso


Nas aulas de manicure da Faby Cardoso você  conta com vídeos 100% práticos onde irá aprender sobre cutículas, mãos e pés, unhas francesinhas perfeitas nas mãos e nos pés, como passar o esmalte nude sem manchar, como tirar o borrado corretamente das unhas, como colocar adesivos artesanais e muito mais.... Esclareça todas as suas dúvidas e se torne uma manicure melhor!

Clique no link abaixo e veja tudo sobre o curso:
Curso de Manicure e Pedicure da Faby





quarta-feira, 12 de junho de 2019

Com 79 milhões a menos do FPE, Piauí pode atrasar salários


O Piauí receberá R$ 28 milhões a menos do Fundo de Participação dos Estados (FPE) neste mês de junho, quando comparado ao mesmo mês do ano passado, o que representa uma queda de 10%. A informação é da Secretaria Estadual da Fazenda (Sefaz) e também significa R$ 79 milhões a menos que o valor repassado em maio.
A Superintendência do Tesouro Estadual alerta que a falta desses recursos prejudica os compromissos firmados pelo Estado e também o planejamento financeiro para todo o ano de 2019. Segundo o órgão, essa queda de receita pode até comprometer o pagamento do salário dos servidores.
“Uma redução como essa, sem qualquer aviso prévio, pode fazer com que deixemos de pagar muita coisa, inclusive pode afetar salário de servidores. É um risco. O governador sempre nos orienta a não atrasar salários, certamente vai haver um contingenciamento de despesas mais forte ainda. Nós estamos desde janeiro reduzindo gastos, mas agora isso se intensifica e fica bastante complicado honrar os pagamentos com a previsão que havíamos feito para esse mês”, alerta o superintendente do Tesouro Estadual, Luiz Santos.
O gestor enfatizou ainda que o Estado não havia sido notificado pela União sobre a queda dos repasses.
O que é o Fundo de Participação dos Estados
O FPE foi instituído pela Constituição Federal de 1988 e determina que 21,5% da receita arrecadada com Imposto Sobre a Renda e Proventos de Qualquer Natureza (IR) e Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) sejam repassados pela União aos Estados e Distrito Federal.

terça-feira, 11 de junho de 2019

Tribunal de Contas fiscaliza escolas em 11 municípios


O Tribunal de Contas do Estado do Piauí realizou, no final do mês de maio, fiscalização in loco em escolas de 11 municípios piauienses que estão com atos de autorização vencidos ou descredenciados pelo Conselho Estadual de Educação.
Equipes da Divisão de Fiscalização da Educação – DFESP1 visitaram escolas nas quatro mesorregiões do Piauí a fim de colher informações acerca das instalações do prédio, ambiente, equipamentos e mobiliários, biblioteca, laboratório de informática e de ciências, cantina etc.
As escolas foram escolhidas por amostragem, dentre os 64 municípios que estão em situação irregular perante o Conselho Estadual de Educação do Piauí. O objetivo das visitas é identificar o motivo das irregularidades e buscar uma solução para o problema.
Ao mesmo tempo, a equipe do TCE busca conhecer a realidade das escolas piauienses. Os dados subsidiarão o relatório de fiscalização, que passará pela análise do Ministério Público de Contas e depois um conselheiro do Tribunal, que analisará a situação e submeterá para apreciação em plenário.
Nessa primeira fiscalização, dois exemplos bem distintos chamaram a atenção dos auditores.
Em   Barreiras do Piauí, único município descredenciado do Sistema de Ensino do Estado do Piauí, os técnicos da DFESP1 visitaram a Escola Municipal de João Cassiano, na localidade de Várzeas, distante cerca de 20 quilômetros do centro da cidade e de difícil acesso através de estrada rural.
A unidade escolar atende dezessete alunos distribuídos no ensino fundamental (1º ao 5º ano). “O que me chamou atenção foi que a escola não tem banheiros e, segundo o vizinho, proprietário do imóvel, este recebe R$250,00 mensais da prefeitura para locá-lo”, pontuou Emílio Assunção, auditor da Divisão de Fiscalização da Educação.
No município de São João do Piauí, uma das equipes visitou a Creche Proinfância Tia Heloina, que atende uma média de 350 crianças na faixa etária de 1 ano e 11 meses a 3 anos de idade, dispondo de um ambiente escolar com estrutura física, administrativa e pedagógica para o bom desempenho educacional.
Fonte: TCE 

Emagreça de forma saudável


A Dieta de 21 dias é um produto comprovado com centenas de depoimentos verdadeiros que atende a alta demanda de pessoas que querem perder peso de forma Rápida e Saudável. 

A Dieta de 21 dias tem um diferencial que outros produtos não podem entregar (rápida perda de peso - menos de 21 dias), e fornece Grande valor ao cliente através de nossos 4 Manuais e 5 Bônus Incríveis que inclui Grupo VIP de Membros e o Desafio de 21 dias que todos os clientes poderão participar.

Agora temos um aplicativo exclusivo de classe mundial para facilitar a vida dos clientes com cardápios customizados, receitas, grupos de apoio, desafios, exercícios físicos, alertas, lembretes, dicas, monitoramento de peso e gordura corporal, monitoramento da alimentação para saber exatamente os macronutrientes e muito mais.


Clique no link abaixo e confira:
Emagreça de forma saudável







sexta-feira, 7 de junho de 2019

Ministro assina ordem de serviço da ponte de Santa Filomena em visita a Teresina


Nesta sexta-feira (07), o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, chega ao Piauí para a assinatura da ordem de serviço da ponte de Santa Filomena, município da microrregião do Alto Parnaíba. A cerimônia, que vai garantir a autorização da construção da via sobre o rio Parnaíba, acontece às 12h, no auditório do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), em Teresina.
A autorização ocorreu após reunião entre o ministro e os senadores Marcelo Castro (MDB), Elmano Férrer (Podemos) e Ciro Nogueira (Progressistas),  em Brasília. Além da construção da ponte, os senadores trabalham pela liberação de recursos para garantir a duplicação das saídas de Teresina.
"Resolvemos chamar para nós a responsabilidade pela duplicação das rodovias que dão acesso a Teresina. A BR 343, indo até Altos, e a BR 316, até Demerval Lobão. Uma parte pequena dessa duplicação, aproximadamente uns 8 quilômetros, já é responsabilidade do governo do Piauí, daí em diante serão responsabilidade do DNIT. Nós resolvemos dar as mãos, os três senadores, e juntos estamos lutando pela duplicação", afirma Marcelo Castro.
Durante a agenda em Teresina, o ministro Tarcísio Gomes de Freitas, juntamente com o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, também visitará as obras do viaduto do Mercado Peixe, interseção da BR-343 com a Avenida dos Expedicionários.
PROGRAMAÇÃO:
Visita  às obras do Contorno de Teresina
Data: 7 de junho de 2019, sexta-feira
Horário: 11h
Local: Interseção da BR-343 com Av. dos Expedicionários
Cerimônia de assinatura da Ordem de Serviço para a construção da ponte em Santa Filomena
Data: 7 de Junho, sexta-feira
Horário: 12h
Local: Auditório do DNIT, na Av. João XXIII, 1316. Teresina.
Ministro assina ordem de serviço da ponte de Santa Filomena nesta sexta (07) em visita a Teresina.
Fonte: CidadeVerde

quarta-feira, 5 de junho de 2019

Pela terceira vez, médicos do Piauí suspendem atendimentos por três dias


Os médicos realizam a partir desta quarta(05) a terceira paralisação seguida de atendimentos pelo estado. A suspensão se estende ainda pelos dias 06 e 07 de junho. Os profissionais decidiram o ato em assembleia no Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (SIMEPI) na semana passada. Consultas e exames estão sendo reagendados pelos hospitais estaduais.
Segundo o presidente do Simepi, Samuel Rêgo, afirma que as insatisfações, denúncias de falta de estrutura de trabalho e a omissão do governo motivaram a categoria a continuar com o movimento. 
“Esse silêncio do Estado é uma verdadeira omissão, o que piora a crise e o caos que se encontra a saúde. Nós temos propostas, mas infelizmente o Estado tem se posicionado com essa forma irresponsável. A categoria médica segue firme e unida na luta, pois o movimento não vai parar até que o governo entenda que precisa sentar e encontrar soluções para sair dessa crise”, comenta.
Lúcia Santos, diretora do Simepi e da Federação Nacional dos Médicos (Fenam), explica que o movimento é um grito de socorro da categoria. “A situação em que se encontra a saúde pública vem se arrastando e piorando ao longo dos anos. São estruturas físicas que colocam em risco os pacientes e nós médicos também, pois nossa profissão tem uma responsabilidade muito grande e isso vem sendo inviabilizado. O que a categoria vem pedindo é justo, pois são direitos, melhores condições de trabalho e o cumprimento da carreira médica”, explica.
 Profissionais estarão concentrados nesta quarta-feira, em frente ao Ambulatório Azul do Hospital Getúlio Vargas.
Hospital Getúlio Vargas
Em entrevista ao Notícia da Manhã, o diretor do HGV, Dr. Gilberto Albuquerque, disse que está em fase final de licitação a renovação de equipamentos do hospital.
"O HGV tem hoje, em processo de licitação, já na fase final, a renovação quase que completa do seu parque tecnológico, são em torno de R$ 15 milhões que serão investimentos muito em breve, na renovação quase total desses equipamentos de uso contínuo, principalmente do centro cirúrgico e setores de apoio", informou o diretor.  
Sobre a denúncia de que há um centro cirúrgico utilizado como depósito, feito pelo presidente do Simepi (vídeo acima), o Dr. Gilberto informou que todo centro cirúrgico possui uma sala para guardar equipamentos. "Todo centro já tem uma sala naturalmente onde se guardam os equipamentos, sejam os que estão sendo utilizados, em manutenção ou em processo de substituição. Como o centro cirúrgico do HGV é grande, ele tem mais de um espaço com essa finalidade e esses equipamentos fazem parte dessa renovação, que já está acontecendo", justifica o médico. 
Ele disse que a paralisação afeta apenas a parte ambulatorial do hospital e que a parte de internação segue as atividades normalmente. "Como fomos avisados previamente, os pacientes que tinham consultas agendadas, foram remarcadas automaticamente pela Central de Regulação".
"Nós temos duas entradas de pacientes para cirurgias: uma ambulatorial e outra que são de pacientes transferidos. Estes últimos, as cirurgias seguem normalmente. Com essa redução na entrada de pacientes do ambulatório, estamos intensificando as cirurgias dos pacientes internados e que vem de outras unidades de saúde", acrescentou.

Fonte: CidadeVerde

quinta-feira, 30 de maio de 2019

PRF apreende R$ 8 milhões em drogas em operação contra o narcotráfico

Inspetor Danilo Teive, coordenador regional da Operação Lábaro - Foto: Poliana Oliveira/O Dia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou durante os últimos dez dias uma mega operação de combate ao narcotráfico no Piauí, em que mapeou as principais rotas da droga no estado, desarticulou quadrilhas especializadas e fez diversas apreensões, dentre a elas uma grande quantidade de entorpecentes.
Segundo o balanço apresentado, foram apreendidos 25,5 Kg de maconha e 133 Kg de cocaína, principalmente cloridrato puro. Os entorpecentes apreendidos foram avaliados em R$ 8 milhões. “Este valor é representado principalmente pelo cloridrato puro presente na mistura da cocaína. É uma substância de alto valor no mercado: um quilo dessa droga é comercializado a R$ 30 mil dependendo do local e em pontos mais distantes das fronteiras, ela fica ainda mais cara”, explica o inspetor Danilo Teive, coordenador regional da Operação Lábaro.
Além da droga, foram presas 20 pessoas acusadas de envolvimento em uma quadrilha especializada no narcotráfico. Durante os dez dias de operação, a PRF fiscalizou 1.951 veículos, abordou cerca de 1.800 pessoas, fez 100 autuações, recolheu 24 documentos irregulares, nove veículos com documentação ilegal, registrou também 22 ocorrências criminais e apreendeu três veículos com registro de roubo.
Foram desarticuladas ainda 973 unidades de contrabando e descaminho de mercadorias, apreendidos também 16 metros cúbicos de madeira ilegal na região de Floriano, 97 unidades de anfetamina – substância usada por motoristas para se manterem acordados – e 19.738 pacote de cigarro.
Através do mapeamento, a PRF constatou que a droga geralmente entra no Piauí pela região Sul, sobretudo pelos municípios fronteiriços com a Bahia e o Maranhão, na região de Corrente, e na BR-230, próximo a Barão de Grajaú e Floriano. Em conjunto com as polícias Civil e Militar, a PRF está montando barreiras na região para intensificar a fiscalização e impedir a entrada desses entorpecentes no Estado.
A Operação Lábaro deve continuar nos próximos meses, mas ainda sem data definida. Foi o que informou o inspetor Bruno Simões, coordenador nacional das ações. De acordo com ele, já estão planejadas pelo menos mais sete etapas da operação e ela tem previsão para aconteceu até o final do ano. “É um trabalho que acontece em todo o país, envolvendo cerca de 500 policiais rodoviários federais justamente para mapear o caminho da droga e interromper o tráfico em seu trajeto”, explica.

Inspetor Bruno Simões, coordenador nacional da Operação Lábaro - Foto: Poliana Oliveira/O Dia
Bruno Simões acrescenta que o Piauí recebe uma atenção especial da PRF nesse sentido, porque se trata de uma estado com localização estratégica, que serve como acesso para as demais unidades federativas do Nordeste, sobretudo por conta de sua extensão territorial, o que o torna região de fronteira com quase todos os estados da região.

Fonte: Portal O Dia

PMs são presos suspeitos de participação em roubos de cargas no Piauí e Maranhão


Policiais militares estão entre os presos da operação contra o roubo de cargas deflagrada nesta quinta-feira (30) pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado. 
Os presos são suspeitos de participação em assaltos no Piauí e Maranhão. Entre estes há um cabo e um soldado da PM-PI. 
Quatro suspeitos foram presos até o momento. A operação conta com o apoio da Corregedoria da Polícia Militar do Piauí e da Divisão de Operações Especiais da Polícia Civil. 
Um entrevista coletiva está prevista para às 11h30. 

Fonte: CidadeVerde

quarta-feira, 29 de maio de 2019

Operação flagra extração ilegal de madeira e prende três pessoas


A Polícia Militar do Piauí prendeu três pessoas em operação coordenada pela Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar) nesta quarta-feira (29) no município de Parnaguá, região Norte do Piauí. A ação aconteceu depois de denúncias de desmatamento e extração ilegal de madeira na área. 
Na ação duas áreas foram embargadas, uma de 76 hectares e outra de 240 hectares. Além disso, foram apreendidas três espingardas, quatro motosserras e dois tratores de esteira usados na supressão de vegetação. 
O embargo é uma sanção administrativa e/ou medida administrativa cautelar que tem por objetivo propiciar a regeneração do meio ambiente e dar viabilidade à recuperação da área degradada.
Segundo o gerente de fiscalização da Semar, Renato Nogueira, as áreas eram de domínio público do Estado do Piauí e foram lavrados quatros autos de infração com aplicação das sanções correspondentes, totalizando R$ 186 mil em multas.
No momento da operação, 14 pessoas estavam desmatando e extraindo madeira sem autorização do órgão ambiental. A madeira tinha como destino a comercialização clandestina em cidades da região.
Os acusados foram autuados por porte ilegal de arma de fogo e crime ambiental e conduzidos à delegacia em Corrente, onde permanecem à disposição da Justiça.
Fonte: Portal AZ